Defesa do Cidadão
29/04/2012

Metalúrgico quer provar contribuição

Tatiana Cavalcanti e Paula Cabrera
do Agora

O ajustador mecânico José Castilho Carvalho, 50 anos, diz que o CNIS (cadastro de informações do INSS) não registra três anos de contribuições feitas entre 1976 e 1979. O segurado perdeu uma das carteiras de trabalho da época e a outra não foi reconhecida pelo INSS.

Carvalho reclama que o INSS também não considerou como especiais 14 anos de trabalho exercidos entre 1981 e 1995 e que, por isso, não conseguiu a aposentadoria por tempo de contribuição, que exige 35 anos de pagamentos ao INSS (homem) ou 30 anos (mulher).

Para comprovar o tempo de serviço sem a carteira, o advogado Guilherme Portanova diz que Carvalho pode juntar documentos que tiver da época em que trabalhava na empresa, como declaração do ex-empregador ou do síndico da massa falida (caso a empresa tenha fechado), fotos, recibos e bilhetes.

A lista de atividades com direito à contagem especial até 1995 não tem "ajustador mecânico", mas tem metalúrgico. Com a conversão desse tempo especial, Carvalho ganharia 5,5 anos a mais de contribuição.

Caso o segurado não consiga o benefício apresentando recurso no posto, ele poderá procurar a Justiça.

Índice

PUBLICIDADE

29/07/2016

Prefeitura realizará serviço

Leitor quer poda de árvore

Operadora atende pedido

Net demora para cancelar canal de TV

28/07/2016

Créditos são autorizados

Empresa não libera milhas

Operadora devolve valores

TIM muda plano sem consultar cliente

27/07/2016

Empresa regulariza o serviço

Professor quer telefone grátis

Prefeitura tomará providências

Leitor reclama de calçada esburacada

26/07/2016

Ponto Frio troca o aparelho

Loja entrega TV com defeito

Operadora suspende produto

Vivo demora 1 mês para cancelar plano

25/07/2016

Aposentado quer troca de benefício

Resposta do TRF

24/07/2016

INSS corrige erro no cadastro

Fiscal quer receber auxílio atrasado

23/07/2016

SPTrans entrega cartão

Idoso pede Bilhete Único

Operadora isentará de fatura

Nextel não cancela linha de telefone

22/07/2016

Medicamento é entregue

Paciente aguarda remédio

Operadora entrará em contato

Vivo cobra multa por quebra de contrato

21/07/2016

Plano de saúde liga para leitor

Prevent Senior fecha hospital

Subprefeitura promete serviço

Leitor pede poda de árvore há 6 meses

20/07/2016

SPTrans informa fiscalização

Leitor critica venda em ônibus

Operadora mantém tarifas

Cliente reclama de cobranças da TIM

19/07/2016

Operadora retira equipamento

Vivo cobra após cancelamento

Empresa vai trocar o produto

Televisão é entregue com a tela trincada

18/07/2016

Aposentada cobra revisão do benefício

17/07/2016

Pedido foi negado pelo INSS

Aposentada aguarda revisão desde 2011

16/07/2016

Iamspe agenda a consulta

Paciente está sem medicação

Operadora habilita telefone

Sem autorização, Vivo desativa linha

15/07/2016

Ressarcimento é realizado

Lavadora não sai do conserto

Rede de lojas devolve a grana

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).