Domingo é Show!
04/11/2018

Consultório Médico

Tenho sentido a pele de um dos meus calcanhares grossa. No princípio, achei que fosse machucado por uso de algum sapato, mas agora penso que pode ser algo como micose. É só um círculo mais áspero perto do osso, meio anestesiado ao toque. O que pode ser?
I.

Existem várias alterações cutâneas que podem provocar essa 'pele grossa'. Mas vamos a algumas dicas do que você mencionou. A primeira informação é de que está restrita ao calcanhar. Isso sugere que há uma relação com os ossos ou com a pressão que eles exercem. Outro ponto importante é que você diz que a área está mais anestesiada ao toque. Observamos isso em algumas doenças de pele, mas o simples espessamento da pele também pode levar à diminuição da sensibilidade.

Assim sendo, é provável que seja uma queratose calcânea. O que é isso? É quando a pele vai ficando mais grossa em determinada região do corpo, pois está sendo agredida de alguma forma. Isso acontece muito nos pés, pois eles são obrigados a aguentar nosso peso durante o dia todo. Dependendo do tipo de calçado, do peso do indivíduo ou de deformidades ósseas (pé chato, joanete e inúmeras outras), a pele dos nossos pés pode sofrer pressões exageradas contra os ossos. Isso pode se manifestar como calos, calosidades ou simplesmente espessamentos em determinadas regiões da pele. Para o tratamento ser efetivo, não basta simplesmente passar cremes, é preciso corrigir a agressão à sua pele. Andar muito descalço ou com chinelos pode ser prejudicial.

É indicado procurar um profissional para avaliar se a pisada está torta. Cremes hidratantes podem ajudar muito, mas evite aplicação direta se houver rachaduras pois pode arder mais.

Meu pai tem se comportado de maneira estranha. Ele tem fantasiado histórias que não existem, como a de que é casado com uma moça de 43 anos. O que pode ser? Ele já foi alcoólatra, tem 72 anos e mora sozinho.
J.

Ideias falsas (delírios) e percepções sem estímulos (alucinações) caracterizam a psicose. Provavelmente, a descrição se enquadra em uma síndrome psicótica. Doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer, podem ser uma das causas, mas uma avaliação medica é necessária.

Fiquei 13 anos sem ter cáries, mas, nos últimos dois anos, com os mesmos hábitos, tenho casos sempre. Já li que pode ser refluxo. Ou pode ser a idade? Tenho hoje 36 anos.
L.

O surgimento de cáries pode ser provocado por refluxo ou gastrite, sim. Mas é imprescindível também observar os hábitos de escovação. É recomendado escovar os dentes imediatamente após as refeições. Também é importante prestar atenção ao consumo exagerado de doces e alimentos ácidos. A idade não influencia no potencial de cáries, ao contrário, com o passar dos anos, os problemas de gengiva são mais recorrentes do que os de cáries.

Quem responde:

Caio Lamunier, 35 anos, é dermatologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Fabio Porto, 36 anos, é neurologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Luciane Kraul, 43 anos, é dentista com especialização em ortodontia e doutoranda em laser na Universidade de São Paulo (USP)

Dúvida sobre saúde? Envie sua pergunta

Email: domingoeshow@grupofolha.com.br
WhatsApp: (11) 97549-7959
Endereçovirtual: agora.uol.com.br/falecomoagora
Endereço para cartas: al. Barão de Limeira, 425, Campos Elíseos, 4º andar, CEP 01202-900, São Paulo/SP.
Telefone para contato: (11) 3224-4243

Índice

PUBLICIDADE

09/12/2018

Tratamentos paliativos aliviam dor de doentes terminais

Pop orquestrado

Veja de que forma os signos influenciam como escolher suas roupas

(A)ventura na Cozinha: Tradição lusitana

Consultório Médico

Colo de mãe: Não basta ser mãe

08/12/2018

Bom de Garfo: Unidos pelo parmegiana

Era uma Vez uma Novela: Uma nova Perpétua

Biblioteca da Vivi: Universo do bem

02/12/2018

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Cheiro de Natal

Colo de mãe: Pequena formanda

Biblioteca da Vivi: Dose Barbara

Papo de Teatro: Parada de sucesso

25/11/2018

Banda Carisma faz baile em que toca sucessos

Anos 1990 são tema da próxima novela da Globo

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Pudim de mentirinha

Colo de mãe: Gerenciadora de crises

Era uma Vez uma Novela: Rei das novelas

Bom de Garfo: Bom demais da conta, sô!

Biblioteca da Vivi: Mil palavras

10/11/2018

Conheça os bastidores da mudança de visual de Deborah Secco

Palavra cruzada pode ajudar na manutenção da saúde mental

Conheça as apostas de moda da São Paulo Fashion Week

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Olha o peixe cru!

Biblioteca da Vivi: Conto de uma cachorra

Colo de mãe: Como escolher a melhor escola

Bom de Garfo: Clássico é clássico

04/11/2018

Veterinários não indicam água e sabão para felinos

Consumo exagerado de doces provoca cáries e diabetes

Pais e filhos frequentam a academia juntos

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Combinação vencedora

Papo de Teatro: O eterno Vagabundo

Colo de mãe: Acolha seu filho

Biblioteca da Vivi: O livro da posse

28/10/2018

Roupas delicadas e íntimas devem ser lavadas de maneira adequada

Releitura dos anos 1980, calças clochard estão em alta

É possível treinar atitudes positivas em cães

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Clássico dos clássicos

Colo de mãe: Um dia eles partem

Era uma Vez uma Novela: Histórias do lado de lá

Bom de Garfo: Caipirinha, ora pois!

Biblioteca da Vivi: Mistérios reais

21/10/2018

Banda de samba-rock Sandália de Prata faz show na zona leste

Xampu micelar promete limpar os cabelos sem danificar os fios

Papo de Teatro: Família no palco

Mais notícias: 1 2 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).