Nas ruas
13/04/2017

Escola estadual pede doação em troca de ponto em nota

Tatiana Cavalcanti
do Agora

Pais e alunos da Escola Estadual Mário Franciscon, em São Bernardo do Campo (ABC), do governo Geraldo Alckmin (PSDB), afirmam que a diretoria pediu aos estudantes a doação de um quilo de alimento em troca de um ponto na média nas disciplinas de matemática ou de português. O pedido foi feito na semana passada, e as prendas deveriam ser entregues até sexta-feira, dia 7.

Ronny Santos/Folhapress
Aluna da Escola Estadual Mário Franciscon, no ABC
Aluna da Escola Estadual Mário Franciscon, no ABC

Essa situação foi relatada ontem à reportagem do Agora por 11 alunos do ensino médio (2º e 3º anos), 10 do fundamental (5º e 6º anos) e 7 pais de estudantes.

A escola pretendia vender os produtos doados para pagar o conserto das duas bombas hidráulicas da unidade, queimadas há um mês. Segundo um funcionário que pediu para não ser identificado, o reparo de cada bomba custa R$ 1.800. A arrecadação com as doações foi de R$ 900.

"Já mandamos três ofícios ao Estado, mas não resolveu ainda. Sem água, vamos ter que dispensar alunos. Como medida provisória, emprestamos uma bomba particular."

O funcionário disse que no sábado houve uma gincana e que esse bônus na nota seria um ponto positivo para a sala, e não individualmente.

Mas os alunos negam. "Inclusive a sala que levasse mais prendas, sim, ganharia pontos positivos. Mas eles prometeram, sim, nota na média em troca da comida", disse uma aluna de 15 anos do 2º ano.

Os pais dizem que já reclamaram em reuniões e que a diretoria nunca revelou quantos quilos de comida foram arrecadados, o que foi feito com eles nem a verba arrecadada. A mãe de uma aluna do 3º ano afirma que os pais não foram avisados da existência do bazar. "Só havia alunos na gincana. Não faria sentido os estudantes comprarem a comida que nós mesmos doamos", indagou.

Pais mandam produtos 'por medo'

Os pais de alunos da Escola Estadual Mário Franciscon, em São Bernardo (ABC), consideram "lamentável" o pedido da diretoria. Para eles, a escola passou para os alunos a responsabilidade de resolver um problema que é do Estado e do colégio.

"Eu só mandei a prenda porque fiquei com receio de a minha filha ser prejudicada na nota final. Mas considero uma atitude lastimável", afirmou o motorista José de Lima, 60 anos. A filha dele levou um pacote de macarrão na semana passada. Ela estuda no ensino médio.

Lima conta que seus dois sobrinhos estudam na unidade e relataram o mesmo pedido, em troca de nota.

Diz ainda que ligou na Secretaria da Educação e que disseram que essa prática é irregular, mas não explicaram o que ele deveria fazer nem como denunciar.

Para a dona de casa Maria Santos, 43 anos, mãe de um aluno do 6º ano na escola, a prática é abusiva. "Só comprei o óleo para meu filho levar por causa da nota", admitiu a mulher.

RESPOSTA

A Secretaria de Estado da Educação, sob gestão Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou em nota que considera "inadmissível a conduta adotada pela direção da Escola Estadual Mário Franciscon e repudia atitudes que onerem as famílias de qualquer maneira ou que misturem avaliação escolar com qualquer outra fator senão o do desempenho nos estudos".

A pasta determinou que a Diretoria Regional de Ensino de São Bernardo do Campo abra apuração preliminar para averiguar o caso.

Disse ainda que "em nenhum momento" a direção da unidade protocolou pedido para conserto ou manutenção das bombas hidráulicas, mas que enviará técnicos ao local.

LEIA MAIS

Empresas de lixo receberam R$ 600 mi a mais, diz tribunal
Hospital dispensa pacientes com câncer por falta de grana
Agência do Banco do Brasil é saqueada após fechamento

Índice

PUBLICIDADE

23/10/2017

Adolescente baleada corre risco de ficar paraplégica

Hospital São Paulo está sem tomógrafo e kits de exames

Doria faz propaganda de empresa que deve imposto

Avenidas têm três grandes falhas no asfalto a cada 2 km

Notificação por mensagem de celular pode valer no prédio

22/10/2017

Menopausa precoce põe em risco o sonho da maternidade

Medo e depressão marcam vida de vítimas de tragédia

Motorista embriagado mata dois jovens em bicicleta

Remo vira atividade de lazer e saúde para idosos

Paulistanos não conseguem ter internet fixa em casa

'Já perdoei', diz pai de garoto morto por colega

21/10/2017

Morte de macaco por febre amarela fecha Horto Florestal

Torturados pelo tráfico são presos por morte de meninas

Ele apontou para mim, mas virou, diz colega de atirador

Aluno mata dois colegas e fere quatro a tiros em escola de Goiânia

Polícia detém 108 suspeitos de pedofilia em todo o país

20/10/2017

Corpos das duas meninas mortas são identificados

Facção criminosa paulista fornecia fuzis a bandidos da Rocinha

Laudo da prefeitura aponta problemas estruturais em CEU

Doria desiste de servir a comida em pó na merenda

Prefeitura atrasa entrega de leite para 208 mil crianças

19/10/2017

MEC libera Prouni para o professor que é formado

Supremo decide hoje se gay pode ser doador de sangue

Monotrilho de Alckmin até Congonhas dará prejuízo

Doria afirma que vai servir comida em pó na merenda

Multa de trânsito poderá ser paga no cartão de crédito

Vigilante mata ex-mulher e se suicida em Artur Alvim

18/10/2017

Falso policial dos Jardins é reconhecido por 24 mulheres

Acusações sobre a PM podem levar a 200 quebras de sigilo

Tábua dificultava entrada de meninas em baú de veículo

Mercado não pode cobrar por sacola com propaganda

Modelo sofre queimaduras em sessão de bronzeamento

Agressões a motoristas de ônibus crescem na capital

17/10/2017

Quadrilha mata policial em mega-assalto

Tráfico tortura dupla após morte de meninas em favela

Comida para pobres proposta por Doria é alvo de polêmica

Subprefeitura não recolhe carros abandonados na rua

Fila de exames de 30 dias só em 2020, prevê prefeitura

16/10/2017

Síndicos precisam redobrar cuidados com documentação

Polícia mata 1 adolescente por semana na periferia

4 terreiros foram alvos de ataque no Estado desde maio

Abandonado, parque na zona leste tem lago de lama

Ônibus na periferia são sujos, quentes e não têm internet

15/10/2017

Jovem é preso por matar ex-namorada de 16 anos

Crianças devem evitar sucos industrializados e refrigerantes

Garotos pegam pistola de ex-PM e um morre baleado

Bairro da zona leste ganha aplicativo para reclamações

Novo homem-placa distribui folheto em rua movimentada

Inseminação dentro de casa é barata e cria polêmica

14/10/2017

Moradores querem expulsar novo albergue da Barra Funda

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).