Brasil
30/01/2012

R$ 6,4 milhões em doações feitas a tribunais desaparecem

Folha de S.Paulo

Uma investigação realizada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) descobriu que em torno de R$ 6,4 milhões em bens doados pelo órgão a tribunais estaduais desapareceram.

Relatório inédito do órgão, a que a reportagem teve acesso, revela que as cortes regionais não sabem explicar onde foram parar 5.426 equipamentos, entre computadores, notebooks, impressoras e estabilizadores, entregues pelo conselho para aumentar a eficiência do Poder Judiciário.

A auditoria mostra ainda que os tribunais mantêm parados R$ 2,3 milhões em bens repassados.

Esse material foi considerado "ocioso" pelo conselho na apuração, que foi encerrada no dia 18 de novembro.

O CNJ passa por crise interna, envolvendo, entre outras coisas, a fiscalização nos Estados, principalmente os pagamentos a magistrados.

A conclusão da auditoria revela que o descontrole pode ir além da folha de pagamento.

Diante da situação, o CNJ decidiu suspender o repasse de bens a quatro Estados: Paraíba, Tocantins, Rio Grande do Norte e Goiás.

Os três primeiros estão com um índice acima de 10% de bens "não localizados", limite estabelecido para interromper o repasse. Já o tribunal goiano, segundo a auditoria, descumpriu regras na entrega de seus dados.

Além desses quatro, a investigação atingiu outros 12 Estados que, numa análise preliminar, também apresentaram irregularidades.

Desses, apenas Espírito Santo e Rio Grande do Sul encontraram todos os bens.

Os demais não foram punidos com bloqueio, mas têm até maio -quando uma nova auditoria será feita- para mostrar as providências que estão tomando para localizar os equipamentos.

Resposta

A assessoria do tribunal da Paraíba disse que a presidência da Corte baixou uma portaria neste ano para que uma comissão encontre todo o material em 45 dias.

O TJ de Tocantins disse que uma comissão de inventário iniciou um trabalho para resolver os problemas dentro do prazo dado pelo Conselho Nacional de Justiça.

O tribunal do Rio Grande de Norte abriu uma auditoria para localizar os bens.

A Corte goiana argumentou que houve problema técnico no envio dos dados ao CNJ e que, por isso, as doações foram suspensas.

Índice

PUBLICIDADE

13/12/2017

Lula será julgado pela 2ª instância em 24 de janeiro

12/12/2017

Cúpula que defende reforma se aposentou antes dos 60

11/12/2017

Ministros usam FAB para dar carona a parentes e lobistas

10/12/2017

Alckmin assume o PSDB e poupa Temer de críticas

09/12/2017

Alckmin deverá jogar duro contra PT em discurso hoje

08/12/2017

Supremo quebra os sigilos bancário e fiscal de Aécio

07/12/2017

Com vergonha, Tiririca desiste da política

06/12/2017

Temer ameniza fala de Meirelles sobre o PSDB

05/12/2017

Para tucanos e governistas, falta habilidade a Meirelles

04/12/2017

Temer reúne Maia e centrão para discutir eleições de 2018

02/12/2017

PIB de 0,1% garante a 3ª alta seguida da economia

01/12/2017

Alckmin tenta empréstimo bilionário em ano eleitoral

30/11/2017

Temer pressiona o PSDB a apressar saída do governo

29/11/2017

Fortalecido, Alckmin terá de encarar novas barreiras

28/11/2017

PSDB sela acordo e Alckmin assumirá comando da sigla

27/11/2017

Ministros privilegiam seus redutos durante viagens

26/11/2017

Temer tenta destravar fila de projetos no Congresso

25/11/2017

Juiz desconfia de agressão falsa e transfere Garotinho

24/11/2017

Maioria do STF quer limitar foro, mas decisão é adiada

23/11/2017

Temer recua após 'nomear' o deputado da dancinha

22/11/2017

Tribunal manda deputados do Rio de volta para cadeia

21/11/2017

'Uma mala' não prova nada, diz diretor da PF sobre Temer

20/11/2017

Cotado a ministério foi aliado de bicheiro, aponta relatório

19/11/2017

Após 6 meses, delação da JBS investiga poucos políticos

18/11/2017

Assembleia tira a cúpula do PMDB do Rio da cadeia

17/11/2017

Cacique do PMDB do Rio, Picciani se entrega à polícia

16/11/2017

Ministro Picciani direcionou licitação, diz marqueteiro

15/11/2017

Ação atinge deputados do Rio

Ministro do Supremo rejeita delação e questiona a PGR

14/11/2017

Tucano deixa Cidades e inicia saída do partido do governo

13/11/2017

Evento do PSDB paulista tem coro de 'fora, Aécio'

12/11/2017

Mercado vê Bolsonaro como opção contra Lula em 2018

11/11/2017

Parlamentares ganham a semana toda de feriadão

10/11/2017

Sob pressão, Aécio retira Tasso do comando tucano

09/11/2017

Após pressão, Temer decide trocar o diretor-geral da PF

08/11/2017

Ex-procurador orientou JBS em delação, indica e-mail

07/11/2017

Prova contra o presidente Temer foi forjada, diz Cunha

06/11/2017

Fiscalização vê caixa preta e manobra fiscal de Alckmin

05/11/2017

Bolsonaro e Marina podem ter menos TV que Enéas

04/11/2017

Dez prefeitos de capitais podem concorrer em 2018

03/11/2017

Fugas ao exterior criam obstáculo para ação de Moro

02/11/2017

Dodge vê repasse ilegal da Odebrecht para Aloysio

01/11/2017

Gilmar barra transferência de Cabral a presídio federal

31/10/2017

Pesquisa aponta que 22% dos brasileiros são pobres

30/10/2017

Nova lei deverá tornar mais difícil renovação da Câmara

28/10/2017

Aliados de Temer querem logo a reforma ministerial

27/10/2017

Governo não tem mais votos para projetos, afirma Maia

Temer libera 40% a mais a deputado que votou com ele

26/10/2017

Deputados barram segunda denúncia contra presidente

Temer é levado a hospital para desobstruir a bexiga

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).