Defesa do Cidadão
30/05/2011

Vendedor quer pagar INSS atrasado

Débora Melo
do Agora

O vendedor Jânio Marques da Silva, 51 anos, diz que contribuiu ao INSS durante 33 anos e dez meses. Ele quer se aposentar por tempo de contribuição e pergunta se pode, hoje, recolher as contribuições referentes a dois anos que ficou sem pagar a Previdência.

"Entre 92 e 93 e, depois, de 98 a 99, eu não trabalhei com registro em carteira e também não paguei o INSS. Queria usar esse tempo agora para me aposentar", afirma Silva.

A aposentadoria por tempo de contribuição é paga aos homens com 35 anos de pagamento e às mulheres com 30 anos de contribuição. Se conseguisse recolher os pagamentos em atraso, o leitor já teria tempo para se aposentar. Antes, porém, é preciso verificar se o recolhimento atrasado vale a pena.

"O valor das contribuições será acrescido de juros e multa. Quanto mais antigo o período, mais caro ficará para o segurado", afirma o advogado Diego Franco Gonçalves, do escritório Francisco Rafael Gonçalves Advogados Associados. O advogado diz que, para saber o valor exato que terá que pagar, o leitor deve solicitar à agência da Previdência o cálculo do recolhimento em atraso (é preciso agendar horário pelo telefone 135).

"De repente pode compensar continuar trabalhando e contribuindo por mais dois anos. Ele terá que fazer as contas para saber o que vale a pena", afirma.

De qualquer forma, o segurado terá que comprovar que estava trabalhando para que a Previdência aceite os pagamentos em atraso. "Esse é o requisito principal para que o INSS aceite essas contribuições", afirma o advogado. "Será preciso apresentar todos os documentos que possam comprovar o desempenho de uma atividade naquele período. Quem foi comerciante, por exemplo, pode apresentar notas fiscais do período.

Índice

PUBLICIDADE

02/07/2015

Operadora pede comprovantes

Conta de TV é cobrada duas vezes, diz cliente

Posto não tem neurologista

Pacientes são encaminhados

01/07/2015

Geladeira nova de inox tem manchas

Créditos de celular somem

Electrolux trocará laterais

Operadora vai devolver valores

30/06/2015

Mensalidade é cancelada

Convênio é cancelado sem autorização

Conta de luz chega com multa

Operadora vai devolver valores

29/06/2015

Aposentado espera grana de precatório

Tribunal diz que ele terá prioridade

28/06/2015

Zelador precisa do auxílio-doença

Segurado ainda pode recorrer

27/06/2015

Cliente fica duas semanas sem telefone fixo

Net reativa linha telefônica

Celular quebra após 3 meses

Sony substitui o aparelho

26/06/2015

Plano de celular quase dobra de valor

Secador puxa fios de cabelo

Oi não cobrará dois meses

Empresa devolverá grana

25/06/2015

TIM religa linha pré-paga

Buraco incomoda motoristas

Cliente tenta mudar plano de celular

Prefeitura realiza o serviço

24/06/2015

Empresa envia conta de telefone cancelado

Lavadora nova está quebrada

Vivo suspende linha e cobrança

Electrolux vai trocar máquina

23/06/2015

Ponto de TV paga não é instalado

Asfalto da rua está cedendo

Leitora cancela plano da Sky

Prefeitura vai tapar o buraco

22/06/2015

Ex-servidor espera verba na Justiça

Tribunal diz que ação não foi encerrada

21/06/2015

Processo ainda não terminou

Aposentado quer aumentar benefício

20/06/2015

Linha de telefone não é transferida

Forno não assa alimentos

Mudança ainda não foi feita

Brastemp trocará o produto

19/06/2015

Celular novo trava a todo momento

Rua está suja há um mês

Empresa realizará conserto

Prefeitura manda varrer local

18/06/2015

Viúvo não recebe assistência funeral

Refrigerador está quebrado

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).