Nas ruas
30/07/2012

Fila de pacientes nas AMAs 24 horas é maior de noite

Paula Felix
do Agora

O principal problema das AMAs (Assistências Médicas Ambulatoriais) 24 horas de São Paulo é a demora no atendimento -especialmente de noite, quando há acúmulo de pacientes do período da tarde. A espera pode ultrapassar duas horas.

Na segunda e na terça da semana passada, o Vigilante Agora visitou 14 AMAs 24 horas, que atendem baixa e média complexidade (como dor de cabeça e contusões) em horários estendidos.

As unidades contam com clínicos e pediatras. A cidade tem 119 AMAs, que funcionam, geralmente, das 7h às 19h. Dessas, 17 são 24 horas.

A dona de casa Tatiana Luzia, 18 anos, estava com dor no peito e foi à AMA Ermelino Matarazzo (zona leste).

Ela chegou às 23h17 e só foi atendida duas horas e vinte minutos depois. Tatiana foi acompanhada pelo vizinho, o atendente Flavio Augusto, 18 anos.

"O melhor horário é de madrugada, mas ainda precisa melhorar muito, porque demorou", disse ele.

Resposta

A Secretaria Municipal da Saúde informou que o tempo de espera para uma consulta nas AMAs costuma variar de acordo com a procura dos pacientes e com a gravidade dos casos --as emergências têm prioridade.

A pasta destacou que, durante o inverno, há aumento de até 40% na procura de atendimento para problemas respiratórios.

Em relação à criança atendida na AMA Pirituba, cuja mãe reclamou da falta de atenção dos médicos, a secretaria informou que a menina foi avaliada, "inclusive descartando a possibilidade de meningite e diagnosticando amigdalite".

A pasta disse ainda que foram receitados medicamentos para a paciente.

Sobre a AMA Paraisópolis, onde a reportagem encontrou pacientes que foram atendidos por um pediatra após espera de duas horas, a secretaria afirmou que dados levantados no mês passado apontaram que o tempo médio de espera, entre a chegada do paciente e o atendimento médico, foi de 36 minutos na unidade.

A pasta não comentou a confusão entre pacientes e recepcionistas na AMA Hospital Tatuapé nem o caso da paciente com dor na mão que não foi atendida por um clínico-geral na AMA Hospital Dr. Arthur Ribeiro Saboya, no Jabaquara.

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora nesta segunda, 30 de julho, nas bancas

Leia mais

Índice

PUBLICIDADE

23/09/2014

Moradores cobram semáforo em avenida da zona leste

Relatório da Sabesp liga falta de água a redução de pressão

Mulher implanta terceiro seio

Justiça manda soltar PM que matou camelô na Lapa

22/09/2014

Passarelas de pedestres são sujas, escuras e perigosas

Haddad passará por buracos ao ir de bicicleta ao trabalho

Volume do Cantareira é o pior da história

Adolescente de 16 anos mata sargento da PM em roubo

Ampliar transporte é desafio de governo na Grande SP

Exame de varizes no testículo deve ser feito na adolescência

21/09/2014

Creche para cachorro vira alternativa à falta de tempo

Chuva não espanta público da Virada

Protesto por morte de camelô tem invasão de mascarados

Esforço repetitivo é uma das causas da inflamação no ombro

20/09/2014

PM do bico oficial não deve usar pistola, afirma ouvidor

Moradores dizem que obras estão paralisadas no Grajaú

Cantareira recebeu um terço da chuva prevista para o mês

Virada Esportiva terá clube novo e esportes aquáticos

Presos cuidam de idosa de 102 anos

Câmera em sala flagra sexo de professores

19/09/2014

Mauá é segunda cidade da Grande SP a adotar rodízio

Falta médico em posto da prefeitura na zona leste

Prefeitura encosta projeto de bicicletas de bambu em CEUs

Camelô morre durante ação da PM na Lapa

Justiça absolve jovens presos em protesto

Paulistano quer ciclovia e metrô, mas usa mais carro

18/09/2014

Pedestres se arriscam em calçada estreita

Sem-teto despejados vão para outra invasão no centro

Tiririca e Maluf lideram disputa por vaga na Câmara

Agência faz pouca fiscalização de serviço da Sabesp em SP

Regatas vira clube público

Ônibus adaptado navega no rio Tietê

Comerciante é morto com três tiros na frente de casa

17/09/2014

Confronto entre sem-teto e PM paralisa centro da capital

Moradores dizem a CPI que ficam até três dias sem água

Moradores reclamam de falta de iluminação em escadão

Centro vira palco de guerra com bombas e corre-corre

Empresária é assassinada por ladrões na frente dos filhos

Ucranianos jogam deputado no lixo

16/09/2014

Alckmin maquia programa de combate ao crime na TV

Paciente atira três vezes em médico do Sírio e se suicida

Uniforme deixa ciclistas 'nuas'

Motorista invade ponto de ônibus, mata idosa e fere cinco

Base de Haddad na Câmara faz críticas a novas ciclovias

15/09/2014

Diabetes e hipertensão fazem o coração aumentar e perder força

Homem esfaqueia e mata 1 e fere 2 no Terminal Jabaquara

Próximo governo tem de melhorar investigação policial

Motorista atropela ciclista em ciclovia na Braz Leme

Telecentros têm internet lenta e fora dos padrões

Parceria é segredo de melhor escola

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).