Nas ruas
20/07/2009

Metrô vai passar por cima de via na zona norte

Adriana Ferraz
do Agora

A avenida Inajar de Souza, na Freguesia do Ó, foi escolhida para receber o maior trecho do metrô leve da zona norte. A linha 16-prata (Lapa-Cachoeirinha) terá dez estações e se estenderá por oito quilômetros da via. Os trens serão elevados a partir de estruturas montadas no canteiro central, a exemplo do Fura-Fila (atual Expresso Tiradentes), e transportarão cerca de 250 mil passageiros por dia.

O custo aproximado do trecho é de R$ 1 bilhão. O metrô leve será construído a partir de pilares sobre o córrego que corta a via e será canalizado. As pistas para carros e ônibus serão mantidas --todo o trajeto será feito por cima. Os trens funcionarão com energia elétrica e pneus, na mesma velocidade do metrô subterrâneo.

A avenida Inajar de Souza é uma das principais da região e já conta com um corredor de ônibus que passa ao lado do córrego. O novo investimento na via é justificado, segundo o Metrô, pela confiabilidade do sistema, que não sofre intervenções causadas por acidentes ou falhas nos veículos.

Composição
O metrô leve é formado por quatro composições, de 14 metros cada. O modelo convencional tem seis vagões de 22 metros. Na conta geral, o trem subterrâneo atende cerca de 1.500 pessoas por viagem e o elevado, 900.

A expansão do metrô na zona norte é esperada há 11 anos. A última estação inaugurada na região foi a do Tucuruvi, da linha 1-azul (Jabaquara-Tucuruvi), em 1998. Em 2010, os projetos para a implementação das linhas 16-prata e 6-laranja (São Joaquim-Brasilândia, por metrô convencional, no subsolo) serão licitadas. Mas a entrega completa das obras só deve acontecer em 2014.

Prazos
De acordo com a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) do governo do Estado, 20% de ambas as linhas serão concluídas no próximo ano. O percentual diz respeito à obtenção das licenças ambientais e da contratação dos projetos executivos.

Ao todo, serão 24 novas estações, em 22,3 quilômetros. Quando prontas, as linhas terão um formato de Y, com um ponto de encontro na futura estação Santa Marina, próximo à Freguesia do Ó.

A divisão foi anunciada no mês passado, com as novas rotas do plano de expansão do governo estadual. A previsão anterior era a construção de uma mesma linha, convencional, até a Brasilândia. A mudança, de acordo com o assistente de planejamento e expansão do Metrô, Epaminondas Duarte Júnior, vai facilitar o atendimento.

"Aumentamos o número de estações. Antes, a linha chegava somente até a estação CC [Centro Cultural] Ruth Cardoso. Agora, vai até Cachoeirinha. Quem mora ali não precisará mais pegar ônibus", diz.

A empresa também justifica a troca pela demanda. "A estimativa é transportar 650 mil passageiros por dia na linha laranja e 250 mil pessoas na prata, totalizando 900 mil. O cálculo anterior era de 700 mil usuários. Com a mudança, vamos atender 200 mil pessoas a mais por dia", explica Duarte Júnior.

100 Serviços

Índice

PUBLICIDADE

22/01/2019

Adolescente morre ao ser atingido por raio

Rua pintada de azul no interior ameniza o calor

Monumento do Marco Zero é reinstalado na praça da Sé

Ao menos 7 remédios estão em falta nos postos de saúde

Número de mortes para de cair no trânsito da capital

Doria e Covas abandonam caça a imóvel vazio em SP

Empresário é morto a tiros após se assustar com assalto

20/01/2019

Semana terá calor e pancadas de chuva na capital

Chinês de 40 anos é morto a tiros no bairro da Liberdade

Dobram pedidos de refúgio de cubanos após programa

Skatistas correm riscos em pistas esburacadas na cidade

Dois PMs são afastados por dia por problema psiquiátrico

19/01/2019

Marcelo Yuka, fundador do O Rappa, morre aos 53 anos

53% dos roubos de armas são em casas e comércios

Cresce a procura de idosos por intercâmbio no exterior

Comunidade se une contra bagunça geral na Bela Vista

Ônibus intermunicipais vão subir até 7,42% amanhã

Doria anuncia que SP vai privatizar quatro presídios

Após 50 horas, polícia encerra busca por ladrão

Mulher deixa hospital após 43 anos internada

Repórter acusa Datena de assédio sexual em um bar

Incêndio em ar-condicionado assusta pacientes do Incor

18/01/2019

Chuva derruba 45 árvores na capital e causa alagamentos

Cliente é assassinado em troca de tiros em mercado

Médico é morto em roubo ao ser reconhecido por bandido

Cemitério da 4ª Parada está cheio de mato e vandalizado

17/01/2019

Carro invade via e arrasta vítima

Jovem morre baleado ao tentar salvar mãe em roubo

Idosos no litoral praticam surfe para combater depressão

Manifestação tem confronto logo em seu começo

Região do Itaim Paulista é a mais quente da capital

Hospital retira pacientes do corredor

Porte de armas não deverá ser discutido tão rápido

Maioria dos roubos não é em local onde arma é permitida

16/01/2019

Funkeiro é solto ao pagar fiança

Comerciante é preso com faca que matou pichador

Obra de viaduto da marginal fica pronta em maio

Pacientes são internados em corredor no Mandaqui

15/01/2019

CEUs reformam piscinas em período de férias de verão

Bruno Covas demite André Sturm da Cultura

Chuva deixa dois feridos e rio transborda na capital

Decreto sobre posse de arma de fogo deverá sair hoje

Fila para vaga em creche na capital é a menor da história

Doria promete retirar da gaveta projetos sobre trens

5 bandidos são presos em túnel por furto de gasolina

Bela Vista se mobiliza contra agressão a padre e barulho

13/01/2019

Jovem desaparece no Tietê ao tentar fugir de cativeiro

Pontos de ônibus do centro estão pichados e com lixo

Supremo libera recontratação de professores temporários

Consumir proteína ajuda a reduzir perda muscular em idosos

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).