Nas ruas
03/01/2018

Doria cumpre parte de metas, mas falha em zeladoria

William Cardoso
do Agora

O prefeito João Doria (PSDB) cumpriu no primeiro ano de mandato as promessas de aumentar a velocidade máxima das marginais, manter a tarifa de ônibus emR$ 3,80 e iniciar o processo de venda do Anhembi e do Pacaembu. Mas falhou nos serviços de zeladoria da capital, que continua suja, com asfalto cheio de buracos, apagão nos semáforos e parques públicos abandonados.

Logo no segundo dia de mandato, vestido de gari, Doria deu início ao programa Cidade Linda, um indício de que a limpeza seria uma obsessão. Meses depois, lugares onde o prefeito viveu algumas horas como trabalhador braçal já estavam abandonados, sem continuidade.

Professora na área de administração pública e gestão social da PUC (Pontifícia Universidade Católica), Maria Amelia Cora critica a forma como a prefeitura foi conduzida. "Não há uma agenda de investimento. A primeira grande campanha é a do recapeamento", diz. "Também não há uma ferramenta de gestão da prefeitura. Lança [algum projeto], pega mal e volta atrás", afirma.

Resposta

Sobre os serviços de zeladoria e urbanismo, a prefeitura afirma que é uma ação contínua e diária, que há campanha de conscientização contra descarte irregular de lixo e que aumentará o número de equipes de limpeza. A administração municipal afirma também que atendeu pedidos de tapa-buracos represados desde a gestão anterior e deu início ao programa Asfalto Novo, com investimento de R$ 350 milhões. A atual gestão também diz que recebeu parques e semáforos sem contratos de manutenção. Nos primeiros, fez mutirões. Sobre semáforos, diz que o serviço está normalizado. Na educação, a gestão Doria diz que 258 estudantes que não atendiam a critérios do TEG (Transporte Escolar Gratuito) e que só cinco salas de leitura e três brinquedotecas entre as 560 escolas foram usadas para atender crianças na fila por vaga. Sobre a transparência em parcerias, diz que as doações são publicadas em diário oficial e portal. Na saúde, diz que, em outubro, começou a segunda fase do Corujão, com o objetivo de zerar a espera de 83.322 usuários.

A prefeitura diz que Doria nunca se lançou candidato à Presidência e não há impedimento legal para que realize viagens. Afirma também que a mesma pesquisa Datafolha citada pela reportagem mostra que 60% dos paulistanos apontam a gestão como boa ou regular e que vê os dados como oportunidade para melhorar.(WC)

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora, nas bancas nesta quarta, 3 de janeiro, nas bancas

Índice

PUBLICIDADE

17/07/2018

Tempo seco coloca capital em atenção

Facção dava ordens de prisão com bloqueador de celular

Radialista morre após ser arremessado de brinquedo

Pontos de descarte irregular de entulho já superam 2017

16/07/2018

Motorista atropela corredor em ciclofaixa de domingo

Mortalidade infantil no país sobe pela 1ª vez desde 1990

Transplantes realizados no Brasil têm aumento de 6%

Bicicletário da CPTM funciona, mas tem falhas em banheiros

Encomendas extraviadas no prédio devem ser ressarcidas

15/07/2018

Casal é preso após matar grávida e roubar criança

Criar abelhas sem ferrão em casa vira hábito na capital

Croatas comemoram serem reconhecidos por brasileiros

Gastos e varrição encolhem nos cem dias de Bruno Covas

Automedicação é perigosa e pode levar paciente à morte

14/07/2018

Vandalismo em semáforos já supera todo o ano passado

Moradora é presa acusada de facilitar assalto em prédio

Família espera liberação de corpos nove dias após incêndio

Parques da periferia ficam fora de primeira concessão

13/07/2018

Vendedora está desaparecida

Gerente morre após cair no golpe 'boa noite, Cinderela'

Previdência municipal trava na Câmara e preocupa Covas

CEUs parados têm sujeira e atraem usuários de drogas

Espera por consulta com especialista chega a cinco meses

12/07/2018

Celular dentro da cueca salva caminhoneiros sequestrados

IPTU devido por clubes é igual a rombo de máfia dos fiscais

Burocracia barra morador de rua em abrigo municipal

Em 3 meses, Covas concentra compromissos no gabinete

11/07/2018

Família morta em acidente iria passar férias em sítio

Temperaturas caem e capital pode registrar mínima de 6°C

Trem de Cumbica equivale a ônibus em total de usuários

Católicos se mobilizam contra privatização de cemitérios

10/07/2018

Carros batem de frente e sete morrem em Guarulhos

Universitário é morto em assalto na rua Frei Caneca

Após 15 anos, desafio do Estatuto do Idoso é seguir lei

SUS usa linha de produção para aliviar prontos-socorros

09/07/2018

Máquinas recusam recarga de Bilhete Único em dinheiro

Jovem suspeito de matar pai e irmã a facadas é linchado

Matemática agrava abismo entre as escolas no Enem

Funcionários e calote deixam taxa de condomínio mais cara

08/07/2018

Clínicas populares de saúde crescem na onda da crise

Pinacoteca abre as portas a artistas moradores de rua

Projeto em Mauá ensina idosas a andar de bicicleta

Motorista bêbado entra na contramão e mata motoboy

Escolher o colchão certo para dormir evita danos à coluna

07/07/2018

Polícia conclui caso e acusa trio por assassinato de Vitória

PCC treinava integrantes para montar e usar explosivos

Licitação para a concessão de seis parques é suspensa

Médicos do estado relatam equipes reduzidas e lotação

06/07/2018

Aposentados pintam tombo de Tite em rua de São Caetano

Traficante teria dado ordem a suspeitos no caso Vitória

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).