Show!
01/09/2009

Paulo Barboza faz festa nos 50 anos de carreira

Thatiana Mendes
do Agora

No dia 7 de setembro de 1959, Paulo Barboza falou pela primeira vez em um microfone, na rádio Imperial de Petrópolis. Uma semana depois da estreia, na época com 14 anos, ganhou seu primeiro programa na emissora, o "Clube de Jovens". De lá para cá, não parou mais. Veio para São Paulo na década de 80 e trabalhou em várias rádios, entre elas Capital, Globo e Record, além de emissoras de televisão, como SBT e Record.

Na próxima segunda, ele comemora seus 50 anos de história (25 deles em São Paulo) como um dos principais comunicadores do país. A festa, que está sendo preparada há mais de um ano, reunirá profissionais de diferentes veículos de comunicação e mais de 50 artistas, entre eles sua amiga Fafá de Belém --que, conta, deu a ele o título de "O maior amor de São Paulo".

"Tenho a impressão de que será a única festa realizada com tantos artistas reunidos na mesma data. Talvez entre para o livro dos recordes, viu? Mas não quero tanto não [risos]", brinca Barboza.

O radialista diz que algumas pessoas ligaram para participar do encontro. "A Fafá de Belém me telefonou de Portugal e disse: 'Se fui eu que te batizei, acha que não vou à sua festa?'."

Entusiasmado com o evento, Barboza diz que tem pensado nisso 24 horas por dia e que está em contagem regressiva. "São poucos os comunicadores que chegam aos 50 anos de carreira sem parar de trabalhar. Imagine eu, aos 65 anos, podendo fazer uma festa dessas e apresentar um show emocionante."

Enquanto a festa rolar no ginásio Ibirapuera (a expectativa é que 10 mil pessoas compareçam), os ouvintes de Barboza poderão acompanhar tudo ao vivo, a partir das 8h, no programa "Paulo Barboza", da Record AM --emissora para a qual o radialista voltou neste ano e onde já havia trabalhado quatro vezes.

Apesar de estar na rede do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Barboza, católico praticante, diz ter liberdade para falar de sua religião. "Falo em Nossa Senhora. Também rezo o pai-nosso, falo de vários santos e tenho o quadro 'Carta da Fé'."

O início
O radialista, que começou em um período em que a maioria dos locutores tinha voz grave, detestava o próprio timbre, porque o achava estridente e, se não tivesse contado com o incentivo de amigos, como Flávio Cavalcanti, talvez tivesse desistido da profissão. Ele se lembra do início da carreira, quando procurou a rádio Imperial, uma pequena emissora de sua cidade, que depois seria comprada pela Globo. "Era um prédio velho, tinha uma escadaria de madeira. Subi na maior cara de pau, procurei o Santelmo Jorge e falei que queria trabalhar, sem saber que ele era o diretor."

Dois dias depois, aconteceu a estreia, no já citado dia 7 de setembro. Na ocasião, Barboza leu ao vivo o trecho de uma obra sobre a história do Brasil. "Eu tremia e gaguejava muito, devia estar uma porcaria aquilo. O diretor artístico da rádio não aprovou, mas Santelmo achou que eu levava jeito e me deu um programa aos sábados à tarde."

Com apenas 14 anos, Barboza já escrevia uma coluna para jovens no jornal "Tribuna de Petrópolis", a "Clube de Jovens", que virou o nome de seu primeiro programa. "Depois, ganhei uma atração no sábado à noite e comecei com o jornalismo, do qual sempre gostei."

Na década de 70, depois de uma temporada em Belo Horizonte (MG), voltou para o Rio e estreou na TV com a atração "É Lá que a Tupi Vai", com direção de José Messias. "A gente percorria o Rio inteirinho, e a cada semana mostrava um bairro diferente, ao vivo. Eu pesava 139 kg. Era o José Messias quem me levava para esses lugares, em um carro velho, e morria de medo de que eu quebrasse o seu carro por causa do meu peso", diverte-se. Ele fala com nostalgia sobre essa fase de sua carreira. "Foi uma fase muito boa. Dá saudade", recorda-se, orgulhoso.

Gafes no ar
Com tantos anos no dial, Barboza diz que coleciona algumas gafes, como trocar o nome de entrevistados ou mesmo dos colegas de equipe. E lembra um episódio que considera uma de suas maiores gafes, quando chamou Íris Lettieri (locutora) de Íris Bruzzi (a atriz), durante um show que os dois apresentariam juntos. "Entrei primeiro e a chamei. Na hora nem percebi o erro. Aí ela entrou e falou: 'É um prazer estar ao lado de Paulo Lopes [radialista]'. E eu disse: 'Não sou Paulo Lopes'. Ela respondeu: 'Também não sou Íris Bruzzi'."

No comando do programa que leva seu nome e é transmitido ao vivo, de segunda a sábado, das 8h às 12h, Barboza diz que até hoje fica apreensivo quando entra no ar. "Melhorei um pouco, mas ainda tremo. Se eu não ficar nervoso todos os dias, eu paro de trabalhar."

