Grana
12/09/2012

Luz pode ter redução maior do que 16%, afirma Dilma

Folha de S. Paulo

A presidente Dilma Rousseff disse ontem que os cortes no preço da energia elétrica para consumidores residenciais e industriais pode ser maior do que os percentuais anunciados na última semana, de 16,2% a 28%.

O custo menor da conta de luz, entretanto, dependerá de um pagamento de R$ 3,3 bilhões que o governo fará ao setor, além da redução de encargos que deverá ser feita a partir do ano que vem.

A previsão inicial era de que os consumidores residenciais pagassem 16,2% a menos em suas faturas, enquanto as indústrias teriam abatimento de 19% a 28%.

A definição exata sobre o valor do corte --ou seja, além desses percentuais-- dependerá de estudo da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) sobre cada empresa fornecedora de energia.

A Aneel fará a revisão tarifária de todas as distribuidoras de energia do país no início do ano que vem. De acordo com a agência, serão abatidos dos pagamentos encargos como a CCC (Conta de Consumo de Combustíveis), RGR (Reserva Global de Reversão) e parte da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), que não aparecem na conta de luz do consumidor, pois são pagos pelas empresas.

Índice

PUBLICIDADE

12/12/2017

4,92 milhões de idosos estão com o nome sujo

Previdência libera 68 mil benefícios a mais neste ano

11/12/2017

Segurado vai pedir benefício em sindicatos e empresas

Confira dicas e economize com as férias

10/12/2017

Advogados mapeiam juízes em decisões sobre nova CLT

Saiba como o aposentado se prepara para pedir revisão

Veja opções de brinquedos que vão bombar neste Natal

09/12/2017

Sem reforma, haverá cortes, diz Temer

747 mil contribuintes estão na malha fina

Correção da aposentadoria será a menor do Plano Real

08/12/2017

Governo pode devolver cargos em busca de votos

Supremo garante correção maior em ações trabalhistas

07/12/2017

Governo quer decidir reforma sem ter votos

Regra 85/95 fica ainda mais vantajosa após novo fator

06/12/2017

Veja os supermercados mais baratos da capital

Veja o que o aposentado resolve sem ter que ir ao INSS

05/12/2017

Gás de cozinha sobe R$ 5 a partir de hoje

Mude a data do pedido do benefício para ganhar mais

04/12/2017

Ainda dá tempo de conseguir vaga temporária no Natal

Acordo para pagar perdas da poupança chega ao Supremo

03/12/2017

Loteria pela internet pode movimentar R$ 6,7 bilhões

Siga 10 mandamentos para não se enrolar com dívidas

Confira o valor do benefício de quem já vai se aposentar

02/12/2017

Sem apoio para reforma, Temer evita jogar a toalha

Segurado vai trabalhar mais dois meses com novo fator

01/12/2017

Paulistas vão pagar menos IPVA em 2018

Governo não tem votos para aprovar nova Previdência

30/11/2017

Fila de precatórios terá de ser zerada em 2024

Veja quanto o trabalhador vai receber de 13º salário

29/11/2017

Preço da gasolina já subiu R$ 0,21 neste ano

Revisão da poupança deve começar a ser paga até junho

28/11/2017

Educação estadual convoca hoje 5.243 professores

Agende a aposentadoria até 5ª para ganhar mais

Conta de luz terá taxa extra menor

Sai acordo que cobre as perdas de planos econômicos

27/11/2017

Trabalhador encontra 8.375 vagas no Estado

Saiba quem ganha e quem perde grana com a reforma

SP vota regra que facilita sujar nome

Idosos sofrem reajustes abusivos no plano de saúde

26/11/2017

Segurada espera benefício há 4 anos

Veja o que muda na vida do trabalhador com a nova CLT

25/11/2017

Consumidor reclama de fraudes na Black Friday

Veja em que ano poderá se aposentar com a reforma

24/11/2017

Veja as idades mínimas para se aposentar após a reforma

Bancos antecipam saque da cota do PIS de idosos

23/11/2017

Confira as novas propostas de reforma da Previdência

Compra cancelada lidera queixas na Black Friday

Benefício integral só sairá com 40 anos de contribuição

22/11/2017

Negociação da reforma pode entrar na reta final

Justiça libera atrasados para 74.028 segurados do INSS

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).