Nas ruas
07/03/2010

Mulheres avançam em profissões masculinas

Folha de S.Paulo

Nos últimos 30 anos, as mulheres aumentaram sua presença em ocupações tradicionalmente masculinas. Mas o inverso não ocorreu e profissões consideradas majoritariamente femininas permanecem com um baixo percentual de homens atuantes.

A constatação é da pesquisadora Regina Madalozzo, do Insper, que comparou na Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE) o percentual de mulheres em 21 ocupações entre os anos de 1978 e 2008.

No final da década de 70, menos de um quinto dos advogados e médicos eram mulheres. Hoje, elas são quase metade dos profissionais dessas áreas.

Algumas carreiras seguem altamente masculinas, mas, mesmo nelas, é possível identificar aumento da participação feminina. Entre engenheiros, por exemplo, a proporção foi de 5% para 11%. Entre os motoristas, o número de mulheres continua pequeno --o crescimento de 1978 a 2008 foi de 0,2% para 1,4%. Maria Aparecida Lemos, 40 anos, dirige ônibus há nove anos e afirma que, no começo, alguns passageiros faziam sinal para que ela parasse, mas não subiam.

Ela trabalha na mesma empresa que Maria Machado, 33 anos, que também notou reações estranhas. "No Carnaval passado, turistas pediram para tirar uma foto comigo ao me verem no volante."

Papéis trocados
Se elas demonstram vontade e capacidade de atuar em ocupações onde eram minoria, o mesmo não se deu com os homens em relação a áreas majoritariamente femininas.

Em 30 anos, houve pouca alteração nos percentuais masculinos de enfermeiros, professores, profissionais de creche ou costureiros.

"Embora ganhando menos que os homens nas mesmas ocupações, as mulheres estão entrando em áreas tradicionalmente masculinas. Eles, no entanto, não aceitam, ou não são bem aceitos, em profissões dadas como femininas", afirma Regina Madalozzo.

A desigualdade entre os salários de homens e mulheres diminuiu no Brasil nos últimos 30 anos, mas o diferencial é, quase sempre, favorável aos homens. Dados tabulados a partir da Pnad de 2008 mostram que, de um total de 61 ocupações analisadas, em apenas seis o rendimento das mulheres por hora de trabalho superava o de homens.

Mesmo em profissões em que a participação masculina é inferior a 20%, como o secretariado, o rendimento delas é, em média, menor.

Nas poucas áreas em que as mulheres têm rendimentos maiores, Regina Madalozzo explica que, frequentemente, isso ocorre porque o nível de escolaridade delas é superior ao dos homens na mesma profissão.

Índice

PUBLICIDADE

20/02/2017

Aplicativo de celular facilita o diálogo em condomínios

Bomba lançada em briga fere advogada por engano

Estudante atropela e mata o namorado em São Bernardo

Acadêmicos do Baixo Augusta leva 300 mil foliões ao centro

Camisinhas somem dos postos de saúde da capital

19/02/2017

Ex-agente penitenciário atira em policial após confusão

Doria varre menos as ruas que a gestão de Haddad

Foliões invadem largo da Batata no pré-Carnaval

Prainha de represa é opção para driblar ida ao litoral

Pais trocam creche particular por pública de bairro rico

Cutucar pelo encravado pode machucar e inflamar a pele

18/02/2017

Mãe e filha morrem em acidente ao fugir de ladrões

Atrase o seu relógio em 1 hora à meia-noite de hoje

Pacientes do Corujão sofrem com demora para consulta

Veja a lista de remédios que devem chegar aos postos

Obra abandonada de escola vira ponto de uso de drogas

17/02/2017

Quatro suspeitos são mortos em roubos a policiais militares

Carnaval evangélico tem abadás vendidos a R$ 30

Subprefeito do Butantã é acusado de fraude e calote

Novo ensino médio livra rede de ampliar opções a alunos

Horário de verão termina à meia-noite de amanhã

Governo federal fecha sete Farmácias Populares em SP

16/02/2017

PMs são investigados após vídeo indicar execução

Motorista é roubado e carro é queimado em frente à Uber

Alunos da Grande SP iniciam ano letivo sem passe-livre

Adriana Chaves, repórter do Agora, morre aos 40 anos

Mães reclamam de corte no leite e no transporte escolar

15/02/2017

PM que matou publicitária é solto após pagar R$ 4.685

Falta remédio de alto custo em ambulatório do Estado

Aprovadas multa a pichador e restrição a venda de spray

Marginais registram 1ª morte após aumento da velocidade

Doria vai cortar beneficiados e quantidade do Leve Leite

Viagem exige vacina da febre amarela

14/02/2017

Caixa eletrônico é atacado no HC

Pai se entrega e afirma que matou a filha por acidente

Exército vai às ruas do Rio com perigo de motim da PM

Doria promete terminais de ônibus com ar-condicionado

Tribunal aponta nove falhas em contratação do Corujão

Sem luz em sala, escola do Estado faz rodízio de alunos

13/02/2017

Soldado da PM mata publicitária com um tiro na cabeça na zona leste

Bairro planejado vai levar 25 mil novos moradores ao distrito de Pirituba

Pedestre enfrenta problemas como desnível e lixo em pistas de caminhada

Médicos reprovados

Acordo com morador músico evita conflitos por som alto

12/02/2017

Urinar muitas vezes ao dia é sintoma de bexiga hiperativa

Santa da janela ainda atrai fiéis 15 anos após aparição

Pai é acusado de matar a filha com tiro por herança

Periferia domina acessos à internet grátis da prefeitura

11/02/2017

Governo do Espírito Santo anuncia fim do motim de PMs

Bandido morre ao pular de ponte para fugir da polícia

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).