Nas ruas
16/07/2017

Lista do auxílio-aluguel tem indícios de fraude na capital

William Cardoso e Aline Mazzo
do Agora

Enquanto 10.700 paulistanos aguardam na fila do auxílio-aluguel na capital, a lista de beneficiários tem indícios de fraude. Pessoas podem estar recebendo dinheiro dos cofres públicos há anos sem ter o direito a ele.

O Agora detectou uma série de informações suspeitas no cadastro de beneficiados publicado pela prefeitura no portal oficial "HabitaSampa".

A lista tem nomes, datas e valores inconsistentes. Aponta, por exemplo, gente recebendo grana desde 2004, o que não ocorre efetivamente.

Foi a Secretaria Municipal da Habitação, da gestão João Doria (PSDB), que indicou a lista para consulta da reportagem. Depois dos questionamentos feito pela Agora, a prefeitura afirmou que a relação está desatualizada e que faz uma revisão para detectar irregularidades.

Resposta
O secretário municipal da Habitação, Fernando Chucre, disse que está fazendo o trabalho de recadastramento e revalidação dos dados do auxílio-aluguel para poder dar publicidade e verificar "fraude ou duplicidade". "A nossa tese é de dar transparência total em relação a esses dados para não ter furo, não ter fraude." Ele disse que o pente-fino levará em consideração até onde vive a pessoa. "Por exemplo, com cartão eletrônico, tem 700 famílias que recebem no Maranhão, no Rio Grande do Sul, no Paraná. Elas continuam vinculadas? A gente tem que chamar aqui. Se for o caso, vamos cancelar e fazê-los aparecer para saber por que estão recebendo lá", afirma.

Chucre diz que não haverá retirada de direitos, mas apontou que há discussões para que o auxílio-aluguel seja concedido somente para casos relacionados à habitação. "Auxílio-aluguel virou solução para todo tipo de situação de vulnerabilidade social", afirmou, apontando "falta de fiscalização e elasticidade dos critérios". "A longo prazo, se colocar no gráfico o crescimento do auxílio-aluguel, a secretaria vai virar uma agência de concessão de benefício temporário." Chucre afirmou que há pessoas que ficam na lista por muito tempo porque o empreendimento habitacional ao qual teriam direito está muito distante de onde moram. "Você não consegue pegar essa pessoa que tem uma família, um trabalho, um monte de coisas em um lugar e colocá-la a 30 km de distância, do outro lado da cidade. Não é tão simples."

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora, nas bancas neste domingo, 16 de julho, nas bancas

Índice

PUBLICIDADE

12/12/2017

Vítima reage e morde orelha de assaltante

Soldado é preso acusado de matar a mulher PM a tiros

Apenas uma em 10 escolas da elite do Enem é pública

Ônibus derruba viga de túnel e motorista de carro sai ilesa

Prefeitura perde 411 médicos em 10 meses de gestão Doria

11/12/2017

Barulho alto no prédio pode gerar multa mesmo de dia

Caetano Veloso emociona em show com clássicos no largo da Batata

PM é morto por ladrões ao fazer bico de motorista

Falta de manutenção leva riscos a piscinas municipais

Número de motoristas que recusam bafômetrro aumenta

10/12/2017

SUS vai distribuir novo remédio para o tratamento de alzheimer

Menina morre em parquinho após suporte de balanço cair

Natal de luz está de volta a Guararema

Papais-noéis já dirigem ônibus iluminados na capital

Idoso cata papelão para alimentar moradores de rua

Alunos mobilizam Guarujá a mudar nome de avenida

Anel e pulseira para celular viram defesa contra furtos

09/12/2017

Mulher e amante são presos suspeitos de matar bombeiro

Funcionário é acusado de abusar de paciente em UPA

Inspeção veicular passa a ser obrigatória no Brasil em 2020

Estudantes são dispensados mais cedo por furto de fios

Radar campeão de multas fica na av. dos Bandeirantes

08/12/2017

Homem mata adolescente que tinha caso com mulher

Assediada pode processar firma de transporte

Alckmin segura gasto com verba antienchente em SP

Prefeitura cria UPA para 'salvar' o Hospital São Paulo

Doria suspende obras de 6 CEUs por mais quatro meses

07/12/2017

Policiais fazem selfie com chefão do tráfico preso no Rio

Mulher mata grávida para ficar com o bebê

Reforma acaba e relógio da Luz volta a funcionar

Aposentado é acusado de injúria racial em mercado

Serviço ilegal de mototáxi segue na zona sul da capital

Pontos de lixo viram áreas de lazer e cultura em bairros

06/12/2017

Interdição no Santa Marcelina superlota unidades ao redor

Vândalos furtam e destroem centro de cidadania LGBT

Homem morre ao pular de mezanino em estação

Doria recusa ser comparado a petista e diz que vai trabalhar

'Era eu ou ele', diz PM que matou 2 com o filho no colo

Serviço ilegal de mototáxi faz sucesso na zona sul da capital

05/12/2017

Faculdade entra em greve e alunos ficam sem aulas

Bala perdida mata garoto de 10 anos

Menino participa de assalto a apartamento em Moema

Vigilância Sanitária fecha PS do Hospital Santa Marcelina

Doria usa prédios doados para fazer abrigos de luxo

04/12/2017

3 bairros ficam sem água após rompimento de adutora

Doria diz que não é preciso estudar mortes nas marginais

Mato e sujeira voltam a locais que receberam a Cidade Linda

Confira a resposta na íntegra da Secretaria Municipal da Saúde

Banheiros e salas de espera de hospitais estão sujos

03/12/2017

Naufrágio de 1916 ainda esconde segredos em Ilhabela

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).