Nas ruas
28/07/2012

PMs alteraram cena do crime, afirma família de empresário

Folha de S.Paulo

Os policiais militares acusados de matar o empresário Ricardo Prudente de Aquino, 39 anos, alteraram a cena do crime para dificultar a realização da perícia. É o que diz o advogado da família da vítima, Cid Vieira de Souza Filho, que será o assistente de acusação da Promotoria.

Segundo o advogado, a Promotoria recebeu da Polícia Civil imagens de circuitos de segurança que mostram os PMs Robson Tadeu do Nascimento Paulino, 30 anos, Luis Gustavo Teixeira Garcia, 28, e Adriano Costa da Silva, 26, retirando do chão cápsulas usadas para matar o empresário.

Os defensores dos PMs negaram que o trio alterou a cena do crime (leia abaixo). Eles estavam presos até ontem, quando uma decisão da Justiça Militar os libertou.

Aquino foi morto a tiros no último dia 18 após uma perseguição na Vila Madalena, bairro da zona oeste da capital paulista. Os três policiais dispararam ao menos sete vezes contra o veículo em que ele estava. Dois tiros acertaram a cabeça da vítima, que estava desarmada.

Essa ação causou uma crise entre o governo Geraldo Alckmin (PSDB), o Ministério Público Federal e entidades de direitos humanos.

Liberdade provisória

"Esperamos que com essas imagens o Tribunal de Justiça reveja a decisão de conceder a liberdade provisória para os três PMs", afirmou o advogado Souza Filho.

As imagens citadas pelo advogado não foram fornecidas à reportagem. A Polícia Civil informou apenas que as filmagens constam do processo, que já foi entregue ao Ministério Público.

A Promotoria disse que está analisando as imagens e só vai se manifestar quando apresentar denúncia à Justiça. Mesmo livres, os policiais militares acusados de matar o empresário não poderão voltar a atuar nas ruas.

Terão de desempenhar atividades administrativas enquanto respondem a um processo interno.

Resposta

O advogado Márcio Gomes Modesto, um dos defensores dos três policiais militares, negou que seus clientes tenham alterado a cena do crime.

Segundo ele, as imagens dos circuitos internos analisadas até anteontem "deixam claro" que não daria tempo para mexer no local antes de a vítima ser socorrida.

"Meus clientes não alteraram nada. Nem deu tempo de eles mexerem em nada.

O socorro para a vítima chegou em menos de dois minutos", afirmou o advogado.

O defensor disse ainda que desconhece a existência dessas filmagens.

"Até ontem essas imagens não existiam. Agora, se elas estão com a Promotoria, precisamos analisá-las com calma", disse Modesto.

Leia mais

Índice

PUBLICIDADE

29/04/2017

Frio bate dois recordes em SP, mas feriado será ensolarado

Doria manda suspender mais cinco obras de postos de saúde

Rio tem oito ônibus queimados e três feridos em protestos violentos

Bancas de jornal da capital sofrem onda de assaltos

Governo não vai recuar de reformas, afirma Temer

PM e manifestantes brigam em frente à casa de Temer

Greve geral deixa a cidade de São Paulo deserta

28/04/2017

Figurinista da Globo desiste de incriminar José Mayer

Chefe é acusado de matar amante após vítima recusar aborto

Explosão deixa 6 feridos em restaurante na Vila Mariana

Jovem morre em acidente de carro em suposto racha

Moradores reclamam de obras paradas na periferia

Greve deve parar ônibus, trem, metrô e escolas hoje

27/04/2017

Marronzinho é sequestrado ao rebocar carro na marginal

Ladrões fugiram por rio após mega-assalto no Paraguai

Monumento às Bandeiras ganha protetor contra ruído

Hospital de câncer desativa um andar por falta de grana

Doria corta papel e guache e atrasa verba de escolas

Doria manda parar 37 obras em 28 bairros da periferia

26/04/2017

Bruno se entrega à polícia após STF pedir volta à prisão

Polícia prende 10 e recupera R$ 4,6 mi após mega-assalto

Imagens exibem traficantes com bolo de dinheiro na rua

Pedestre de 75 anos morre atropelado na marginal Tietê

Gestão Doria suspende obras de CEUs por quatro meses

25/04/2017

Mais uma agência fechada do Banco do Brasil é saqueada

Modelos acusam donos da "Playboy" no Brasil de assédio

Bombeiro civil é morto em arrastão em Carapicuíba

Usuários do cartão BOM terão desconto em farmácias

Facção de SP é suspeita de mega-assalto no Paraguai

24/04/2017

Caixa de correio ajuda na organização e diminui o custo

Pilar do Sul vive madrugada de pânico com tiros e explosões

Universitário de 18 anos cria cursinho gratuito em CEU

Doria conquista evangélicos e é visto como presidenciável

Faixas de ônibus sofrem com buracos e sinalização falha

23/04/2017

Vida útil dos alimentos é maior com a geladeira organizada

Incor faz 40 anos e abre pronto-socorro de ponta

Nova geração de coreanos dá ar moderno ao Bom Retiro

Acelerado, Doria provoca queixas e olheiras na equipe

Prisão por terrorismo tem de assassinato a greve de fome

22/04/2017

SPTrans muda regra do Bilhete do Estudante

PM afasta 4 suspeitos de espancar e matar adolescente

Crise, Uber e novos hábitos esvaziam estacionamentos

Sem-teto faz casa mobiliada no centro

Fim das ciclovias em frente a lojas divide comerciantes

Em seis anos, capital perde 1 de cada 4 leitos pediátricos

21/04/2017

Homem é morto ao reagir a roubo

Aluno de creche fica sem aula por atraso em repasse

Grafites cobertos por tinta ressurgem na 23 de Maio

Biblioteca Mário de Andrade deixa de funcionar 24 horas

Remoção de ciclovias será maior na periferia, diz Doria

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).