A atração, em quatro lugar no ranking geral e em terceiro no horário, tem as participações de Paulo Barboza Filho e Leão Lobo. Entre os quadros, estão o "Varinha Mágica", que realiza os sonhos dos ouvintes, e o "Bom Dia, Vovó", com notícias do dia.

Sobre o que ainda gostaria de realizar, o radialista, casado há 42 anos e pai de dois filhos, comenta: "Fiz tudo o que eu quis, já cantei, gravei disco... Só não narrei jogo de futebol, Deus me livre, eu ia fazer uma confusão danada". Agora o que ele quer mesmo é festejar e continuar dizendo "Eu te amo" aos seus ouvintes --ou amigos, como ele prefere chamar as pessoas que o ouvem no dial há tanto tempo.

Índice

[an error occurred while processing this directive]

17/02/2019

No centro de São Paulo, comerciante resgata sanduíche de linguiça de Bragança Paulista

16/02/2019

Alexandre Rodrigues agora é motorista

Documentário "Claude Além da Cozinha" é boa novidade

Voltaire de Souza: Mantendo a calma

Machado ameaça prender Valentina por Feijão

2ª temporada do reality "Júnior Bake Off Brasil" estreia

15/02/2019

Júnior Bake Off está mais elegante e com nova proposta de se comunicar com público, diz Olivier Anquier

Quiche de cogumelos e alho-poró é opção para dias quentes e pode ser feita em porção individual

Boakumba toca clássicos do samba e canções próprias no Sesc Osasco

14/02/2019

Gustavo Villani se destaca na Globo e pode suceder Galvão, seu maior ídolo desde criança

Maju Coutinho vem romper a hegemonia branca na bancada do Jornal Nacional

The Mockers toca 'Álbum Branco', dos Beatles, na íntegra no Sesc Pompeia

Lenda do palco, Bibi Ferreira morre aos 96 anos, no Rio

13/02/2019

Ticiane Pinheiro apresenta Troca de Esposas e diz não ter coragem de viver essa experiência

Marcos Valle conversa com o público e fala sobre sua trajetória no MIS

12/02/2019

Inspirado em livro de Erasmo Carlos, 'Minha Fama de Mau' resgata sucessos dos anos 1960

Animação para pais e filhos, 'Tito e os Pássaros' alerta sobre cultura do medo

Cantora Graça Cunha interpreta sucessos de Beth Carvalho e Gloria Gaynor no Sesc Pompeia

Diogo Nogueira diz que o pai sopra melodias do além

Voltaire de Souza: Herança duvidosa

Sucessos na Pompeia

Luz se culpa pelo sumiço de Feijão

Sidney Magal se apresenta na capital

11/02/2019

Mostra em shopping de SP conta a história do rádio a partir de 60 modelos

Marilda furta água de Valentina

10/02/2019

'Porto dos Milagres' volta ao ar no Viva com história de pescador que luta contra injustiças

Sudoku e palavras cruzadas estimulam o raciocínio e conquistam mais adeptos; veja dicas

Campos do Jordão (SP) e Gramado (RS) são os destinos procurados para fugir do forte calor de SP

09/02/2019

No ar no GNT, Palmirinha diz que aprendeu com a vida e que não há idade para parar de trabalhar

Circo da China apresenta malabarismos e trupe de acrobatas em homenagem à cultura do país

Gustavo Villani pode ser o sucessor de Galvão

08/02/2019

Para não passar fome no calor, confira três receitas de sanduíches frios, com opção vegana

Cantor Gerônimo Santana mostra sua axé music no palco do Sesc Pompeia

07/02/2019

De personalidade única, Maisa Silva pode fazer a diferença em novo talk show do SBT

Ana Deriggi e Mario Manga tocam clássicos do rock no Pátio Metrô São Bento

06/02/2019

Novas versões da obra de Monteiro Lobato contam até com Turma da Mônica

Com Thiago Fragoso e Fiuk, comédia 'O Galã' satiriza e mostra lado B da profissão de ator

Mostra de filmes de Martin Scorsese no CCBB-SP começa hoje

"Radar Pet" conta com detetive canino atrás de animais desaparecidos

"Espelho da Vida" reage no Ibope

Nicolau bate na mulher ao saber segredo

Maratona Scorsese

Voltaire de Souza: Sem satisfação

05/02/2019

Tabarana Trio toca sambalanço, clássicos da MPB e bolero no Sesc Pompeia

04/02/2019

Famoso reality de negócios, Shark Tank exibe novos episódios

Mostra de videogames no ABC dá a visitante a chance de brincar com os jogos

03/02/2019

Paulistanos recorrem a toalhas refrescantes, roupas com UV e muito líquido para driblar calor

Xuxa encara desafio de apresentar reality The Four Brasil: 'Que nada venha a me atrapalhar'

Bar na Mooca faz versão original do Virado à Paulista, prato que se tornou patrimônio de SP

Fim do mistério na novela 'O Sétimo Guardião': Luz é filha de Neide e León

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).