Trabalho
21/06/2011

Governo quer dar FGTS para domésticas

Folha de S.Paulo

O Brasil deve seguir a convenção da OIT (Organização Internacional do Trabalho) e equiparar os direitos das empregadas domésticas aos dos outros trabalhadores. Isso significa que essas trabalhadoras terão direito ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), ao abono salarial, ao seguro-desemprego e ao pagamento de horas extras.

Segundo o ministro Carlos Lupi (Trabalho), o ministério vai elaborar uma proposta que será enviada para a avaliação da presidente Dilma Rousseff até o fim do ano. Na semana passada, a OIT aprovou uma convenção que amplia para os trabalhadores domésticos os direitos de outras categorias. Lupi disse que essa decisão recomenda que os países signatários tomem medidas semelhantes.

Hoje, as empregadas domésticas têm os seguintes direitos: remuneração com base no salário mínimo, 13º salário, repousos semanais, feriados remunerados, 30 dias de férias mais o adicional de um terço, licença-maternidade e estabilidade para gestantes.

Segundo Lupi, o Brasil conta hoje com 7 milhões de empregados domésticos. Desses, apenas 10% estão formalizados. Para ele, esse projeto tem como objetivo legalizar a situação dessas trabalhadoras.

Além de benefícios para as trabalhadoras, o projeto deve trazer algumas vantagens para os empregadores, como incentivos fiscais e menor alíquota para a contribuição à Previdência Social. Há um projeto de lei no Congresso Nacional propondo a redução da contribuição do empregador doméstico de 12% para 6%, e a do empregado para a alíquota única de 6% (hoje varia de 8% a 11%).

Índice

PUBLICIDADE

30/05/2015

Sindicatos protestam contra terceirização e ajuste fiscal

29/05/2015

Greve de professor perde força e divide categoria

28/05/2015

Indústria e serviços demitem 70 mil trabalhadores

27/05/2015

GM dará folgas e férias para 5.000 operários

26/05/2015

ABC vai cortar mais de mil metalúrgicos

25/05/2015

Concursos oferecem 3.027 vagas no Estado

23/05/2015

Em crise, país fecha 98 mil postos de trabalho em abril

22/05/2015

Desemprego é o maior desde maio de 2011, diz IBGE

21/05/2015

Brastemp dará férias coletivas de 13 a 22 de julho

20/05/2015

Emprego na indústria tem maior queda em 15 anos

19/05/2015

Mercedes cortará 500 trabalhadores até o fim do mês

18/05/2015

Estado de SP tem 4.650 vagas em concursos públicos

16/05/2015

Trabalhadores da construção terão reajuste de 8,34%

Professores rejeitam propostas da Educação e greve continua

15/05/2015

Operários da GM terão estabilidade por seis meses

14/05/2015

Educação propõe nova regra para contratar temporários

13/05/2015

Trabalhadores da GM podem entrar em greve

12/05/2015

Feira de emprego com 8.000 vagas vai até sexta-feira

11/05/2015

Estado tem 4.377 vagas abertas em concursos

09/05/2015

CUT quer mudar multa do FGTS das domésticas

08/05/2015

Professor grevista não terá desconto

07/05/2015

Câmara aprova mudança no seguro-desemprego

Domésticas terão direito a FGTS e multa na demissão

06/05/2015

Concessionárias cortam 12 mil vagas neste ano

05/05/2015

Volks dá férias coletivas para 8.000 trabalhadores

04/05/2015

Estado tem 4.473 vagas abertas em concursos

02/05/2015

Força Sindical protesta contra pacote que reduz benefícios

Comemoração da CUT critica terceirização

01/05/2015

1º de Maio será contra terceirização e cortes

30/04/2015

Seguro de demitido terá nova carência

29/04/2015

Queda dos salários do trabalhador é a maior em 12 anos

28/04/2015

Mercedes cancela corte de 500 trabalhadores

27/04/2015

Concursos têm 3.264 vagas no Estado de São Paulo

25/04/2015

Professores do Estado decidem continuar a greve

24/04/2015

Senado deve demorar para votar projeto de terceirização

23/04/2015

Terceirizados têm INSS garantido por antecipação

22/04/2015

Câmara deve votar hoje regras da terceirização

21/04/2015

Polícia Militar abre seleção com 2.000 vagas

20/04/2015

SP tem 1.200 vagas abertas em concursos públicos

18/04/2015

Lei do caminhoneiro começa a valer em todo o Brasil

17/04/2015

Indústria de SP demitiu 17 mil no mês de março

16/04/2015

Câmara adia votação de lei que permite terceirização

15/04/2015

Câmara veta terceirização para empresas públicas

14/04/2015

Justiça do Trabalho quer limitar terceirizados

13/04/2015

Concursos oferecem 1.241 vagas no Estado

11/04/2015

Professores do Estado decidem continuar greve

10/04/2015

Dilma defende direitos de trabalhadores terceirizados

09/04/2015

Câmara aprova projeto que terceiriza todas as atividades

08/04/2015

Terceirizados devem ter FGTS e aposentadoria garantidos

07/04/2015

Sindicatos marcam protesto contra a terceirização

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).