Nas ruas
12/04/2017

Agência do Banco do Brasil é saqueada após fechamento

Tatiana Cavalcanti e Ronny Santos
do Agora

A agência do Banco do Brasil da rua Cardoso de Almeida, 202, em Perdizes (zona oeste de SP), fechada em fevereiro, tem sido alvo de saqueadores há um mês. O Agora flagrou, ontem, o momento em que três ladrões quebravam os vidros e furtavam material do local. Policiais militares presenciaram o crime e não fizeram nada.

Ronny Santos/Folhapress
Agência desativada do Banco do Brasil
Agência fechada do Banco do Brasil na rua Cardoso de Almeida, em Perdizes (zona oeste de São Paulo)

Os ladrões recolheram o esqueleto de um provedor de internet, fiação, madeira, paredes e tudo mais que pudessem colocar em seus carrinhos de supermercado por volta das 13h de ontem.

Eles ainda levaram documentos de clientes que continham informações como CPF, endereço residencial e cópias de RG com fotografias.

A reportagem encontrou, entre os documentos, papéis com dados de um motorista de 58 anos que preferiu não se identificar. "É um absurdo saber que confiamos em um banco e é assim que eles tratam nossa vida. Tenho medo de que usem meus dados."

O cheiro de fezes e urina tomava conta do local. Um dos saqueadores, um homem com aparência de 30 anos, sem camisa, de bermuda e chinelo, admitiu à reportagem que o grupo está ali há um mês. "Tiramos o que é interessante para vender. É nosso objetivo", disse o homem, que não quis se identificar. O cofre que guardava documentos foi deixado para trás. "É muito pesado, depois vemos o que fazer."

Reclamação formal

Dois grupos de policiais militares passaram pela agência durante a ação dos ladrões: primeiro, uma dupla, depois, quatro agentes. Nos dois casos, foram questionados pela reportagem. Eles afirmaram que já tentaram retirar esses homens de lá três vezes nos últimos 15 dias, mas que precisavam de reclamação formal do banco ou dono do imóvel para agir.

Segundo a lei, a PM tem o dever de agir ao flagrar crimes como furto. "É um absurdo a polícia não fazer nada. Esses invasores não vão mais sair daqui. Vão degradar o bairro", disse uma mulher aos policiais. Ela não se identificou.

Ficou perigoso, dizem moradores

Moradores e comerciantes temem que haja invasão irregular à antiga agência, em Perdizes (zona oeste de SP), bairro nobre da capital.

"Eles já estão usando drogas à noite. Para morar, vai ser um pulo. Vai ser difícil tirá-los. Acho que ficou perigoso passar aqui", disse a aposentada Maria Cecília de Carvalho, 77 anos.

O porteiro José Mendes da Silva, 54 anos, afirma que percebeu a "quebradeira" há uma semana. "Um derruba as estruturas e o outro recolhe. Trabalham em equipe."

Sem saber da invasão e da destruição da agência, a administradora Linalva de Oliveira, 43, ficou inconformada em ver os homens saqueando o Banco do Brasil, em plena luz do dia. "O lugar estava fechadinho. Não imaginei que isso estivesse acontecendo. Já fui cliente aqui. É inacreditável."

O comerciante Milton Oliveira, 63 anos, teme que mosquitos tragam doenças.

"Esses bichos já se proliferaram aqui nestas duas últimas semanas, neste local abandonado. Fico temeroso de ficar doente."

A Secretaria Municipal da Saúde, sob gestão João Doria (PSDB), disse que enviará uma equipe para supervisionar o local, apesar de não ser foco de mosquitos da dengue e outras doenças.

RESPOSTA

O Banco do Brasil afirma que o imóvel na rua Cardoso de Almeida, em Perdizes (zona oeste), é de sua propriedade e já havia sido bloqueado com tapumes, que foram derrubados após invasões.

O banco diz ainda que será realizada uma obra para fechamento geral do imóvel com estrutura metálica, e que será disponibilizada zeladoria no imóvel, "a fim de se evitarem novas ocorrências".

O banco não deu explicações sobre os documentos de clientes.

A agência encerrou atividades em 28 de fevereiro.

A PM, sob a gestão Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou que vai analisar o caso e intensificar o policiamento na rua.

LEIA MAIS

PMs serão julgados de novo pelo massacre do Carandiru
Greve prejudica 800 mil passageiros de trens
Samu atende mais depois de novos limites nas marginais
Doria diz que vai entregar dois hospitais na periferia
Integração do Bilhete Único vai para R$ 6,80 no sábado

Índice

PUBLICIDADE

23/08/2017

Uma mulher é assassinada a cada quatro dias no Estado

PM cancela licitação para compra de armas no exterior

Para primeira-dama, Doria é capacitado para a Presidência

Prefeitura diz que os gastos com merenda aumentaram

Prefeitura troca entidade que resgata morador de rua

Largo fica sem área para crianças

22/08/2017

Idoso armado é flagrado roubando loja de chocolate

Dois irmãos são mortos a facadas no litoral paulista

Fonte do Ibirapuera volta a encantar

Dispara o número de mortes de motociclistas na capital

Doria quer afrouxar a lei Cidade Limpa nas marginais

Doria gasta R$ 66 mi a menos com merenda no 1º semestre

21/08/2017

Bombeiros exigem lixeiras afastadas das rotas de fuga

Delegado mata a mulher juíza e comete o suicídio

Tucano limita espaço de camelôs na 25 de Março

Após retirar 1.200 árvores, prefeitura engaveta túnel

Banheiros públicos no centro estão sujos e depredados

20/08/2017

Colesterol alto é desconhecido da maior parte da população

Secretário de Doria diz que atitude de escola foi absurda

Dez mulheres sofrem estupro coletivo por dia no Brasil

Pedreira gata trabalha duro, mas não abre mão da beleza

Saga do bruxo Harry Potter encanta idosos em Campinas

19/08/2017

Mortes em assalto crescem no Estado em sete meses

Doria demite o secretário do Verde e Meio Ambiente

Site para transferir pontos de multas não funciona

Escola municipal marca aluno para não repetir merenda

18/08/2017

Empresário morre atropelado em assalto na Fernão Dias

Câmara reserva R$ 769 mil para lanche dos vereadores

Doria demite controladora e escolhe nome ligado à gestão

Santo André perde servidores da saúde após fechar postos

Blitz acha merenda vencida e pombo em refeitório escolar

17/08/2017

Estado quer dar estradas do litoral à iniciativa privada

Falso técnico de futebol é preso acusado de pedofilia

Moradores cobram Doria por viagens para fora da capital

Prefeitura não dá prazo para Vigilância Sanitária ter carro

Ambulatório muda serviços para unidade distante 32 km

16/08/2017

Ladrões queimam veículos após atacar carros-fortes

Gestão Doria desrespeita lei Cidade Limpa em propaganda

Botões sem fio de ônibus falham e irritam passageiros

Agentes da Vigilância nas subprefeituras estão a pé

15/08/2017

Agente penitenciário mata a família no Dia dos Pais

Cães e gatos resgatados na cracolândia vão para adoção

Em clima de campanha, Doria viaja mais a outros Estados

Creche e serviço social dizem que prefeitura atrasa grana

14/08/2017

Prédio pode mudar fachada, mas todos precisam aprovar

Número de moradores de rua tem aumento no Rio

Cabeleireira é morta a tiros na frente das filhas pelo ex

Ruas próximas a escolas têm problemas de sinalização

Intervalo entre os ônibus é a maior queixa de passageiros

13/08/2017

Preso suspeito de matar dona de pet shop no Jabaquara

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).