Grana
29/10/2009

Saem as regras de acordos para revisão do FGTS

Luciana Lazarini
do Agora

O trabalhador que foi contratado até 22 de setembro de 1971, que optou pelo FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e permaneceu no mesmo emprego por pelo menos três anos, pode entrar em acordo com a Caixa Econômica Federal para receber a grana da revisão do fundo.

  • Confira na edição impressa do Agora, nas bancas nesta quinta-feira (29 de outubro), passo a passo sobre o acordo para revisão do FGTS. Veja também tira-dúvidas sobre o acordo e saiba como entrar na Justiça
  • Assine o Agora

Os herdeiros do trabalhador morto também poderão pedir a correção. A regulamentação do acordo deve sair em até 90 dias. Depois, o pedido poderá ser feito nas agências.

A correção é devida porque, até 1971, os juros anuais do FGTS podiam ser de até 6%, dependendo do tempo do contrato de trabalho. Após esse ano, foi estabelecido o juro de 3% ao ano, como é hoje. Mas a lei garantiu o direito aos juros progressivos para quem aderiu ao fundo antes de 1971. O problema é que os bancos gestores do FGTS aplicaram, incorretamente, 3% ao ano para todo mundo.

Segundo o Ministério do Trabalho, no acordo, será oferecido de R$ 380, para quem tem até dez anos de conta, a R$ 17.800, no caso de funcionários com mais de 40 anos de carteira assinada.

Serão pagas as diferenças desde 1971. Na Justiça, para quem for entrar com uma ação hoje, só são pagos a grana dos juros a partir de 1979. O Judiciário tem o prazo de 30 anos para pedir as diferenças não pagas.

As regras foram aprovadas anteontem pelo Conselho Curador do FGTS. A Caixa tem o prazo de até 90 dias para definir os detalhes do pagamento e começar a oferecer os acordos. A negociação vai valer para aqueles que estão aguardando a decisão da Justiça e também para os que têm direito, mas não entraram com uma ação.

Quando vale a pena
De acordo com o advogado Danilo Santana, especialista em direito social, o acordo não vale a pena para quem tem direito a receber valores maiores na Justiça. "Os valores pagos pelo Judiciário chegam a ser dez vezes maiores do que o que está sendo oferecido pela Caixa", afirma.

Já para aqueles que foram demitidos até outubro de 1979, e não podem entrar na Justiça porque perderam o prazo, o acordo pode ser a melhor saída, segundo o advogado. Para a Caixa, o que vale é o tempo de duração do contrato (a partir da data de admissão).

Leia mais

100 Serviços

Índice

PUBLICIDADE

30/05/2015

Atrasados de outubro a março podem aumentar

Conta de luz continuará mais cara em junho

29/05/2015

97.020 segurados receberão atrasados do INSS em junho

Teto para financiar casa com taxa menor diminui

28/05/2015

Senado aprova regra que dá aposentadoria integral antes

Pensão sem desconto será mantida para viúvas

27/05/2015

Confira dicas para quem começou a pagar o INSS cedo

PIS deve ser proporcional ao tempo de trabalho

26/05/2015

Governo quer subir limite do Minha Casa, Minha Vida

Dilma vetará mudança na regra para pagar PIS

25/05/2015

Reajuste dos remédios aumenta gastos das famílias

Celular chinês com internet faz sucesso

Saiba quanto ganhar a mais se adiar o benefício por 1 ano

24/05/2015

Paulistanos mudam para Grande SP para ter 1º imóvel

Veja as melhores idades para pedir a aposentadoria

Operadoras bloqueiam internet dos clientes

23/05/2015

Dilma veta limite maior no crédito consignado

Tribunal aumenta valor da revisão da poupança

22/05/2015

Professor terá aposentadoria integral antes com novo fator

Dilma aceita derrubar novas regras do PIS

21/05/2015

Primeira parcela do 13º do INSS deve sair em agosto

Capital terá Minha Casa, Minha Vida gourmet

20/05/2015

Revisão do teto pode pagar atrasado maior

Tarifa de avaliação de imóvel sobe para R$ 2.200 na Caixa

19/05/2015

INSS antecipa depósito de lote da revisão dos auxílios

Venda de 53 planos de saúde é suspensa em São Paulo

18/05/2015

Confira o salário pago ao trabalhador acima de 50 anos

Saiba quando antecipar o financiamento da casa própria

Veja quanto falta para ter a aposentadoria integral

17/05/2015

Conheça os 10 mandamentos para usar o cartão de crédito

Veja quem terá aumento no benefício com o novo fator

Produtos de beleza começam a ficar mais caros

16/05/2015

Benefício da mulher aumenta até 48% com novo cálculo

Financiamento da casa própria está mais caro

15/05/2015

Pacote que muda auxílio e pensão vai ao Senado

Aposentadoria pode subir cerca de 30% com novo fator

14/05/2015

Deputados aprovam fator que antecipa benefício integral

Câmara barra corte no valor da pensão do INSS

13/05/2015

Novas regras da pensão devem ser votadas hoje

Veja as verbas extras que o aposentado que trabalha tem

12/05/2015

Confira onde os benefícios do INSS saem mais rápido

Limite para financiar imóvel pode aumentar

11/05/2015

Carne de segunda sobe mais do que a inflação do país

Veja como a doméstica se aposenta

Confira quanto ganhar se investir a aposentadoria

10/05/2015

Veja a aposentadoria de quem recebe até 5 salários

Saiba como diminuir o valor da sua conta de luz

Confira o benefício para mulheres de 50 a 65 anos

Brasileiro vai mais às lotéricas pagar contas

Clientes correm à 25 de Março

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).