Nas ruas
17/08/2009

Hospital público faz reversão de vasectomia

Daniela Ortega
do Agora

Com preços que podem chegar a dez salários mínimos (R$ 4.650) em clínicas particulares, a cirurgia de reversão de vasectomia também pode ser realizada em alguns hospitais públicos do Estado.

Na capital, por exemplo, o Hospital Brigadeiro (veja outros locais no quadro ao lado) faz a operação em homens que querem voltar a ter filhos. "Nos países mais desenvolvidos, esse procedimento é rotineiro. No Brasil, ainda não. Mas só não tem mais procura porque as pessoas não sabem que o método pode ser feito gratuitamente em hospitais públicos", afirma o médico Joaquim Francisco de Almeida Claro, urologista do Hospital Brigadeiro.

Segundo o especialista, porém, a cirurgia é mais complexa do que a de esterilização. Por isso, torna-se ainda mais importante que a decisão de fazer uma vasectomia seja bastante pensada. "Quando falamos na reversão usada atualmente, com maiores chances de sucessos, trata-se de uma microcirurgia, feita com microscópio cirúrgico e cuidado comparado ao de operações neurológicas. É um procedimento bastante delicado", afirma.

Por isso mesmo, ela não é feita em todos os hospitais --nem todos possuem os equipamentos necessários. "E é necessário ter uma equipe bem treinada".

Segundo Claro, o profissional precisa fazer um curso específico para estar apto realizar a cirurgia de reversão. E agora mais médicos deverão se preparar para isso, pois, no mês passado, o Conselho Federal de Medicina publicou, no "Diário Oficial da União", normas éticas para a esterilização masculina, determinando que todo médico que realizar a cirurgia deverá estar habilitado para reverter o processo.

Segundo dados do SUS (Sistema Único de Saúde), o número de vasectomias realizadas vem crescendo: foram 1.700 registradas pelo sistema em 2000 e 26 mil no ano passado. E especialistas dizem que o número de homens arrependidos têm elevado. Estimativas apontam que o aumento do número de segundos casamentos é um dos principais fatores que levam ao arrependimento.

Sucesso
A cirurgia pode levar até quatro horas, e as possibilidades de sucesso chegam a quase 100%. "Uma das coisas que interferem é há quanto tempo a vasectomia foi feita. Quanto menos tempo tiver passado, maiores as chances de o homem engravidar a parceira", diz. Após a cirurgia, segundo Claro, leva cerca de seis meses para que o homem produza espermatozoides de qualidade novamente.

100 Serviços

Índice

PUBLICIDADE

25/02/2018

Esfregar os olhos eleva o risco de infecções por vírus e bactérias

Principal traficante de fuzis dos EUA para o Brasil é preso

Diversidade vence bullying na escola com mais estrangeiros

Atestados falhos escondem causas de mortes por lipo

Não virgens decidem esperar o casamento para transar

24/02/2018

Haddad e Doria desprezam projeto para o Ibirapuera

Mortes por febre amarela no Estado sobem para 93

Com paus e pedras, grupo faz quebra-quebra no centro

Exército faz foto e ficha moradores de favelas no Rio

Mais um é assassinado em disputa pelo poder no PCC

23/02/2018

Suposto operador do PSDB tinha R$ 113 milhões na Suíça

Dono de casa de câmbio leva tiros em emboscada

Polícia Militar do Rio tem mais sargentos que soldados

Policial vira réu por mortes durante racha na Imigrantes

Hospital referência para febre amarela tem menos leitos

Falta informação sobre febre amarela em UBSs de Itaquera

22/02/2018

Vereadores usam grana com troféus e site desatualizado

Exército terá que recuperar a estrutura da polícia no Rio

Jovem é morto em roubo em ponto de ônibus no Morumbi

Parque do Carmo é fechado por risco de febre amarela

Demora de ônibus é principal reclamação de passageiros

21/02/2018

Grávidas e mães de crianças vão para prisão domiciliar

Exército cerca favelas para sufocar traficantes no Rio

Polícia prende 48 suspeitos de pedofilia na Grande SP

Réu em 12 processos vai assumir o lugar de Maluf

Doria volta a atrasar entrega do Hospital de Parelheiros

20/02/2018

Motorista tem cabeça furada durante briga de trânsito

Temer quer mandado coletivo para entrar em casas no Rio

Estudantes são dispensados em greve da rede municipal

UBSs entregues por Haddad ainda estão sem funcionar

19/02/2018

Pátios de delegacias ainda têm carros abandonados

Número 1 do PCC fora dos presídios é morto no Ceará

Subsecretário é indiciado por atentado contra jornalista

Desafios da internet colocam crianças e jovens em risco

De olho na sucessão em SP, França intensifica agenda

Daniela Mercury fecha o Carnaval com samba e axé

Limpeza da caixa-d'água deve ser feita 2 vezes ao ano

18/02/2018

Investigadores acusam PMs de abuso em ação no tráfico

Polícia sucateada é desafio de fogo para intervenção

Saiba como se exercitar nos aparelhos de ginástica de praças

Mãe que ficou presa em cela com bebê diz ser inocente

Justiça condena secretário de Doria por fraude no Metrô

Anitta usa biquíni de fita no Rio de Janeiro

Claudia Leitte leva multidão à 23 de Maio em festa baiana

17/02/2018

Atrase o seu relógio em 1 hora à meia-noite de hoje

Jovem que ficou em cela com bebê deixa prisão

Rainhas do axé fecham a folia

Estado confirma 3 mortes por febre amarela na capital

Muita mídia, diz interventor sobre violência atual no Rio

Temer inicia intervenção federal na segurança do Rio

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).