Domingo é Show!
21/10/2018

Consultório Médico: Dúvida sobre saúde? Envie sua pergunta

do Agora

Estou entrando na menopausa e tenho medo de deixar de sentir orgasmo. Devo esperar isso? Como posso prolongar o prazer?
D.
Na vida sexual das mulheres há dois fatores importantes que influenciam no prazer: libido e orgasmo. O primeiro consiste na vontade de iniciar a atividade sexual. A baixa qualidade de vida, o estresse e os problemas familiares e financeiros, bem como a baixa autoestima e o sedentarismo podem reduzir esse desejo. Com o avançar da idade e após a menopausa, mudanças no corpo da mulher, como o ganho de peso, o aumento na flacidez da pele e a diminuição da umidade vaginal também podem reduzir a libido. Já o orgasmo, neste período, pode ser impactado pela queda na produção de hormônios sexuais femininos, fator que pode reduzir tanto a umidade vaginal (provocando dor na penetração) quanto a sensibilidade clitoridiana (o que diminui o estímulo erótico). Uma percepção corporal negativa e o estresse causados pelos eventos adversos da menopausa levam a uma antecipação psicológica destes efeitos. Para evitá-los, mantenha uma boa qualidade de vida, preservando aptidão física com exercícios aeróbicos pelo menos cinco vezes por semana. Isso permitirá ter corpo mais saudável e mente mais sadia. Mantenha a autoestima elevada e entenda a menopausa como um processo natural de transição. A medicina pode ajudar a amenizar efeitos com tratamentos para evitar ressecamento vaginal e eventualmente acrescentar um tanto de hormônio sexual.

Fui diagnosticado com hérnia de disco cervical e tenho dificuldade para me exercitar, desde então. Que atividades são recomendadas?
R.
Se foi diagnosticado com hérnia cervical, exercícios sem impacto seriam os mais indicados no seu caso. Além disso, seria recomendável praticar exercícios de fortalecimento e alongamento da região cervical. Pilates e ioga poderiam ajudar a fortalecer a sua musculatura. Exercícios de rotação da cervical, como a natação, devem ser evitados no período de crise. Muito cuidado com a musculação, também, pois muitos exercícios podem piorar seu quadro e desencadear a crise. Lembre-se de que olhar o celular com o pescoço voltado para baixo pode prejudicar o disco da coluna cervical.

Vez ou outra sinto uma dor intensa na cabeça, como uma fisgada profunda e prolongada. Já me indicaram relaxante muscular. Resolve. Mas é normal ser contração de músculo?
I.
É incomum esse tipo de dor ser relacionada a 'contração da musculatura da cabeça'. As dores relacionadas a tensão muscular (cefaleia tensional) são menos intensas e mais prolongadas. Algumas dores relacionadas a alterações dos nervos, chamadas de neuralgias, tipicamente são muito intensas. O diagnóstico diferencial depende da caracterização cautelosa dos sintomas. É preciso fazer exame neurológico minucioso e outros complementares.

Quem responde:

Fabio Porto, 36 anos, é neurologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Fernanda Junqueira, 31 anos, é dermatologista pelo Hospital das Clínicas.

Alexandre Pupo Nogueira, 46 anos, é ginecologista, obstetra e mastologista, membro do núcleo de mastologia do Hospital Sírio-Libanês.

Dúvida sobre saúde? Envie sua pergunta

Email: domingoeshow@grupofolha.com.br
WhatsApp: (11) 97549-7959
Endereçovirtual: agora.uol.com.br/falecomoagora
Endereço para cartas: al. Barão de Limeira, 425, Campos Elíseos, 4º andar, CEP 01202-900, São Paulo/SP.
Telefone para contato: (11) 3224-4243

Índice

PUBLICIDADE

09/12/2018

Tratamentos paliativos aliviam dor de doentes terminais

Pop orquestrado

Veja de que forma os signos influenciam como escolher suas roupas

(A)ventura na Cozinha: Tradição lusitana

Consultório Médico

Colo de mãe: Não basta ser mãe

08/12/2018

Bom de Garfo: Unidos pelo parmegiana

Era uma Vez uma Novela: Uma nova Perpétua

Biblioteca da Vivi: Universo do bem

02/12/2018

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Cheiro de Natal

Colo de mãe: Pequena formanda

Biblioteca da Vivi: Dose Barbara

Papo de Teatro: Parada de sucesso

25/11/2018

Banda Carisma faz baile em que toca sucessos

Anos 1990 são tema da próxima novela da Globo

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Pudim de mentirinha

Colo de mãe: Gerenciadora de crises

Era uma Vez uma Novela: Rei das novelas

Bom de Garfo: Bom demais da conta, sô!

Biblioteca da Vivi: Mil palavras

10/11/2018

Conheça os bastidores da mudança de visual de Deborah Secco

Palavra cruzada pode ajudar na manutenção da saúde mental

Conheça as apostas de moda da São Paulo Fashion Week

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Olha o peixe cru!

Biblioteca da Vivi: Conto de uma cachorra

Colo de mãe: Como escolher a melhor escola

Bom de Garfo: Clássico é clássico

04/11/2018

Veterinários não indicam água e sabão para felinos

Consumo exagerado de doces provoca cáries e diabetes

Pais e filhos frequentam a academia juntos

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Combinação vencedora

Papo de Teatro: O eterno Vagabundo

Colo de mãe: Acolha seu filho

Biblioteca da Vivi: O livro da posse

28/10/2018

Roupas delicadas e íntimas devem ser lavadas de maneira adequada

Releitura dos anos 1980, calças clochard estão em alta

É possível treinar atitudes positivas em cães

Consultório Médico

(A)ventura na Cozinha: Clássico dos clássicos

Colo de mãe: Um dia eles partem

Era uma Vez uma Novela: Histórias do lado de lá

Bom de Garfo: Caipirinha, ora pois!

Biblioteca da Vivi: Mistérios reais

21/10/2018

Banda de samba-rock Sandália de Prata faz show na zona leste

Xampu micelar promete limpar os cabelos sem danificar os fios

Papo de Teatro: Família no palco

Mais notícias: 1 2 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).