Nas ruas
10/07/2017

Secretário diz que chamados aumentaram 119% em 2017

William Cardoso
do Agora

O secretário municipal da Assistência Social da gestão Doria (PSDB), Filipe Sabará, disse que houve aumento de 119% no número de chamadas ao 156 para o atendimento a moradores de rua em 2017, na comparação com 2016, e que isso é resultado da propaganda da prefeitura para divulgar o telefone. "O que não pode acontecer é não divulgar. A partir do momento em que a demanda vai crescendo, vamos aumentando [o atendimento]", disse.

Sabará não reconheceu falhas no serviço e disse que em torno de 75% dos chamados têm sido atendidos. "Tem muita gente que conheço que conseguiu fazer".

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social diz que apura o que houve nas cinco ocorrências "de modo que elas possam contribuir para melhorias nos serviços".

Segundo a secretaria, em 3 de julho, foram recebidas 637 solicitações pelo telefone 156, sendo 230 atendidas. "A média de abordagens solicitadas diariamente tem aumentado. Em 2015 foram 37; em 2016, foram 68; e em 2017, 149", diz.

Sobre a família na avenida Professor Noé de Azevedo, na Vila Mariana (zona sul), a pasta diz que, por volta das 22h30, a equipe não observou pessoas no local e seguiu para outros atendimentos. Retornou por volta da 1h30 de segunda-feira e relatou ter visto apenas um carrinho com objetos, sem pessoas por perto ou qualquer barraca. Na quinta-feira, voltou ao local e constatou que são pessoas que recusam atendimento desde 2012.

Quanto aos demais casos, a secretaria diz que todos foram atendidos na manhã de segunda-feira, em razão do volume de solicitações.

Índice

PUBLICIDADE

20/11/2017

Prédios devem começar a discutir orçamento de 2018

Assessor de Coronel Telhada é assassinado com seis tiros

Muro do Cemitério do Araçá desaba

Homem morre após salvar casal ilhado em enchente

Embarque preferencial não funciona na linha 1 do metrô

19/11/2017

Vídeos mostram ação de ladrões de moto e bicicleta

Morte de mulheres por derrame cerebral se iguala à de homens

Polícia prende 7 em fábrica de moedas falsas no Brás

Padre de Osasco escreve frases polêmicas na internet

Bateria de Carnaval de idosos dá show no viaduto do Chá

Escola na periferia incentiva crianças a escrever cartas

18/11/2017

Laudo vê superfaturamento em obras na Federal do ABC

Vídeo mostra estudante sofrendo bullying em colégio

Ator negro acusa seguranças de agressão em terminal

Feriadão prolongado será de chuva e frio na capital

Posto de saúde fica sem ambulatório para os olhos

17/11/2017

Tucano diz que subprefeito tem que trabalhar e não reclamar

Tio é suspeito de participar de assassinato de meninas

Calendário de 2018 prevê mais feriados prolongados

Prefeitura amplia alimento orgânico na merenda escolar

Doria descumpre meta de zerar reclamações de buraco

16/11/2017

Preso por 10 anos é inocentado na Justiça

Garoto morre atropelado por ônibus ao cair de bicicleta

Dente segura bala e salva aposentado durante assalto

Professora é acusada de pôr crianças em sacos de lixo

Doria demite subprefeito que reclamou de falta de grana

Reclamações sobre árvores lideram ranking de queixas da prefeitura

15/11/2017

Crise e zika reduzem total de nascimentos no Brasil

Alckmin adia mais uma vez novas estações da linha 5

Dupla mata motorista de ônibus em briga de trânsito

Inquilina é presa sob suspeita de matar idoso

14/11/2017

Atirador deixa oito feridos em baile funk em Osasco

Novas estações da linha 5 mudam horário

Promotor de eventos é morto em apartamento em Moema

Etecs oferecem 78 mil vagas em vestibular do 1º semestre

Marronzinhos voltam a registrar multas no talão

Bancas de loteria clandestina continuam abertas na capital

13/11/2017

Câmera de segurança ajuda a esclarecer pequenos delitos

Carro cai em córrego em Mogi e 4 morrem afogados

Semáforo para pedestres não segue tempo divulgado

Contrabando usa portos clandestinos na fronteira

Loteria do futebol vira o novo jogo do bicho na capital

12/11/2017

Tratamento de fungo nas unhas pode demorar mais de um ano

Treinamento para evitar bagunça melhora ensino

Capital registra um crime de intolerância a cada 12 horas

Brinquedo bate-bola é a nova febre entre a criançada

Doação de fim de ano leva famílias para a marginal Tietê

11/11/2017

Porteiro de condomínio é preso por abusar de crianças

Risco de febre amarela fecha o 1º parque da zona leste

A pedido de tucano, Justiça barra venda de Interlagos

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).