Grana
12/09/2012

Luz pode ter redução maior do que 16%, afirma Dilma

Folha de S. Paulo

A presidente Dilma Rousseff disse ontem que os cortes no preço da energia elétrica para consumidores residenciais e industriais pode ser maior do que os percentuais anunciados na última semana, de 16,2% a 28%.

O custo menor da conta de luz, entretanto, dependerá de um pagamento de R$ 3,3 bilhões que o governo fará ao setor, além da redução de encargos que deverá ser feita a partir do ano que vem.

A previsão inicial era de que os consumidores residenciais pagassem 16,2% a menos em suas faturas, enquanto as indústrias teriam abatimento de 19% a 28%.

A definição exata sobre o valor do corte --ou seja, além desses percentuais-- dependerá de estudo da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) sobre cada empresa fornecedora de energia.

A Aneel fará a revisão tarifária de todas as distribuidoras de energia do país no início do ano que vem. De acordo com a agência, serão abatidos dos pagamentos encargos como a CCC (Conta de Consumo de Combustíveis), RGR (Reserva Global de Reversão) e parte da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), que não aparecem na conta de luz do consumidor, pois são pagos pelas empresas.

Índice

PUBLICIDADE

31/07/2014

Aposentado até 1997 pode acumular auxílio-acidente

Zona leste tem aluguel mais barato da capital

30/07/2014

Conta de luz ficará até 25% mais cara no país

Veja o valor das duas parcelas do 13º dos aposentados

29/07/2014

Governo confirma que 13º do INSS sairá no mês que vem

Carro zero sai com desconto e sem juros

28/07/2014

Veja como a dona de casa garante a aposentadoria

Veja seguros de carro para os idosos

Veja como regularizar a compra do imóvel

27/07/2014

Veja os direitos dos clientes que têm TV por assinatura

Veja o que fazer para ter uma aposentadoria de R$ 2.500

Com dívidas, consumidores compram menos comida

26/07/2014

Justiça garante antecipação da revisão dos auxílios

Lojas têm aquecedores a partir de R$ 59,90

Reajustes de convênio e de energia fazem inflação subir

25/07/2014

Governo deve pagar mais atrasados do INSS em 2015

Decisão da poupança sairá só após as eleições

24/07/2014

Comissão aprova aumento maior para aposentados

Fazer churrasco ficou mais caro neste ano

23/07/2014

Tribunal manda INSS reduzir 100 mil benefícios no país

Conta de telefone fixo fica mais barata em São Paulo

Medicamentos já são vendidos com desconto

22/07/2014

Cliente já encontra remédio com até 12% de desconto

Alimentos darão alívio ao bolso até novembro

Bancos lucraram menos com planos econômicos

21/07/2014

Confira quanto custa ter um seguro residencial na capital

Benefício de deficiente sai, mas com restrições

Veja se há erros no cálculo da sua aposentadoria do INSS

20/07/2014

Veja pacotes de viagens para a baixa temporada

Confira o benefício de quem tem o maior desconto do INSS

Saiba escolher a melhor hora para comprar o carro novo

19/07/2014

INSS em São Paulo demora mais para conceder benefício

Para Procuradoria, lucro dos bancos foi menor

18/07/2014

15.600 terão atrasados acima de R$ 40.680 em 2015

Juros nas financeiras podem variar 10 vezes

17/07/2014

Demora no pagamento do INSS aumenta os atrasados

A cada carro novo, três usados são vendidos

Bancos não oferecem pacotes de tarifas mais vantajosos

16/07/2014

Justiça garante revisão para segurado fora da lista do INSS

Convênios vão aplicar o reajuste de 9,65%

Créditos da Nota Paulista começam a ser calculados

15/07/2014

Tribunal vê risco de falha na concessão de aposentadorias

Trabalhador já pode sacar a grana do PIS

14/07/2014

Fique de olho nos preços e economize

Veja os documentos para todos os benefícios do INSS

Receita paga o 2º lote de restituição do IR amanhã

13/07/2014

Confira a aposentadoria de quem tem de 50 a 60 anos

Atraso na entrega do imóvel pode garantir juros menores

Veja os direitos de quem desiste da viagem de férias

12/07/2014

400 mil segurados ainda terão atrasados de até R$ 67

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).