Nas ruas
20/09/2010

Alckmin afirma que vai ampliar o 'bico oficial'

Camila Brandalise
do Agora

Se voltar a governar o Estado, o tucano Geraldo Alckmin (PSDB), 57 anos, promete tecnologia para aumentar a capacidade de investigação da polícia e reduzir a sensação de insegurança do paulista. Ele ainda diz que vai incentivar o 'bico oficial' dos PMs.

Agora - Seu plano de governo prevê ampliar as chamadas atividades delegadas. Como o senhor fará isso? Em quais cidades?
Geraldo Alckmin - Sim, porque a atividade delegada deu certo em São Paulo, em parceria com a prefeitura. O policial recebe R$ 1.000 a mais. A população ganha porque é mais polícia na rua fazendo prevenção. E nós pretendemos expandir isso para todo o Estado de São Paulo.

Agora - Em quais cidades?
Alckmin - Isso não está definido. Será onde houver necessidade.

Agora - Pagar policiais não é uma função do Estado? Por que passar isso para a prefeitura?
Alckmin - Eu acho que é uma parceria, porque o município tem um papel importante na segurança pública. Acho que quanto mais o Estado e as prefeituras estiverem integrados na questão da segurança, melhor.

Agora - Alguns índices de criminalidade, como homicídio, caíram em São Paulo. Em compensação outros aumentaram, como roubos na saída dos bancos. Como o senhor explica isso, e como fazer para combater esse quadro?
Alckmin - Essa é uma guerra em que você tem que vencer uma batalha todo dia. A cidade de São Paulo era a quinta entre as capitais em número de homicídios, hoje é a 26ª.

Agora - Mas mesmo assim o paulista continua se sentindo inseguro.
Alckmin - Claro, e nós reconhecemos isso. Então, o que nós vamos fazer: do lado da polícia militar, maior presença na rua, atividade delegada e aumento do efetivo policial, com condições de trabalho. Do outro lado, vamos aumentar o número de delegados, investigadores e melhorar a inteligência policial. Radiodigitalização: viaturas policiais com palm tops, com GPS, enfim, toda a tecnologia e muita investigação.

Agora - A implantação dessa tecnologia é viável financeiramente?
Alckmin - É viável. Já está sendo implantada radiodigitalização numa parte importante do Estado. Vamos é ampliar esse trabalho.

Agora - No seu plano de governo, o senhor disse que vai aumentar as bases comunitárias da polícia. O que isso vai mudar?
Alckmin - Vou dobrar o número de bases comunitárias da Polícia Militar, de 480 para 1.000, e trazer a polícia para mais perto da comunidade.

Agora - O senhor disse que vai contratar 6.000 policiais militares. Quando vai lançar o concurso?
Alckmin - Nós já temos uma parte dos concursos em andamento. Então, eu diria que, até maio do ano que vem, acho que dá para ter mais 2.500 policiais militares. E vamos aumentar o número de videoconferências para que o policial não tenha que fazer escolta.

Agora - E o salário dos policiais, vai aumentar?
Alckmin - Vai aumentar. Isso é uma coisa que você não tem como definir antes, mas, durante o governo, nós vamos valorizar o policial com salário e com condições de trabalho.

Agora - A oposição afirma que o senhor levou presídios para o interior mas não compensou as prefeituras. Como ficará essa situação?
Alckmin - Isso [a compensação] a gente já tem feito. Nós tiramos 17 mil presos de São Paulo. E nós tínhamos perto de 40 mil presos em cadeias. Hoje, são 8.000, que eu pretendo zerar em quatro anos, fazendo CDPs (Centros de Detenção Provisória).

Agora - O número de rebeliões na Fundação Casa tem aumentado novamente. Como o senhor vai controlar isso?
Alckmin - O trabalho que nós iniciamos e implementamos deu certo, com unidades. Os casos de rebe¬lião são raros, mas você pode ter. O trabalho de montar unidades menores e descen¬tralizadas em todo o Estado foi o correto, mas, quando há milhares de adolescentes com privação de liberdade, pode ocorrer problema.

