Nas ruas
07/03/2010

Mulheres avançam em profissões masculinas

Folha de S.Paulo

Nos últimos 30 anos, as mulheres aumentaram sua presença em ocupações tradicionalmente masculinas. Mas o inverso não ocorreu e profissões consideradas majoritariamente femininas permanecem com um baixo percentual de homens atuantes.

A constatação é da pesquisadora Regina Madalozzo, do Insper, que comparou na Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE) o percentual de mulheres em 21 ocupações entre os anos de 1978 e 2008.

No final da década de 70, menos de um quinto dos advogados e médicos eram mulheres. Hoje, elas são quase metade dos profissionais dessas áreas.

Algumas carreiras seguem altamente masculinas, mas, mesmo nelas, é possível identificar aumento da participação feminina. Entre engenheiros, por exemplo, a proporção foi de 5% para 11%. Entre os motoristas, o número de mulheres continua pequeno --o crescimento de 1978 a 2008 foi de 0,2% para 1,4%. Maria Aparecida Lemos, 40 anos, dirige ônibus há nove anos e afirma que, no começo, alguns passageiros faziam sinal para que ela parasse, mas não subiam.

Ela trabalha na mesma empresa que Maria Machado, 33 anos, que também notou reações estranhas. "No Carnaval passado, turistas pediram para tirar uma foto comigo ao me verem no volante."

Papéis trocados
Se elas demonstram vontade e capacidade de atuar em ocupações onde eram minoria, o mesmo não se deu com os homens em relação a áreas majoritariamente femininas.

Em 30 anos, houve pouca alteração nos percentuais masculinos de enfermeiros, professores, profissionais de creche ou costureiros.

"Embora ganhando menos que os homens nas mesmas ocupações, as mulheres estão entrando em áreas tradicionalmente masculinas. Eles, no entanto, não aceitam, ou não são bem aceitos, em profissões dadas como femininas", afirma Regina Madalozzo.

A desigualdade entre os salários de homens e mulheres diminuiu no Brasil nos últimos 30 anos, mas o diferencial é, quase sempre, favorável aos homens. Dados tabulados a partir da Pnad de 2008 mostram que, de um total de 61 ocupações analisadas, em apenas seis o rendimento das mulheres por hora de trabalho superava o de homens.

Mesmo em profissões em que a participação masculina é inferior a 20%, como o secretariado, o rendimento delas é, em média, menor.

Nas poucas áreas em que as mulheres têm rendimentos maiores, Regina Madalozzo explica que, frequentemente, isso ocorre porque o nível de escolaridade delas é superior ao dos homens na mesma profissão.

Índice

PUBLICIDADE

30/01/2015

Advogado ganha na Justiça direito de ter água o dia todo

Venda de caixas-d'água dispara e fábricas preveem alta no preço

Prefeitura tapa buraco inexistente

Teste reprova mais da metade dos formados em medicina

PM protege prédio de Haddad durante protesto

29/01/2015

Falta água em bairro onde não há redução de pressão

Público critica abandono em velório da Vila Formosa

Cresce roubo de ar-condicionado

Hospital veterinário suspende atendimento e causa revolta

Motorista admite que bebeu, mas nega fuga do acidente

28/01/2015

Moradores sem água barram saída de caminhão-pipa

Corte de água nos bairros chega a 18 horas por dia

Rodízio da Sabesp pode chegar a 5 dias sem água

Preço do galão chega a R$ 25

Acidente de carro matou empresário, diz família

Noivos há 70 anos, idosos se casam

27/01/2015

Moradores estão sem água há dois meses em Guarulhos

Pedestre passa sufoco com nova travessia em diagonal

Unidade de saúde é aberta sem médico e sem raio-X

Missa de padre expulso reúne 500

Bando mantém família em cativeiro por dois dias no litoral

Empresário bate carro, foge e passageiro morre

26/01/2015

Túneis estão sem sinalização e com iluminação precária

Centro de São Paulo tem lixo e entulho espalhados

Balada de cachorro arrecada R$ 18 mil para dar a abrigos

Alimentação balanceada ajuda a proteger e manter a pele bonita

Dupla morre em ataque de abelhas em montanha no Sul

Show de Jorge Ben Jor reúne 30 mil nos 461 anos de SP

25/01/2015

Minhocão vai para o chão ou vira parque

Grafites dão cor a avenidas e muros pela cidade

Comida ao ar livre atrai 10 mil por fim de semana

Banca de camelô vende até peruca no meio da calçada

Bicicletas invadem as pistas da cidade

Com funk, jovens tomam ruas de bairros da periferia

Mau exemplo dos pais pode ser a razão de agressividade

Mãe entrega filha que furtava apartamentos

Pau de selfie é proibido no sambódromo e em estádios

Apaixonados por bichos são voluntários no Zoológico

24/01/2015

640 mil ainda estão sem água após falta de energia

Número de casos de roubo explode na capital em 2014

Protesto contra aumento da tarifa tem confronto

Santa Casa confirma que vai demitir 1.100 funcionários

Padre expulso vai celebrar missas

Morador vê até corpos na Billings

23/01/2015

Casas podem ficar dias sem água, diz chefão da Sabesp

Governo Alckmin estuda novo aumento da tarifa de água

Pâncreas artificial controla diabetes

Haddad quer ar-condicionado em todos os ônibus da capital

Obra trava o trânsito no centro

Chalita promete construir creches com 500 crianças

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).