Nas ruas
12/08/2017

Doria tem mais reclamações que Haddad no 1º semestre

William Cardoso e Aline Mazzo
do Agora

Os números da Ouvidoria Geral do Município indicam que a lua de mel entre os paulistanos e o prefeito João Doria (PSDB) acabou.

Desde abril, o órgão tem registrado um aumento nas reclamações, fazendo com que o tucano superasse o antecessor Fernando Haddad (PT) na quantidade de queixas nos primeiros seis meses na prefeitura –7.409 contra 7.188.

Doria foi eleito de maneira inédita em primeiro turno em 2016, com 53,3% dos votos válidos, derrotando o então prefeito Haddad.

Até o mês de abril, a gestão Doria tinha 30% a menos de reclamações na Ouvidoria do que a de Haddad em seu primeiro quadrimestre como prefeito, em 2013.

Em janeiro, por exemplo, o tucano recebeu três vezes menos reclamações do que o petista em seu primeiro mês.

Resposta

A gestão João Doria (PSDB) afirma que iniciou o ano de 2017 com uma "demanda represada" de 589.026 solicitações não atendidas feitas ao serviço 156 e pelo aplicativo, além de um buraco orçamentário de R$ 7,5 bilhões, "que dificultam o enfrentamento dos problemas de zeladoria urbana na velocidade que seria ideal".

"Por conta do prazo estendido, estas demandas podem ter virado reclamações na Ouvidoria", diz, em nota.

A prefeitura afirma que aumentou de 32 para 75 o número de equipes de tapa-buraco e que, de janeiro a junho, foram tapados 93.141 buracos, recolhidos 818 veículos e podadas 52.937 árvores.

Diz ainda que irá recapear cerca de 680 mil metros quadrados de vias até o fim de setembro.

A gestão de Fernando Haddad (PT) diz que a gestão Doria "confunde rombo orçamentário com a frustração de receita ditada pela recessão".

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora, nas bancas neste sábado, 12 de agosto, nas bancas

Índice

PUBLICIDADE

11/12/2017

Barulho alto no prédio pode gerar multa mesmo de dia

Caetano Veloso emociona em show com clássicos no largo da Batata

PM é morto por ladrões ao fazer bico de motorista

Falta de manutenção leva riscos a piscinas municipais

Número de motoristas que recusam bafômetrro aumenta

10/12/2017

SUS vai distribuir novo remédio para o tratamento de alzheimer

Menina morre em parquinho após suporte de balanço cair

Natal de luz está de volta a Guararema

Papais-noéis já dirigem ônibus iluminados na capital

Idoso cata papelão para alimentar moradores de rua

Alunos mobilizam Guarujá a mudar nome de avenida

Anel e pulseira para celular viram defesa contra furtos

09/12/2017

Mulher e amante são presos suspeitos de matar bombeiro

Funcionário é acusado de abusar de paciente em UPA

Inspeção veicular passa a ser obrigatória no Brasil em 2020

Estudantes são dispensados mais cedo por furto de fios

Radar campeão de multas fica na av. dos Bandeirantes

08/12/2017

Homem mata adolescente que tinha caso com mulher

Assediada pode processar firma de transporte

Alckmin segura gasto com verba antienchente em SP

Prefeitura cria UPA para 'salvar' o Hospital São Paulo

Doria suspende obras de 6 CEUs por mais quatro meses

07/12/2017

Policiais fazem selfie com chefão do tráfico preso no Rio

Mulher mata grávida para ficar com o bebê

Reforma acaba e relógio da Luz volta a funcionar

Aposentado é acusado de injúria racial em mercado

Serviço ilegal de mototáxi segue na zona sul da capital

Pontos de lixo viram áreas de lazer e cultura em bairros

06/12/2017

Interdição no Santa Marcelina superlota unidades ao redor

Vândalos furtam e destroem centro de cidadania LGBT

Homem morre ao pular de mezanino em estação

Doria recusa ser comparado a petista e diz que vai trabalhar

'Era eu ou ele', diz PM que matou 2 com o filho no colo

Serviço ilegal de mototáxi faz sucesso na zona sul da capital

05/12/2017

Faculdade entra em greve e alunos ficam sem aulas

Bala perdida mata garoto de 10 anos

Menino participa de assalto a apartamento em Moema

Vigilância Sanitária fecha PS do Hospital Santa Marcelina

Doria usa prédios doados para fazer abrigos de luxo

04/12/2017

3 bairros ficam sem água após rompimento de adutora

Doria diz que não é preciso estudar mortes nas marginais

Mato e sujeira voltam a locais que receberam a Cidade Linda

Confira a resposta na íntegra da Secretaria Municipal da Saúde

Banheiros e salas de espera de hospitais estão sujos

03/12/2017

Naufrágio de 1916 ainda esconde segredos em Ilhabela

Radares da velocidade média flagram 230 mil em um mês

Namorados se reencontram e se casam depois de 50 anos

Curso de Papai Noel ensina técnicas para falar ho-ho-ho

02/12/2017

Fonte tem shows três vezes ao dia até 6 de janeiro

Árvore de Natal do Ibirapuera atropela a Lei Cidade Limpa

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).