Brasil
11/10/2016

Lula é acusado de receber propina por obras em Angola

Folha de S.Paulo

A Procuradoria da República no DF denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e mais nove pessoas por um suposto esquema de desvios envolvendo a empreiteira e a liberação de verbas do BNDES para obras em Angola.

Lula foi denunciado pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e corrupção passiva.

Um dos denunciados é Taiguara Rodrigues, sobrinho da primeira mulher do petista.

A denúncia sobre o papel de Lula foi dividida em duas fases: a primeira de 2008 a 2010, quando ele ainda era presidente e a segunda, entre 2011 e 2015.

Resposta

O advogado Cristiano Zanin Martins, que defende o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , afirmou que a denúncia apresentada ontem "aparentemente" trata-se de "mais uma acusação frívola".

Ele afirmou, porém, que essa análise só será possível após ter acesso à denúncia.

"O Presidente da República não participa das decisões colegiadas do BNDES que concedem empréstimos, as palestras do ex-presidente Lula foram realizadas e estão devidamente comprovadas e ele não tem qualquer participação nos negócios do Taiguara [Rodrigues, parente do petista citado por investigadores]. Então esses são fatos que mostram aparentemente tratar-se de mais uma acusação frívola", disse Martins.

O BNDES disse ainda que colabora com os órgãos de controle e com a Polícia Federal prestando todas as informações solicitadas. Roberto Podval, que defende Rodrigues, disse que vai se manifestar quando tiver acesso à denúncia.

A Odebrecht não se manifestará.

Os advogados de Lula, em defesa apresentada à Justiça Federal do Paraná ontem, pediram que a ação contra o petista no caso do tríplex do Guarujá deixe a Justiça Federal em Curitiba.

A manifestação é uma resposta à denúncia aceita por Moro no mês passado.

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora nesta terça, 11 de outubro, nas bancas

Índice

PUBLICIDADE

22/10/2018

Prestígio com Bolsonaro preocupa cúpula militar

21/10/2018

Empresa fez proposta para disparo ilegal de mensagens

20/10/2018

Polícia Federal apreende adesivos irregulares de Doria

WhatsApp bloqueia contas, e Justiça apura ação anti-PT

19/10/2018

Em debate, Doria e França se acusam sobre PT e traição

Ministros do TSE defendem cautela contra notícia falsa

Bolsonaro nega controlar o uso ilegal de WhatsApp

17/10/2018

Polícia Federal indicia Temer

Propostas de Doria e França na segurança ignoram facção

Governo não será de maioria de militares, diz Bebianno

Ataque de irmão de Ciro põe frente pró-Haddad em xeque

16/10/2018

Bolsonaro soma 59% dos válidos, e Haddad tem 41%

Aliados de Bolsonaro já disputam espaço e indicações

15/10/2018

Candidatos terão de mudar Constituição para projetos

14/10/2018

Haddad afirma que faltou controle interno na Petrobras

Com 73% de verba pública, 1º turno custa R$ 2,82 bi

12/10/2018

Haddad planeja arrecadar R$ 80 bilhões com super-ricos

Crescem relatos de violência depois do primeiro turno

11/10/2018

Capitão deverá ficar fora de debates até semana que vem

Doria deixa projetos sem conclusão e quebra promessa

10/10/2018

Alckmin reage a ofensiva e insinua que Doria é traidor

Ministério Público investiga guru econômico de Bolsonaro

09/10/2018

Sem grana no banco, Witzel gastou metade do patrimônio

Eleição rifa clãs políticos, mas reforça outras famílias

Janaina diz que deixa Bolsonaro se ele for autoritário

Aliados de Jair Bolsonaro dominam votação na capital

PSL pula de partido nanico para 2ª bancada da Câmara

Jovem da periferia é a 6ª mais votada para a Câmara

Doria e França moderam discurso sobre Bolsonaro

Meirelles gasta R$ 42 por voto e Daciolo, 1 centavo

Santana e Piraporinha são extremos do voto na capital

Capitão sonda executivos para integrar eventual governo

Haddad deixa de visitar Lula e Bolsonaro mira antipetismo

08/10/2018

Bolsonaro puxa partidos nanicos para governador

Haddad vence no Nordeste e garante segundo turno

Bolsonaro vence em 54 das 58 zonas eleitorais da capital

Desempenho de Alckmin é o pior do PSDB, que racha

Capitão se dá melhor em 97% das cidades do estado

Bolsonaro volta a acusar fraudes em urnas eletrônicas

Depois de 'milagre', Haddad sai em busca de alianças

Bolsonaro e Haddad vão disputar o segundo turno

Janaina Paschoal e youtuber são campeões de votos

Filho de Bolsonaro vence por SP em votação histórica

Major Olimpio e Mara Gabrilli são eleitos para o Senado

Márcio França conta com o litoral para ir ao 2º turno

Doria domina e zona leste leva França ao segundo turno

Disputa pelo segundo turno será entre Doria e França

07/10/2018

Marina encolhe em três meses e chega nanica à reta final

Ciro ajudou a pautar eleição, mas não evitou isolamento

Estratégia se frustra e Alckmin perde espaço

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).