Nas ruas
06/08/2017

1 em cada 10 médicos deixa rede municipal em um ano

William Cardoso
do Agora

A rede municipal de saúde da capital perdeu 1 em cada 10 médicos (9,6%) no período de um ano. Entre os meses de junho de 2016 e 2017, deixaram o serviço público, sob responsabilidade da Prefeitura de São Paulo, 511 médicos (de 5.299 para 4.788).

Os números foram obtidos pelo Agora via Lei de Acesso à Informação.

Embora a capital tenha perdido médicos, cada vez mais paulistanos dependem do SUS (Sistema Único de Saúde). Segundo a Abramge (Associação Brasileira de Planos de Saúde), 514.953 moradores da cidade abandonaram os planos de saúde de janeiro de 2015 até março deste ano.

Entre as 65 especialidades médicas sob a responsabilidade da gestão municipal, 39 perderam médicos. Serviços bastante requisitados, como pediatria e clínica médica, tiveram uma redução no quadro profissional ainda maior do que aquela registrada na média na capital. No período de um ano, foram embora da rede pública municipal 135 pediatras, uma redução de 14,6% (de 922 para 787).

Resposta
O secretário municipal da Saúde, Wilson Pollara, da gestão João Doria (PSDB), afirma que a prefeitura pretende contratar 647 médicos até novembro. "Tínhamos um concurso já feito, com 771 candidatos. Aprovados são 647, que estão sendo contratados agora, a partir do mês que vem", diz. Segundo o secretário, a pediatria deverá receber 108 médicos e o setor de urgência e emergência, 120. Ele diz que o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) será o primeiro a receber novos profissionais.

Além das contratações até novembro, o secretário diz que já tem autorização para a buscar mais 1.090 médicos por meio de concurso. "Deve demorar uns 60 a 90 dias. Meu objetivo é que cada cidadão tenha um médico que possa chamar de seu", afirma.

A gestão Fernando Haddad (PT) diz que, logo após ter assumido a prefeitura, fez um levantamento e constatou que, de fato, não havia os 6.353 médicos estimados na rede. "Ainda no primeiro ano de gestão foi elaborado um concurso e foi reestudada a carreira médica municipal, com aumento de salários, etc. Nem assim, a gestão conseguiu preencher os cargos vagos", diz, em nota.

A prefeitura diz que Marileide Cavalcante da Silva já está sendo acompanhada por ortopedista na Rede Hora Certa Freguesia do Ó, tendo passado por consultas em 5 de julho e 1º de dezembro de 2016 e realizado ressonância magnética de coluna lombar em 3 de março. "Em 28 de março de 2017, faltou em consulta na UBS, tendo sido reagendada para 20 de abril, quando passou por nova avaliação –e agora com retorno para o dia 14", diz. Sobre Adriana Gomes da Silva, a UBS Vila Natal agendou consulta de reavaliação esta segunda-feira.

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora neste domingo, 6 de agosto, nas bancas

Índice

PUBLICIDADE

17/10/2017

Quadrilha mata policial em mega-assalto

Tráfico tortura dupla após morte de meninas em favela

Comida para pobres proposta por Doria é alvo de polêmica

Subprefeitura não recolhe carros abandonados na rua

Fila de exames de 30 dias só em 2020, prevê prefeitura

16/10/2017

Síndicos precisam redobrar cuidados com documentação

Polícia mata 1 adolescente por semana na periferia

4 terreiros foram alvos de ataque no Estado desde maio

Abandonado, parque na zona leste tem lago de lama

Ônibus na periferia são sujos, quentes e não têm internet

15/10/2017

Jovem é preso por matar ex-namorada de 16 anos

Crianças devem evitar sucos industrializados e refrigerantes

Garotos pegam pistola de ex-PM e um morre baleado

Bairro da zona leste ganha aplicativo para reclamações

Novo homem-placa distribui folheto em rua movimentada

Inseminação dentro de casa é barata e cria polêmica

14/10/2017

Moradores querem expulsar novo albergue da Barra Funda

Meninas podem ter sido mortas por pessoa próxima

Relógio deve ser adiantado hoje para o horário de verão

Procon vê irregularidades em 10 parques de diversão

Ciclistas reclamam de falhas em serviço para alugar bikes

13/10/2017

Papa pede ânimo na luta contra egoísmo e corrupção

Milhares enfrentam calor de 36°C por amor a Aparecida

Sete bairros da zona leste lideram mortes em assalto

Doria levaria 10 anos para cumprir meta de fila na creche

12/10/2017

Devotas pintam unhas com homenagem para Aparecida

Nossa Senhora recebe coroa especial pelos seus 300 anos

Falso policial suspeito de estupros nos Jardins é preso

Jornalista morre baleado em assalto em ponto de ônibus

Aplicativo da prefeitura para táxi dará desconto de 40%

11/10/2017

50 mil vão a show com padres

Missa das crianças lembra vítimas de ataque a creche

Chimpanzés fogem e tentam invadir casa

Mais um homem é preso suspeito de abuso em ônibus

Delegado da Polícia Federal é preso acusado de extorsão

Prefeitura anuncia 2ª etapa de asfalto sem terminar a 1ª

Após nove meses no cargo, Doria desacelera nas redes sociais

10/10/2017

Blindados da Polícia Militar ficam encostados em oficina

Romeiros lotam a via Dutra a caminho de Aparecida

Homem mata ex-mulher dentro de carro da polícia

Queda de avião deixa 3 mortos em Rio Preto

Morre mais uma criança vítima de ataque em creche

Agendamento do cartão do idoso começa com falhas

09/10/2017

Dória culpa herança do PT por queda em aprovação

Jaçanã tem maior índice de mortes violentas na capital

De tropeiros ao santuário, Aparecida cresceu pela fé

Superlotação lidera multas a vans da Grande São Paulo

Cliente de sacolão deve ficar atento a produtos expostos

Equipe de tragédia da boate Kiss ajuda vítimas em Minas

08/10/2017

Morre mais uma vítima de ataque a creche em Minas

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).