Agora - O que vai ser feito para combater o tráfico de drogas e o crime organizado?
Alckmin - Primeiro, para o crime organizado, vamos aumentar a cultura da investigação policial. Segundo, no caso da droga, além da prisão dos traficantes, eu quero destacar o esforço que nós vamos fazer para ampliar bastante o número de vagas nos serviços próprios do governo de saúde mental para internar os dependentes químicos, e nos convênios com entidades que têm expertise nessa área. São duas ações, uma de enfrentamento do tráfico, que também precisa ser federal, porque a cocaína que entra pelas fronteiras, e a outra de tratamento.

Índice

PUBLICIDADE

21/06/2018

Desconfiam até de mim e da família, diz mãe de Vitória

Temer tira R$ 1 bilhão do Fies e repassa à segurança

Escolas e bancos só abrem depois do jogo do Brasil

Casos de gripe na capital neste ano já superam 2017

20/06/2018

Cidade vive insegurança após assassinato de Vitória

Cinquentões serão vacinados contra a gripe no estado

Motocicletas são flagradas a 220 km/h nas marginais

Aplicativo da prefeitura para táxis ainda não decola

19/06/2018

Promotoria investiga cargo para mãe de amigo de Covas

Polícia acha duas digitais em patins usados por Vitória

Ciclovias sem manutenção têm sofá e caçamba na pista

Cobertura de vacinas em crianças é a menor em 16 anos

Rede da prefeitura perde 634 médicos na gestão Doria

18/06/2018

Morador antissocial pode ser multado e até expulso

Garota achada morta pode ter sido vítima de vingança

Bibliotecas têm internet falha e falta de segurança

Capital registra uma queixa de falta d'água a cada seis minutos

Após dez anos, lei seca flagra menos motoristas bêbados

17/06/2018

Doenças de pele aumentam no inverno por ressecamento

Corpo de menina desaparecida é achado em matagal após oito dias

PF usa bituca de cigarro para investigar ataque de facção

Mulheres são maioria nos videogames, diz pesquisa

Bairros da Copa no Brasil vivem expectativas diferentes

16/06/2018

Prefeitura não discute plano de AMAs, dizem conselheiros

Obra da Sabesp abre buracos em casas no Itaim Paulista

Choque mata jovem que usava celular na tomada

Suspeito de participar de sumiço de menina é preso

15/06/2018

Trio assusta passageiros com cobra em trem da capital

Estado faz alerta para o risco da volta do sarampo

Polícia faz ação contra facção após achar pistas em esgoto

Seis motoristas são multados ao dia por usar vaga de idoso

14/06/2018

Justiça condena médico por violação sexual de paciente

Porteiro vira herói ao salvar criança do fogo em prédio

Tribunal aponta falhas no programa Asfalto Novo

Assaltos em terminais de ônibus assustam passageiros

13/06/2018

Miss e namorado PM são procurados por sequestro

Doria e Covas tiram R$ 874 milhões de corredores de ônibus

Liberados fogos barulhentos na capital às vésperas da Copa

Governo de SP põe à venda dados do RG de 30 milhões

12/06/2018

Carro bate em ônibus e mata quatro pessoas da mesma família

Agência recusa revisão, e conta da água sobe 3,5%

Prefeitura doará 23 toneladas de margarina da merenda

Infestação de Aedes alerta três cidades da Grande SP

11/06/2018

Copa traz mais visitantes e altera a rotina de edifícios

Sete corpos são achados em praia do bondinho no Rio

Tráfico supera roubos entre os jovens da Fundação Casa

Venezuelanos recebidos em São Paulo buscam vida nova

Estações reformadas da CPTM têm escadas rolantes paradas

10/06/2018

Remela em excesso pode ser o sinal de alguma doença no olho

Leve smartphone campeão por 12 parcelas de R$ 37,99

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).