Nas ruas
23/04/2012

Transporte escolar gratuito é bom, mas precisa de ajustes

Paula Felix e Tatiana Santiago
do Agora

O TEG (Transporte Escolar Gratuito) foi criado pela Prefeitura de São Paulo para facilitar o acesso de estudantes deficientes ou que moram a mais de 2 km das escolas de ensino infantil e fundamental.

Atualmente, 77.805 alunos são atendidos pelo programa que conta com quase 2.000 veículos, entre convencionais e adaptados para deficientes.

Em quatro dias, o Vigilante Agora percorreu 11 escolas da capital, de todas as regiões, encontrando unidades onde o serviço funciona bem e outros onde os critérios de seleção não são obedecidos.

Na zona oeste, o pai de um aluno de dez anos que mora a 2,4 km da escola não conseguiu o TEG e desistiu.

No Alto da Lapa (zona oeste), uma das cinco vans do serviço não estava identificada e alunos que moram a mais de 2 km não conseguiram vagas.

Resposta

A Secretaria Municipal da Educação informou, por nota, que abre prazo para que os pais busquem a escola e solicitem o transporte, por meio de uma ficha a ser preenchida todos os anos.

A pasta disse que o número de crianças atendidas pelo programa caiu nos últimos anos, porque os alunos estão sendo matriculados perto de casa. Afirmou ainda que o número de veículos e de alunos deficientes atendidos aumentou.

Sobre o caso de Silene de Sousa, que leva o filho deficiente no colo para a escola na Bela Vista, a pasta afirmou que "escola entrará em contato com a família para providenciar o atendimento".

Para o caso do pai que desistiu do TEG na zona oeste, a secretaria sugeriu que ele preencha o formulário. A pasta disse que a doméstica Rubergane dos Santos e as demais mães que moram na zona norte devem solicitar o TEG na escola da Lapa.

O carro sem identificação que atende a unidade foi orientado a se regularizar.

Sobre a situação do filho de Rosangela Rodrigues, que estuda na zona leste, a pasta informou que havia uma rua movimentada e sem um local seguro para travessia perto da casa da família, mas que obras recentes resolveram o problema.

"Houve diminuição no tráfego e a rua Dr. José do Amaral deixou de ser considerada uma barreira física. Como os alunos moram a um quilômetro da escola, eles não têm direito ao benefício.

Em relação às escolas do Campo Limpo, que transportam um número pequeno de alunos, a pasta disse que as vans levam alunos de outras unidades e preenchem a capacidade.

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora nesta segunda, 23 de abril, nas bancas

Leia mais

Índice

PUBLICIDADE

21/02/2017

Homem é suspeito de matar ex na frente da filha dela

Bebê toma mamadeira com produto de limpeza e morre

Pré-Carnaval dá certo na alegria, mas lixo atrapalha

Um em cada seis clientes de planos de saúde está obeso

Remédios prometidos ainda não chegaram aos postos

Mato alto toma avenidas, ruas e praças de São Paulo

20/02/2017

Aplicativo de celular facilita o diálogo em condomínios

Bomba lançada em briga fere advogada por engano

Estudante atropela e mata o namorado em São Bernardo

Acadêmicos do Baixo Augusta leva 300 mil foliões ao centro

Camisinhas somem dos postos de saúde da capital

19/02/2017

Ex-agente penitenciário atira em policial após confusão

Doria varre menos as ruas que a gestão de Haddad

Foliões invadem largo da Batata no pré-Carnaval

Prainha de represa é opção para driblar ida ao litoral

Pais trocam creche particular por pública de bairro rico

Cutucar pelo encravado pode machucar e inflamar a pele

18/02/2017

Mãe e filha morrem em acidente ao fugir de ladrões

Atrase o seu relógio em 1 hora à meia-noite de hoje

Pacientes do Corujão sofrem com demora para consulta

Veja a lista de remédios que devem chegar aos postos

Obra abandonada de escola vira ponto de uso de drogas

17/02/2017

Quatro suspeitos são mortos em roubos a policiais militares

Carnaval evangélico tem abadás vendidos a R$ 30

Subprefeito do Butantã é acusado de fraude e calote

Novo ensino médio livra rede de ampliar opções a alunos

Horário de verão termina à meia-noite de amanhã

Governo federal fecha sete Farmácias Populares em SP

16/02/2017

PMs são investigados após vídeo indicar execução

Motorista é roubado e carro é queimado em frente à Uber

Alunos da Grande SP iniciam ano letivo sem passe-livre

Adriana Chaves, repórter do Agora, morre aos 40 anos

Mães reclamam de corte no leite e no transporte escolar

15/02/2017

PM que matou publicitária é solto após pagar R$ 4.685

Falta remédio de alto custo em ambulatório do Estado

Aprovadas multa a pichador e restrição a venda de spray

Marginais registram 1ª morte após aumento da velocidade

Doria vai cortar beneficiados e quantidade do Leve Leite

Viagem exige vacina da febre amarela

14/02/2017

Caixa eletrônico é atacado no HC

Pai se entrega e afirma que matou a filha por acidente

Exército vai às ruas do Rio com perigo de motim da PM

Doria promete terminais de ônibus com ar-condicionado

Tribunal aponta nove falhas em contratação do Corujão

Sem luz em sala, escola do Estado faz rodízio de alunos

13/02/2017

Soldado da PM mata publicitária com um tiro na cabeça na zona leste

Bairro planejado vai levar 25 mil novos moradores ao distrito de Pirituba

Pedestre enfrenta problemas como desnível e lixo em pistas de caminhada

Médicos reprovados

Acordo com morador músico evita conflitos por som alto

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).