Nas ruas
08/03/2009

Sobra pílula do dia seguinte nos postos de saúde

Gabriela Gasparin
do Agora

Sobram pílulas do dia seguinte nas farmácias dos postos de saúde da capital. Somente metade dos remédios disponíveis nas unidades de saúde da prefeitura foram entregues às mulheres entre os anos de 2007 e 2008.

Segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde, foram distribuídas para as usuárias da rede municipal 44.981 medicamentos no período, mas a quantidade de caixas disponíveis nas unidades nos dois anos foi praticamente o dobro: 91.827. O motivo, segundo a pasta, é que os medicamentos não foram solicitados pelas usuárias.

A quantidade de medicamento comprados pela rede desde 2005, quando o programa iniciou, também caiu no decorrer dos anos conforme a necessidade.

No primeiro ano, foram entregues 94.428 medicamento nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade. Em 2006, 2007 e 2008 foram 63.974, 45.823 e 46.004, respectivamente. "A compra é feita conforme a necessidade que a unidade coloca para reposição. Então, se ela tem um estoque que não precisa pedir imediatamente, ela não vai pedir", disse Júlio Mayer, médico da área técnica da saúde da mulher da secretaria. Segundo Mayer, os medicamentos adquiridos em 2005 não foram desperdiçados porque a validade é de três anos.

A secretaria também informou que não é possível contabilizar os medicamentos retirados por pacientes não credenciadas aos SUS (Sistema Único de Saúde). Essas entregas, portanto, não estão inclusas nos números finais.

A pílula do dia seguinte -ou contraceptivo de emergência, como é chamada no meio médico, é o remédio que a mulher pode tomar até 72 horas após a relação sexual para impedir a gravidez.

O medicamento é distribuído gratuitamente em todos os postos de saúde da cidade, informação que, pelos dados do levantamento da secretaria, pouca gente sabe.

Nas farmácias, o preço da pílula do dia seguinte varia entre R$ 10 e R$ 20, em média.

Índice

PUBLICIDADE

26/06/2016

Barracas de moradores de rua ficam 24 horas no centro

Fiéis trocam Bíblia de papel por aplicativos de celular

Bandidos usam pedras em pontos perigosos de estradas

Nova regra inibe, mas não impede cesárea antecipada

Tribunal investiga contratos de obras da linha 5 do Metrô

Academia do coração dá vida nova a doentes crônicos

Doença que compromete mãos começa com formigamentos

25/06/2016

Bandido faz reféns em roubo a creche

Uso de celular na cama dá cegueira

Passageiros reclamam de fim de linha

Falha nos freios de ônibus causou acidente que matou 18

Paciente espera até 6 dias em corredor de hospital

Médico e engenheiros fazem limpeza de ruas na capital

24/06/2016

Jogador Jobson é acusado de estuprar quatro menores

Mulher e idoso poderão desembarcar fora do ponto

Pizzarias ajudam a poluir São Paulo

Taxistas se queixam de faixa de ônibus

Prefeitura dobra número de novos radares em 2016

23/06/2016

PMs afirmam que grana do bico oficial está atrasada

Escola pede que cabelo seja cortado

Prefeitura não consegue limpar bueiro

Calçadões da região central estão tomados por buracos

Taxistas oferecem descontos para concorrer com o Uber

Pacientes internados têm de levar cobertores a hospital

22/06/2016

Lama de Mariana vira garimpo ilegal

Juíza afirma que jovem não evitou abuso no metrô

Empresa de radar para em calçada

Semáforos sem sincronia travam trânsito no centro

Remédios estão em falta em farmácia de alto custo

Sete em dez paulistanos reprovam a gestão Haddad

21/06/2016

Dois são mortos e três ficam feridos em baile funk

Polícia apreende 18 espigas de milho

Bueiro causa acidentes na Radial Leste

Mortes pela supergripe já chegam a 100 na capital

Prefeitura deixa cobertores amontoados pelo centro

Gestão Haddad multa menos por drible na Cidade Limpa

20/06/2016

Grupo aplaude PMs em reconstituição da morte do garoto Italo

Pancadão da PUC atormenta os moradores de Perdizes

Grupo invade hospital para resgatar bandido e mata 1

Irmãos morrem asfixiados em incêndio de casa no ABC

Faltam psicólogos e cursos em centros de apoio à mulher

Instalar ar-condicionado sem ter projeto é perigoso

19/06/2016

Capital monta corrente do bem por moradores de rua

Crise da cana no interior cria vila fantasma

Voluntários são o coração das quermesses na capital

Uso do cinto de segurança ainda é ignorado nos ônibus

Ladrões levam 1 celular a cada 3 minutos na capital

Cansaço e falta de ar são alerta para detectar enfisema pulmonar

18/06/2016

Polícia do Rio acusa sete por estupro coletivo

Suecos criam camisinha forte

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).