Grana
20/10/2009

INSS tem 3,2 milhões de benefícios sob suspeita

Juca Guimarães
do Agora

Cerca de 3,2 milhões de benefícios ativos do INSS estão sob suspeita de irregularidade ou fraude, segundo o TCU (Tribunal de Contas da União), que fez uma auditoria no dados cadastrais dos beneficiários do instituto e no valor dos pagamentos.

Considerando o valor médio de R$ 996 dos benefícios, a despesa com essas irregularidades pode alcançar a cifra de R$ 3,2 bilhões por mês.

Até o final de dezembro, o INSS terá que investigar os benefícios sob suspeita. Se for um problema de cadastro, o caso será resolvido com uma atualização dos dados. No entanto, se for um golpe, o fraudador será processado e terá que devolver a grana.

A investigação feita pelo TCU começou em 2005 e um relatório com 21 tipos de pendências foi encaminhado ao INSS. Neste mês, o tribunal fez um monitoramento nas regularizações e identificou que cinco tipos de pendências, envolvendo 3,2 milhões de benefícios, ainda não haviam sido resolvidas.

Além disso, o INSS ainda não cumpriu a recomendação do TCU para que fossem feitas auditorias nos 22 postos com concessão de benefícios temporários por incapacidade com valores acima da média.

Cadastro incompleto
Segundo as investigações do TCU, existem 2 milhões de benefícios ativos sem identificação do CPF do favorecido.

Também foram identificados 1,2 milhão de beneficiários com o nome abreviado no cadastro do INSS.

A falta de CPF e o nome abreviado podem, de acordo com o TCU, facilitar fraudes e pagamentos em duplicidade.

Outra irregularidade que ainda persiste no cadastro do INSS é a concessão de três ou mais benefícios para um único CPF. O que pode significar, segundo o TCU, o acúmulo indevido de pagamentos. Foram identificados 31.285 casos desse tipo no relatório.

Quando iniciou o levantamento, em 2005, o TCU identificou que haviam 20.297 pensões ativas em nome de pensionistas mortos. No monitoramento das pendências, o tribunal descobriu que este número caiu para 1.827.

O último ponto pendente na auditoria feita pelo TCU é o pagamento de benefícios com valor acima do teto do INSS, hoje em R$ 3.218,90. O tribunal identificou cerca de 3.700 pagamentos suspeitos. No entanto, o próprio TCU reconhece que podem ser benefícios concedido de acordo com leis específicas --que permitiam valores acima do teto, por exemplo, a ex-combatentes. Mesmo assim, o TCU recomendou a investigação do caso.

O INSS não comentou o relatório de pendências do TCU, mas informou que vai responder ao órgão. Se for preciso, o tribunal pode prorrogar o prazo para solução das pendências. Se o INSS não fizer nada, será aplicada uma multa de até R$ 34 mil por caso pendente.

100 Serviços

Índice

PUBLICIDADE

11/12/2018

Confira os novos valores das aposentadorias para 2019

63 milhões vão entrar em 2019 com dívidas

10/12/2018

Comércio popular aposta na segunda parcela do 13º

Aluguel de casa na praia chega a custar o dobro

Saiba acertar no pedido da aposentadoria por idade

09/12/2018

Armas de brinquedo fazem sucesso e são febre no Natal

Regra 85/95 está com os dias contados para acabar

08/12/2018

Malha fina do IR tem 628 mil contribuintes

Espera por concessão sobe após benefício automático

07/12/2018

Mensalidade escolar subirá, em média, 7%

INSS divulga datas para pagamento de benefícios

06/12/2018

Mudanças no INSS devem ser votadas no 1º semestre

AGU quer vetar adicional de 25% no benefício

05/12/2018

Aposentado trocará convênio sem carência

Bolsonaro quer subir idade mínima do INSS em dois anos

04/12/2018

Brasileiros têm feito rodízio de suas dívidas

Saiba calcular o valor de sua aposentadoria no INSS

02/12/2018

Novo fator pode aumentar a aposentadoria do INSS

Consumidor tem desconto para pagar dívida com o 13º

Saiba fugir de golpes na internet e no celular

01/12/2018

Horas extras têm novas regras para a compensação

Veja o valor do benefício de quem vai se aposentar já

Conta de luz vai ficar mais barata neste mês

Não se pode matar idoso, diz Bolsonaro sobre reforma

30/11/2018

Benefício cairá 0,77% com novo desconto

Segurado vai trabalhar dois meses a mais com novo fator

29/11/2018

Regra para compras fora do país vai mudar

Trabalhador deve agendar a entrega de documentos

28/11/2018

Site ajuda a escolher o melhor plano de saúde

Desconto na aposentadoria fica maior a partir de sábado

27/11/2018

Justiça paga R$ 1 bilhão para segurados do INSS

Gasolina cai 1,3%, mas lucro dos postos segue em alta

26/11/2018

Veja o valor dos atrasados ao esperar a aposentadoria

Segunda parcela do 13º do INSS começa a ser paga hoje

Saiba como negociar o reajuste do aluguel

25/11/2018

Crise no emprego eleva os gastos com saúde mental

Saiba guardar grana para não ter aperto ao se aposentar

Tempo a mais de INSS faz benefício subir até R$ 2.281

24/11/2018

Brasileiro fará bico para presentear no Natal

Aumentam queixas na Black Friday deste ano

30,1 milhões terão segunda parcela do 13º

Aposentadoria por tempo de contribuição é vantajosa

23/11/2018

Black Friday pode ter descontos de até 90%

Aposentadoria automática sai só em 1% dos pedidos

22/11/2018

Lei para desistir de imóvel volta à Câmara

INSS libera a consulta ao valor da 2ª parcela do 13º

21/11/2018

Fila do endividamento ganha cem mil idosos

Documento difícil ajuda a se aposentar pelo INSS

20/11/2018

Consumidor deve fugir do crédito rotativo

Saiba acompanhar o pedido de aposentadoria no INSS

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).