Polícia

22/08/2010

Aos 9 anos, garoto virou dono de boca de fumo

Jota Assis
do Agora

M., 14 anos, está na Fundação Casa há dez meses. Com 12 tatuagens pelo corpo, tem uma longa história na criminalidade. Segundo ele, já teve 32 passagens pela polícia de Santa Cruz do Rio Pardo (346 km de SP).

O menor é um caso raro entre os internos: tem pai e mãe. "Mas deixei de morar com eles há dois anos. Atrapalhavam meus negócios", afirma o interno.

O garoto diz que começou a cometer pequenos furtos com sete anos. "Matava aula e ia roubar. A coisa foi aumentando", diz.

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora neste domingo, 22 de agosto, nas bancas

Índice

PUBLICIDADE

22/05/2010

PM troca comando da Corregedoria

16/05/2010

Grupo de extermínio é investigado na zona leste

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).