Nas ruas
07/03/2010

Mulheres avançam em profissões masculinas

Folha de S.Paulo

Nos últimos 30 anos, as mulheres aumentaram sua presença em ocupações tradicionalmente masculinas. Mas o inverso não ocorreu e profissões consideradas majoritariamente femininas permanecem com um baixo percentual de homens atuantes.

A constatação é da pesquisadora Regina Madalozzo, do Insper, que comparou na Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE) o percentual de mulheres em 21 ocupações entre os anos de 1978 e 2008.

No final da década de 70, menos de um quinto dos advogados e médicos eram mulheres. Hoje, elas são quase metade dos profissionais dessas áreas.

Algumas carreiras seguem altamente masculinas, mas, mesmo nelas, é possível identificar aumento da participação feminina. Entre engenheiros, por exemplo, a proporção foi de 5% para 11%. Entre os motoristas, o número de mulheres continua pequeno --o crescimento de 1978 a 2008 foi de 0,2% para 1,4%. Maria Aparecida Lemos, 40 anos, dirige ônibus há nove anos e afirma que, no começo, alguns passageiros faziam sinal para que ela parasse, mas não subiam.

Ela trabalha na mesma empresa que Maria Machado, 33 anos, que também notou reações estranhas. "No Carnaval passado, turistas pediram para tirar uma foto comigo ao me verem no volante."

Papéis trocados
Se elas demonstram vontade e capacidade de atuar em ocupações onde eram minoria, o mesmo não se deu com os homens em relação a áreas majoritariamente femininas.

Em 30 anos, houve pouca alteração nos percentuais masculinos de enfermeiros, professores, profissionais de creche ou costureiros.

"Embora ganhando menos que os homens nas mesmas ocupações, as mulheres estão entrando em áreas tradicionalmente masculinas. Eles, no entanto, não aceitam, ou não são bem aceitos, em profissões dadas como femininas", afirma Regina Madalozzo.

A desigualdade entre os salários de homens e mulheres diminuiu no Brasil nos últimos 30 anos, mas o diferencial é, quase sempre, favorável aos homens. Dados tabulados a partir da Pnad de 2008 mostram que, de um total de 61 ocupações analisadas, em apenas seis o rendimento das mulheres por hora de trabalho superava o de homens.

Mesmo em profissões em que a participação masculina é inferior a 20%, como o secretariado, o rendimento delas é, em média, menor.

Nas poucas áreas em que as mulheres têm rendimentos maiores, Regina Madalozzo explica que, frequentemente, isso ocorre porque o nível de escolaridade delas é superior ao dos homens na mesma profissão.

Índice

PUBLICIDADE

23/01/2017

Professor não é formado nas disciplinas que leciona

Policiais da Rota matam 5 na rodovia dos Imigrantes

Bexiga se une para retomar tradição do bolo gigante

Calçadas de prédios públicos têm buracos e rachaduras

22/01/2017

Calor pode provocar confusão mental e até levar à morte

Morador de rua é segunda vítima da chuva na capital

Marginais têm obstáculos como ambulantes e buracos

Jovens adotam o cigarro artesanal feito com tabaco

Pais monitoram crianças na internet por segurança

21/01/2017

Pedestre morre afogado após ser arrastado por enxurrada

Justiça barra aumento de velocidade nas marginais

Mãe e filha são as outras vítimas do acidente no Rio

Temer começa escolha de substituto do ministro Teori

FAB acha gravador de voz do avião de acidente com Teori

20/01/2017

Batalhão de Choque invade presídio tomado por presos

Novo relator da Lava Jato deve ser definido por sorteio

Ministro é herói brasileiro e um exemplo, diz juiz Moro

Ministro Teori, da Lava Jato, morre em queda de avião

Dupla rouba carro com bebê e troca tiros com a polícia

Prefeitura apaga grafites pintados na gestão Haddad

Cai número de mortos no trânsito da capital, diz Estado

19/01/2017

Lojas são saqueadas na cracolândia

Violência entre facções em prisão chega às ruas de Natal

Homem morre ao cair em cratera aberta em estrada

Empresa ligada a Doria pede grana por palestra do prefeito

Governo limita idade para remédio da Farmácia Popular

18/01/2017

Falso fã-clube de Larissa Manoela pede foto de criança

Temer libera Forças Armadas para atuar dentro de prisões

Polícia entra em confronto com sem-teto na zona leste

Poste fica no meio de acesso a supermercado

Doria muda a regra para o transporte escolar gratuito

Cresce procura por vacina da febre amarela na capital

17/01/2017

Moradores pedem corte de árvore oca

Estados pedem ação da Força Nacional dentro de prisões

Menino jogado em represa por estranho morre afogado

Enchente destrói comércio no centro de Francisco Morato

Mulher morre e marido some em enxurrada em Guarulhos

16/01/2017

Carros maiores não cabem mais nas vagas de garagem

Rodízio de veículos volta hoje após 24 dias suspenso

Motorista mata passageiro após assédio em ônibus

Sobe para 26 número de presos mortos em rebelião no RN

Faltam postos e lanchonetes para motoristas no Rodoanel

Uber conquista a periferia com pagamento em dinheiro

15/01/2017

Rebelião no maior presídio do RN deixa dez mortos

Loja oferece piscina de graça para cães

Troca de tiros entre feirantes deixa 2 mortos no Ceagesp

País lota presídios com réus sem antecedentes criminais

Doria diz que vai retirar grafite dos Arcos do Jânio

Gordinhas vão desfilar na ala de passistas da Rosas

Perfil de bairro no Facebook ajuda a integrar moradores

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).