Brasil
13/06/2010

Governo tem esquadrão de militantes, diz Serra

Folha de S.Paulo

SALVADOR -- No lançamento oficial de sua candidatura à Presidência, o tucano José Serra fez ontem o seu discurso mais duro desde o início da pré-campanha, acusando o governo de "montar um esquadrão de militantes pagos com dinheiro público".

Na festa, que reuniu cerca de 8.000 militantes em um clube de Salvador, segundo a PM, o tucano disse que "essa patota corporativa" exerce uma "patrulha de ideias" para intimidar a oposição.

"Não tenho esquemas, não tenho máquinas oficiais, não tenho patotas, não tenho padrinhos, não tenho esquadrões de militantes pagos com dinheiro público", discursou.

Serra comparou, indiretamente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Luís 14 (1638-1715), rei da França no auge do regime absolutista.

"Luís 14 achava que o Estado era ele. Nas democracias e no Brasil, não há lugar para luíses assim."

Sem citar Dilma, Serra fez referências a ela. Disse, por exemplo, que não tem mal-entendido com o passado, numa alusão sutil à participação da petista em movimentos de guerrilha.

Criticou ainda a política externa do governo: "Não devemos elogiar continuamente ditadores em todos os cantos do planeta, só porque são aliados eventuais do partido de governo".

Em seu discurso, o ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, disse que "o país não precisa de "messias".

A reportagem apurou que muitos militantes receberam R$ 35 para ir à convenção.

Sob a tenda, filas de até 60 pessoas se formavam em frente a uma máquina que produzia montagens de fotos com o então ausente José Serra. No ano passado, a oposição tachou a mesma ideia de eleitoreira.

Índice

PUBLICIDADE

19/01/2018

Temer diz não ter autorizado Loures a falar em seu nome

18/01/2018

Lula vai usar 'contradição' de Moro em defesa no TRF

17/01/2018

Pressionado, Temer afasta vices da Caixa sob suspeita

16/01/2018

Odebrecht negocia mais 30 acordos em São Paulo

15/01/2018

Alckmin busca aliança para ter o maior tempo de TV

14/01/2018

Lava Jato tem 17 réus soltos após segunda condenação

13/01/2018

Versões de empresa e de Rocha Loures são divergentes

12/01/2018

Bolsonaro tem funcionária fantasma que vende açaí

11/01/2018

Tribunal mantém decisão que barra posse de ministra

10/01/2018

Delator aponta propina e caixa 2 de R$ 52,4 mi a Serra

Temer vai esperar STF para decidir sobre nova ministra

09/01/2018

Ministra dá verba da Câmara à tia de chefe de gabinete

08/01/2018

Caso Lula será julgado antes de sete ações da Lava Jato

07/01/2018

Patrimônio de Bolsonaro e filhos se multiplica na política

06/01/2018

Ministros que vão disputar eleição querem ficar até abril

05/01/2018

Prefeito pede Exército em julgamento de Lula no RS

04/01/2018

Filha de delator do mensalão é a nova ministra de Temer

03/01/2018

Temer recua em nomeação após pressão de Sarney

02/01/2018

Temer terá de fazer sessões semanais para dilatar uretra

01/01/2018

TSE terá composição mais 'linha-dura' durante eleição

31/12/2017

Caso Lula tem a rapidez de ações mais simples no TRF-4

30/12/2017

Delação da Odebrecht não dá explicação a 600 apelidos

29/12/2017

Pizzolato deixa cadeia sorrindo em Brasília

Cármen Lúcia suspende parte do indulto natalino de Temer

28/12/2017

Ministro do Trabalho pede demissão para se candidatar

27/12/2017

Estaleiro diz que pagou suborno no governo FHC

Ministro diz que liberar verba em troca de voto é 'ação de governo'

26/12/2017

Polícia diz que Rodrigo Maia recebeu 'caixa 3'

24/12/2017

Temer amplia indulto para condenados da Lava Jato

23/12/2017

Temer diz que será um cabo eleitoral 'substancioso'

22/12/2017

Planilhas da Odebrecht têm vazios no repasse de propina

21/12/2017

Lula diz ter tesão de 20 anos para ser candidato em 2018

20/12/2017

Presidente Temer recebe passe 'contra macumba'

Gilmar restringe condução forçada para depoimentos

19/12/2017

Marcelo mira ex-aliados ao deixar cadeia em Curitiba

18/12/2017

Delações da Lava Jato em alta congelam os processos

17/12/2017

Acordo de Marcelo prevê só duas saídas em 2,5 anos

16/12/2017

Mesmo condenado, Lula será inscrito na eleição, diz Gleisi

Só 21% dos filhos de pobres vão ao topo da pirâmide

15/12/2017

Lava Jato pressiona delator que não admite ser culpado

14/12/2017

Lula diz que vai brigar 'até as últimas consequências'

Delação da polícia é aprovada no Supremo

13/12/2017

Lula será julgado pela 2ª instância em 24 de janeiro

12/12/2017

Cúpula que defende reforma se aposentou antes dos 60

11/12/2017

Ministros usam FAB para dar carona a parentes e lobistas

10/12/2017

Alckmin assume o PSDB e poupa Temer de críticas

09/12/2017

Alckmin deverá jogar duro contra PT em discurso hoje

08/12/2017

Supremo quebra os sigilos bancário e fiscal de Aécio

07/12/2017

Com vergonha, Tiririca desiste da política

06/12/2017

Temer ameniza fala de Meirelles sobre o PSDB

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).