Nas ruas
13/03/2018

Doria resolve mais queixas, mas é mais lento que Haddad

William Cardoso
do Agora

Aumentou a demora para o atendimento de pedidos de zeladoria urbana feitos por meio do 156 na gestão João Doria (PSDB), na comparação com o antecessor Fernando Haddad (PT).

Limpeza e varrição, capinação de áreas verdes, remoção de veículo abandonado, cata-bagulho, instalação e reparo de lixeiras, poda de árvores são alguns dos serviços que testaram a paciência do paulistano em 2017. Por outro lado, o tucano concluiu mais pedidos no geral.

No cálculo, o Agora levou em consideração apenas solicitações feitas e finalizadas dentro do próprio ano.

O tempo médio de espera foi multiplicado por quatro no caso da remoção de grandes objetos (cata-bagulho), por exemplo.

Quem pediu para a prefeitura recolher um sofá aguardava, em média, 32 dias com Haddad.

Na gestão Doria, esse prazo passou para 130 dias. Também aumentou muito o tempo para instalação, reparo e limpeza de lixeira, pulando de um mês para três meses e meio.

Resposta

O secretário das Prefeituras Regionais, Cláudio Carvalho, afirmou que a gestão Fernando Haddad (PT) deixou muitos pedidos em aberto (265.352), o que sobrecarregou o trabalho da atual administração.

Segundo ele, a prefeitura também ficou com um rombo de R$ 7,5 bilhões.

Carvalho reconhece as falhas no atendimento aos pedidos e diz que, em 60 dias, já será possível notar a melhoria nos serviços, com a contratação de novas equipes.

Sobre os casos pontuais, a Secretaria das Prefeituras Regionais diz que faria vistorias nesta semana e, constado algum problema, os serviços seriam realizados.

Sempre que questionada a respeito do rombo apontado pela atual administração, a assessoria da gestão Haddad afirma que foram deixados R$ 5,5 bilhões em caixa para Doria.

Sobre o 156, a gestão Haddad diz que atendeu a todos os pedidos pertinentes feitos pelos cidadãos.

"E fez isso diante da maior presteza possível, ainda que se levasse em conta que a Prefeitura de São Paulo é uma máquina administrativa gigantesca, com diversas instâncias de solução", afirma, em nota.

A gestão Haddad diz, ainda, que aprimorou o 156 herdado da gestão Kassab, o que permitiria maior agilidade à gestão Doria.

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora, nesta terça, 13 de março, nas bancas

Índice

PUBLICIDADE

22/03/2019

Casos de dengue triplicam na capital

Manchete da edição nº1 falava sobre investigação aberta contra Maluf, agora preso

Empresário é morto em tentativa de roubo no ABC

Serviço funerário é o pior da prefeitura, diz Bruno Covas

Represas em SP terão plano de ação para emergências

Em 20 anos, as lentes dos fotógrafos do Agora registraram a história

Agora completa 20 anos a serviço do leitor

Agora é campeão de vendas nas bancas do estado de São Paulo

Celebridades e figuras públicas parabenizam os 20 anos do Agora

Agora, 20 anos

Enxurrada mata mãe e filha em Bauru

21/03/2019

Café da manhã saudável deve ser a principal refeição

Remoção de grafite em prédio gera polêmica em São Paulo

Síndico deve se precaver caso o condomínio alagar

Gestão Doria demite 3 por carne de frigorífico interditado na merenda

Falta de informação prejudica visita ao Memorial da América Latina

Crianças de escolas públicas são barradas em shopping de elite em SP

Dengue se espalha no interior de SP; Bauru é a cidade com mais mortes

Total de mortes nas chuvas de verão aumenta em São Paulo

Falso médico é preso em Guarulhos por aplicar silicone industrial

Casal afunda em buraco no piso da própria casa em SP

Dupla usava site de vendas para aplicar golpes na capital paulista

Governo de SP usa carne de frigorífico interditado na merenda escolar

20/03/2019

Com ajuda de cão, PM apreende mais de 300 kg de drogas em Paraisópolis

Barrar agressores de tirar OAB é positivo, dizem especialistas

Covas quer conceder por R$ 1,1 milhão por 35 anos parque criado em 2016

Ibirapuera ganha ovo gigante

Santo André tem dois casos de feminicídio em sete horas

Terceiro suspeito é detido e vai para a Fundação Casa

Covas quer dar anistia para os imóveis irregulares em SP

Alerta do Waze para áreas de crimes irrita moradores

19/03/2019

Bando rouba mercadoria apreendida pela prefeitura

Vítimas das enchentes ainda estão contando os estragos

PSDB fica na fila e consegue barrar criação da CPI da Dersa

Raul Brasil volta a receber alunos hoje após massacre

17/03/2019

Falta de informação prejudica visita ao complexo cultural

Memorial completa 30 anos com desafio de atrair público

Síndico deve se precaver contra alagamentos

Escola alvo de massacre é reaberta para professores

Meningite bacteriana é o tipo mais perigoso e pode até matar

16/03/2019

Polícia atendeu 69 ligações sobre massacre em Suzano

Após 4 meses, viaduto da marginal Pinheiros é liberado

ONG faz apelo para artista britânico grafitar a unidade

Polícia de SP apura sumiço de 600 kg de droga trocados por cal e madeira em delegacia

Congonhas ganha fila no desembarque

Justiça condena madrasta e pai pela morte de Bernardo

Bairros alagados demoraram 100 dias para limpar córrego

Terceiro suspeito de ataque é liberado após ser ouvido

15/03/2019

Escoteiros prestam homenagem a Samuel em cemitério de Suzano

Oito vítimas ainda seguem internadas, três delas na UTI

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).