Brasil
04/07/2018

Justiça condena Eike Batista por propina paga a Cabral

Folha de S.Paulo

O empresário Eike Batista foi condenado a 30 anos de reclusão na ação penal em que é acusado de ter pago propina ao ex-governador Sérgio Cabral (MDB).

É a primeira sentença criminal contra o ex-bilionário.

Ele foi considerado culpado pelos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro pelo juiz federal Marcelo Bretas.

O magistrado também impôs ao emedebista uma pena de 22 anos e 8 meses de prisão.

É a sexta condenação contra o ex-governador, que acumula agora 123 anos e 4 meses de prisão.

A sentença é decorrente da Operação Eficiência, na qual Eike foi acusado de ter pago US$ 16,6 milhões –o equivalente a R$ 51,9 milhões– em 2011 a Cabral.

O pagamento ocorreu no exterior por meio dos doleiros Renato e Marcelo Chebar.

Resposta

O advogado Fernando Martins, que defende Eike, afirmou que vai recorrer.

"Toda a acusação contra Eike Batista está baseada, unicamente, na posição de gerência de suas empresas, na relação que possui com o empresário Flávio Godinho, na colaboração dos irmãos Chebar e em interpretação criativa do órgão ministerial, que apresenta fatos que não foram narrados pelos colaboradores e que não podem ser depreendidos das informações por eles prestadas", diz a peça.

A defesa de Cabral chamou a sentença de injusta.

A defesa de Ancelmo declarou acreditar que a segunda instância reformará a sentença.

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora, nesta quarta, 4 de julho, nas bancas

Índice

PUBLICIDADE

21/11/2018

Bolsonaro decide manter ministro de Temer na CGU

Justiça sob Sergio Moro quer asfixiar o crime organizado

20/11/2018

Moro leva time da Lava Jato para trabalhar em Brasília

Não se cogita privatização, diz futuro chefe da Petrobras

15/11/2018

Embaixador vai assumir a pasta de Relações Exteriores

Lula questiona Lava Jato e nega acusações sobre sítio

Cuba sai do Mais Médicos por divergir de Bolsonaro

14/11/2018

Procuradoria apura mais um caixa 2 de Onyx Lorenzoni

10/11/2018

Bolsonaro não é a volta dos militares, afirma Villas Bôas

Delatores da JBS e vice de Minas Gerais vão para cadeia

Bolsonaro afirma que vai querer conhecer Enem antes

09/11/2018

Ministros do Supremo dizem que reajuste não é aumento

Deputados do Rio são presos por suspeita de mensalinho

08/11/2018

Senado aprova reajuste para ministros do Supremo

Oficial da Marinha deve ir para a pasta da Defesa, diz Mourão

07/11/2018

Presidente eleito defende Constituição e recebe avisos

Bolsonaro é moderado e sensato, afirma Sergio Moro

06/11/2018

Procuradoria pede urgência para julgamento de Battisti

Estrutura para a transição aponta fusão de ministérios

05/11/2018

Em culto, Bolsonaro chora e diz atribuir vitória a Deus

03/11/2018

País teve ao menos 41 casos de agressão à livre expressão

Doria mudou estratégia na reta final para frear França

Moro deve ter confronto de ideias com ministros do STF

02/11/2018

Petistas criticam decisão de magistrado ir para governo

Juiz forçou os limites da lei para combater a corrupção

Moro deixa Lava Jato e terá superministério da Justiça

01/11/2018

Primeira lista para equipe de transição tem 22 nomes

Ciência e Tecnologia terá astronauta como ministro

Jair Bolsonaro indica corte de metade dos ministérios

31/10/2018

Economia terá fusão de pastas em superministério

Moro se diz honrado com possível convite de Bolsonaro

Mackenzie suspende aluno que falou em 'negraiada'

30/10/2018

Doria nega ser linha auxiliar de Bolsonaro

França venceu por 17 votos em Santos

Bairro mais Bolsonaro quer segurança e economia melhor

Filhos de eleito divergem e têm semelhanças com pai

Capitão terá mais de 10 mil cargos de livre nomeação

Bolsonaro quer Moro em ministério ou no Supremo

29/10/2018

PSL conquista 3 estados e terá 14 governos aliados

Com Doria, PSDB se mantém no poder por 28 anos em SP

Grandes cidades do interior paulista dão vitória a tucano

Em São Paulo, Doria encolhe e França fatura de lavada

Capitão reformado vence em 52 de 58 regiões da capital

Militar arrasa o PT em 99 das cem maiores cidades de SP

'Verás que um professor não foge à luta', diz Haddad

Corte de ministérios está entre as primeiras medidas

Do interior de SP às carreiras militar e política no Rio

Em discursos, Bolsonaro fala em liberdade e democracia

Capitão perde para Haddad apenas na região Nordeste

Bolsonaro é eleito presidente

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).