Trabalho
25/03/2009

Licença-prêmio será descontada da bonificação dos professores

Bruno Saia
do Agora

Os servidores da Educação que tiraram licença-prêmio em 2008 terão esse período descontado do bônus, que será pago no dia 31. Os servidores que atuam há mais de cinco anos no Estado têm direito a uma licença de até três meses. Segundo a Secretaria de Estado da Educação, esse período, como não foi trabalhado pelo servidor, não será considerado.

Segundo a pasta, só os períodos trabalhados, que ajudaram a escola a evoluir no Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação no Estado de São Paulo), serão considerados. A licença representa 45% de um ano letivo de 200 dias. Dessa forma, esse pode ser o desconto máximo de quem tirou licença em 2008, caso as regras para o desconto de faltas no benefício não mudem.

Outra dúvida comum é sobre a situação de quem trabalhou em várias escolas durante o ano passado. A resposta da secretaria é que todas as horas trabalhadas serão levadas em consideração no cálculo do bônus.

Para o professor que tem a posse do cargo em uma cidade do Estado e leciona em outra, o bônus será referente ao resultado do Idesp da escola em que ele efetivamente atua. No caso dos professores que dão aulas nos centros de ensino estaduais da secretaria, que não têm os seus nomes relacionados na lista do Idesp, eles terão o bônus calculado com base na média da diretoria de ensino da região.

Além disso, os professores temporários vão receber o benefício, mas os que trabalham como professores eventuais não vão receber o bônus. Segundo a Educação, o motivo é o fato de os funcionários não pertencerem ao quadro de funcionários do Estado. Para calcular o bônus, o professor deve levar em consideração quanto a sua escola melhorou em relação à meta do Idesp e também as suas faltas em 2008.

Índice

PUBLICIDADE

27/05/2015

GM dará folgas e férias para 5.000 operários

26/05/2015

ABC vai cortar mais de mil metalúrgicos

25/05/2015

Concursos oferecem 3.027 vagas no Estado

23/05/2015

Em crise, país fecha 98 mil postos de trabalho em abril

22/05/2015

Desemprego é o maior desde maio de 2011, diz IBGE

21/05/2015

Brastemp dará férias coletivas de 13 a 22 de julho

20/05/2015

Emprego na indústria tem maior queda em 15 anos

19/05/2015

Mercedes cortará 500 trabalhadores até o fim do mês

18/05/2015

Estado de SP tem 4.650 vagas em concursos públicos

16/05/2015

Trabalhadores da construção terão reajuste de 8,34%

Professores rejeitam propostas da Educação e greve continua

15/05/2015

Operários da GM terão estabilidade por seis meses

14/05/2015

Educação propõe nova regra para contratar temporários

13/05/2015

Trabalhadores da GM podem entrar em greve

12/05/2015

Feira de emprego com 8.000 vagas vai até sexta-feira

11/05/2015

Estado tem 4.377 vagas abertas em concursos

09/05/2015

CUT quer mudar multa do FGTS das domésticas

08/05/2015

Professor grevista não terá desconto

07/05/2015

Câmara aprova mudança no seguro-desemprego

Domésticas terão direito a FGTS e multa na demissão

06/05/2015

Concessionárias cortam 12 mil vagas neste ano

05/05/2015

Volks dá férias coletivas para 8.000 trabalhadores

04/05/2015

Estado tem 4.473 vagas abertas em concursos

02/05/2015

Força Sindical protesta contra pacote que reduz benefícios

Comemoração da CUT critica terceirização

01/05/2015

1º de Maio será contra terceirização e cortes

30/04/2015

Seguro de demitido terá nova carência

29/04/2015

Queda dos salários do trabalhador é a maior em 12 anos

28/04/2015

Mercedes cancela corte de 500 trabalhadores

27/04/2015

Concursos têm 3.264 vagas no Estado de São Paulo

25/04/2015

Professores do Estado decidem continuar a greve

24/04/2015

Senado deve demorar para votar projeto de terceirização

23/04/2015

Terceirizados têm INSS garantido por antecipação

22/04/2015

Câmara deve votar hoje regras da terceirização

21/04/2015

Polícia Militar abre seleção com 2.000 vagas

20/04/2015

SP tem 1.200 vagas abertas em concursos públicos

18/04/2015

Lei do caminhoneiro começa a valer em todo o Brasil

17/04/2015

Indústria de SP demitiu 17 mil no mês de março

16/04/2015

Câmara adia votação de lei que permite terceirização

15/04/2015

Câmara veta terceirização para empresas públicas

14/04/2015

Justiça do Trabalho quer limitar terceirizados

13/04/2015

Concursos oferecem 1.241 vagas no Estado

11/04/2015

Professores do Estado decidem continuar greve

10/04/2015

Dilma defende direitos de trabalhadores terceirizados

09/04/2015

Câmara aprova projeto que terceiriza todas as atividades

08/04/2015

Terceirizados devem ter FGTS e aposentadoria garantidos

07/04/2015

Sindicatos marcam protesto contra a terceirização

06/04/2015

Estado de SP oferece 1.169 vagas em concursos nesta semana

04/04/2015

Trabalhadores encontram 22.020 vagas de emprego

03/04/2015

Professores decidem continuar em greve

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).