Defesa do Cidadão
08/03/2012

Comerciante perde clientes sem internet

Joyce Carla
do Agora

O comerciante Roberto Blaz, 35 anos, da Vila Mariana (zona sul), afirma que, no mês passado, o Speedy, serviço de internet da Telefônica, ficou sem funcionar por três dias e que, com isso, a sua LAN house teve um prejuízo de mais de R$ 2.000.

"Não existe LAN house sem internet. Nesses dias, eu tive perda no faturamento com os clientes frequentes e ainda tive perdas incalculáveis com aqueles que poderiam ter vindo pela primeira vez."

O leitor conta que, no dia 1º de fevereiro, entrou em contato com a Telefônica e foi informado de que o problema estaria resolvido em poucas horas.

"O atendente disse que até o fim daquele dia, a internet estaria normalizada, mas isso não aconteceu. Depois, a empresa alegou que o serviço voltaria às 8h do dia seguinte. Também não voltou."

De acordo com Blaz, a Telefônica não dizia qual era o problema.

"E agora? Quem é que vai ressarcir o meu prejuízo? A Telefônica deveria indenizar os clientes que passaram por essa situação."

O comerciante diz que essa foi a segunda vez em que o Speedy apresentou falha no sinal.

"Para não ter mais esse tipo de problema, eu contratei o serviço de uma empresa concorrente. Se uma falhar, tenho a outra."

Telefônica
Tel.: 10315

Índice

PUBLICIDADE

25/07/2016

Aposentado quer troca de benefício

Resposta do TRF

24/07/2016

INSS corrige erro no cadastro

Fiscal quer receber auxílio atrasado

23/07/2016

SPTrans entrega cartão

Idoso pede Bilhete Único

Operadora isentará de fatura

Nextel não cancela linha de telefone

22/07/2016

Medicamento é entregue

Paciente aguarda remédio

Operadora entrará em contato

Vivo cobra multa por quebra de contrato

21/07/2016

Plano de saúde liga para leitor

Prevent Senior fecha hospital

Subprefeitura promete serviço

Leitor pede poda de árvore há 6 meses

20/07/2016

SPTrans informa fiscalização

Leitor critica venda em ônibus

Operadora mantém tarifas

Cliente reclama de cobranças da TIM

19/07/2016

Operadora retira equipamento

Vivo cobra após cancelamento

Empresa vai trocar o produto

Televisão é entregue com a tela trincada

18/07/2016

Aposentada cobra revisão do benefício

17/07/2016

Pedido foi negado pelo INSS

Aposentada aguarda revisão desde 2011

16/07/2016

Iamspe agenda a consulta

Paciente está sem medicação

Operadora habilita telefone

Sem autorização, Vivo desativa linha

15/07/2016

Ressarcimento é realizado

Lavadora não sai do conserto

Rede de lojas devolve a grana

Cliente pede de volta valor pago a mais

14/07/2016

Apple pede nova análise

Linha está funcionando

Cliente é cobrada por telefone mudo

13/07/2016

AES Eletropaulo instala medidor

Leitor aguarda ligação de luz

Operadora mantém tarifa

Net faz cobrança indevida, diz cliente

12/07/2016

Operadora mantém cobrança

Nextel não cancela linhas

Hospital das Clínicas faz entrega

Paciente não recebe remédios por dois meses

11/07/2016

Decisão é provisória e ação ainda está em fase de recurso

Aposentado quer os atrasados do INSS

10/07/2016

Reavaliação será em agosto

Operário quer ganhar o auxílio-doença

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).