Nas ruas
17/07/2017

Cemitérios têm lixo, túmulos quebrados e até cracolândias

Fabio Pagotto
do Agora

Muito lixo, túmulos quebrados, furto de portas e peças de bronze, banheiros sujos, salas de velório em mau estado e até presença de prostitutas e viciados em crack.

É o que o Vigilante Agora encontrou, na semana passada em sete cemitérios municipais.

Em junho, a gestão João Doria (PSDB) anunciou que quer cobrar taxa anual de manutenção de quem possui jazigos familiares nos 22 cemitérios públicos da capital. O valor ainda não está definido, mas deve ficar em torno deR$ 200. A taxa servirá para remunerar as empresas que, pelo projeto de Doria, passarão a administrar os locais, em regime de concessão.

Resposta
Gestão Doria culpa administração anterior e não propõe soluções A Superintendência do Serviço Funerário da gestão João Doria (PSDB) disse, em nota, que "investiu R$ 529.779,65, no primeiro semestre, para reverter minimamente a situação de abandono em que a gestão anterior deixou os 22 cemitérios da cidade. Foram encontrados mato alto, lixo acumulado e falta de iluminação nos velórios". A gestão não afirmou o que fará para resolver problemas apontados pela reportagem.

A gestão Fernando Haddad (PT) afirmou que "a gestão caótica do cemitérios de São Paulo não foi um privilégio da gestão Haddad".

A superintendência afirmou que fez parceria com a GCM (Guarda Civil Metropolitana) a fim de aumentar o número de rondas periódicas nos cemitérios, agências, crematório e velórios. A PM diz que "sempre comparece aos locais quando solicitada e faz o patrulhamento do entorno".

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora, nas bancas nesta segunda, 17 de julho, nas bancas

Índice

PUBLICIDADE

20/11/2017

Prédios devem começar a discutir orçamento de 2018

Assessor de Coronel Telhada é assassinado com seis tiros

Muro do Cemitério do Araçá desaba

Homem morre após salvar casal ilhado em enchente

Embarque preferencial não funciona na linha 1 do metrô

19/11/2017

Vídeos mostram ação de ladrões de moto e bicicleta

Morte de mulheres por derrame cerebral se iguala à de homens

Polícia prende 7 em fábrica de moedas falsas no Brás

Padre de Osasco escreve frases polêmicas na internet

Bateria de Carnaval de idosos dá show no viaduto do Chá

Escola na periferia incentiva crianças a escrever cartas

18/11/2017

Laudo vê superfaturamento em obras na Federal do ABC

Vídeo mostra estudante sofrendo bullying em colégio

Ator negro acusa seguranças de agressão em terminal

Feriadão prolongado será de chuva e frio na capital

Posto de saúde fica sem ambulatório para os olhos

17/11/2017

Tucano diz que subprefeito tem que trabalhar e não reclamar

Tio é suspeito de participar de assassinato de meninas

Calendário de 2018 prevê mais feriados prolongados

Prefeitura amplia alimento orgânico na merenda escolar

Doria descumpre meta de zerar reclamações de buraco

16/11/2017

Preso por 10 anos é inocentado na Justiça

Garoto morre atropelado por ônibus ao cair de bicicleta

Dente segura bala e salva aposentado durante assalto

Professora é acusada de pôr crianças em sacos de lixo

Doria demite subprefeito que reclamou de falta de grana

Reclamações sobre árvores lideram ranking de queixas da prefeitura

15/11/2017

Crise e zika reduzem total de nascimentos no Brasil

Alckmin adia mais uma vez novas estações da linha 5

Dupla mata motorista de ônibus em briga de trânsito

Inquilina é presa sob suspeita de matar idoso

14/11/2017

Atirador deixa oito feridos em baile funk em Osasco

Novas estações da linha 5 mudam horário

Promotor de eventos é morto em apartamento em Moema

Etecs oferecem 78 mil vagas em vestibular do 1º semestre

Marronzinhos voltam a registrar multas no talão

Bancas de loteria clandestina continuam abertas na capital

13/11/2017

Câmera de segurança ajuda a esclarecer pequenos delitos

Carro cai em córrego em Mogi e 4 morrem afogados

Semáforo para pedestres não segue tempo divulgado

Contrabando usa portos clandestinos na fronteira

Loteria do futebol vira o novo jogo do bicho na capital

12/11/2017

Tratamento de fungo nas unhas pode demorar mais de um ano

Treinamento para evitar bagunça melhora ensino

Capital registra um crime de intolerância a cada 12 horas

Brinquedo bate-bola é a nova febre entre a criançada

Doação de fim de ano leva famílias para a marginal Tietê

11/11/2017

Porteiro de condomínio é preso por abusar de crianças

Risco de febre amarela fecha o 1º parque da zona leste

A pedido de tucano, Justiça barra venda de Interlagos

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).