Nas ruas
23/04/2012

Transporte escolar gratuito é bom, mas precisa de ajustes

Paula Felix e Tatiana Santiago
do Agora

O TEG (Transporte Escolar Gratuito) foi criado pela Prefeitura de São Paulo para facilitar o acesso de estudantes deficientes ou que moram a mais de 2 km das escolas de ensino infantil e fundamental.

Atualmente, 77.805 alunos são atendidos pelo programa que conta com quase 2.000 veículos, entre convencionais e adaptados para deficientes.

Em quatro dias, o Vigilante Agora percorreu 11 escolas da capital, de todas as regiões, encontrando unidades onde o serviço funciona bem e outros onde os critérios de seleção não são obedecidos.

Na zona oeste, o pai de um aluno de dez anos que mora a 2,4 km da escola não conseguiu o TEG e desistiu.

No Alto da Lapa (zona oeste), uma das cinco vans do serviço não estava identificada e alunos que moram a mais de 2 km não conseguiram vagas.

Resposta

A Secretaria Municipal da Educação informou, por nota, que abre prazo para que os pais busquem a escola e solicitem o transporte, por meio de uma ficha a ser preenchida todos os anos.

A pasta disse que o número de crianças atendidas pelo programa caiu nos últimos anos, porque os alunos estão sendo matriculados perto de casa. Afirmou ainda que o número de veículos e de alunos deficientes atendidos aumentou.

Sobre o caso de Silene de Sousa, que leva o filho deficiente no colo para a escola na Bela Vista, a pasta afirmou que "escola entrará em contato com a família para providenciar o atendimento".

Para o caso do pai que desistiu do TEG na zona oeste, a secretaria sugeriu que ele preencha o formulário. A pasta disse que a doméstica Rubergane dos Santos e as demais mães que moram na zona norte devem solicitar o TEG na escola da Lapa.

O carro sem identificação que atende a unidade foi orientado a se regularizar.

Sobre a situação do filho de Rosangela Rodrigues, que estuda na zona leste, a pasta informou que havia uma rua movimentada e sem um local seguro para travessia perto da casa da família, mas que obras recentes resolveram o problema.

"Houve diminuição no tráfego e a rua Dr. José do Amaral deixou de ser considerada uma barreira física. Como os alunos moram a um quilômetro da escola, eles não têm direito ao benefício.

Em relação às escolas do Campo Limpo, que transportam um número pequeno de alunos, a pasta disse que as vans levam alunos de outras unidades e preenchem a capacidade.

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora nesta segunda, 23 de abril, nas bancas

Leia mais

Índice

PUBLICIDADE

29/07/2014

Cohab demite dois e afasta quatro indicados por Paulo Maluf

Sabesp admite que reduz água à noite por economia

Caçambas tomam calçada e pedestre corre risco na rua

Idoso aparece no próprio enterro

Adolescentes são detidos por morte de PM em roubo

28/07/2014

Mochila pesada causa danos à coluna e aos joelhos de crianças

Entorno de estações têm calçadas quebradas e camelôs

Partido de Maluf cobra dízimo de funcionários da Cohab

Temperaturas voltam a subir amanhã na capital

Novo túnel entre as linhas 2 e 4 do Metrô atrasa

Simulado ajuda a passar no Enem, dizem feras na prova

Jovem diz ter sido agredido por PMs antes da chacina

27/07/2014

Aposentado cobra R$ 16 mil do INSS

Musculatura contraída por causa do frio provoca mais câimbras

Templo gigante transforma a vida e o comércio no Brás

Plano particular adota equipes de saúde da família

"Bananal" do Ibirapuera é palco de rolezinho do beijo

Funcionários da prefeitura dão expediente na sede do PP

Oito são assassinados em chacina em Carapicuíba

26/07/2014

Roubo espanta professores de escola, afirmam alunos

Trem sai dos trilhos e trava linha da CPTM por duas horas

Governo não consegue conter alta de roubos em São Paulo

Moradores criticam ciclovia em calçada na zona leste

Polícia não encontra corpo de Eliza e encerra buscas

Em bandejão, Papa come macarrão

25/07/2014

Agência investiga se Sabesp faz racionamento de noite

Semáforo de pedestres não dá tempo para travessia

Anvisa quer mudar maço de cigarro

Sisutec encerra inscrições hoje

Cruz Vermelha desviou grana de doações, diz auditoria

Primo de Bruno indica onde está corpo de Eliza Samudio

24/07/2014

Pronto-socorro reabre e Santa Casa prevê demissões

Promotoria investiga contas e fechamento da Santa Casa

Pedestres criticam buracos e falhas em calçada de viaduto

Maternidade do Santa Catarina fecha em outubro

Cobradora animada tem até mestrado

Cobrador é baleado em troca de tiros na marginal Pinheiros

23/07/2014

Médico e enfermeiro dizem que vigia já estava morto

Pronto-socorro da Santa Casa fecha por falta de dinheiro

Folha de Zona Azul de R$ 3 vai valer até dezembro

1 de cada 3 litros da reserva do Cantareira já foi usado

Pessoas preferem choque a ficar só

Obra em escola faz aluno estudar no meio da poeira

22/07/2014

Ciclovia do centro ganha elogios, mas fica às moscas

Moradores derrubam concreto e reabrem ponte interditada

Dois funcionários de hospital omitiram socorro, diz polícia

Grupo faz barricadas e fecha avenida após morte de jovem

Washington cria calçada de celular

21/07/2014

Um ano depois, faixas de ônibus ainda são invadidas

Para parente de vigia morto, "nem animal é tratado assim"

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).