Brasil
16/05/2010

Serra usa estrutura do Estado após deixar cargo

Folha de S.Paulo

Quarenta dias depois de deixar oficialmente o governo de São Paulo, o pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, tem usado estrutura do Estado em sua pré-campanha, iniciada formalmente no último dia 10 de abril.

O ex-governador, que transmitiu o cargo para o vice Alberto Goldman em 6 de abril, conta com policiais militares na sua segurança. Em São Paulo, ele e sua equipe têm ido a eventos em carros oficiais. Os agentes --policiais vinculados à Casa Militar-- também acompanham Serra em viagens pelo Brasil.

Os gastos com combustível e celular usados pela equipe de segurança também ficam a cargo do governo. Os profissionais de comunicação contratados para a campanha mantinham, pelo menos até sexta-feira, os mesmos números de celular de quando atuavam na assessoria do Palácio dos Bandeirantes.

Na última quarta-feira, 12 homens vigiavam a casa de Serra, no Alto de Pinheiros, na zona oeste da capital. O governo não informou o número de agentes que acompanham o pré-candidato, alegando "razões de segurança".

Amparado em decreto estadual, de março de 2004, o governo afirma, em nota, que não há ilegalidade no uso da segurança do Estado. O decreto prevê a prestação de serviços de segurança a ex-governadores durante todo o mandato do sucessor.

Embora a campanha só comece oficialmente em julho, Serra tem viajado pelo país desde o dia 14 de abril, quando desembarcou em Salvador (BA) --onde deve ocorrer a convenção oficial para formalizar sua candidatura, no dia 12 de junho. Até sexta-feira, já tinha feito 15 viagens.

Índice

PUBLICIDADE

18/08/2017

Investigação de governadores citados pela Odebrecht atrasa

17/08/2017

Evangélicos apostam em 'distritão' para crescer

16/08/2017

Procuradoria suspende delação de Eduardo Cunha

15/08/2017

Disputa cerca repartição de fundo eleitoral de R$ 3,6 bi

14/08/2017

Delação da OAS encolhe para fechar até a saída de Janot

13/08/2017

Odebrecht ocultou desvios de delatores, diz advogado

12/08/2017

Alckmin relativiza 'novo' e diz que experiência importa

11/08/2017

Partidos criam frente contra novo modelo para eleição

10/08/2017

Partidos fazem acordo que muda eleição parlamentar

09/08/2017

Temer pede ao STF suspeição de Janot e acusa perseguição

08/08/2017

Proposta de limitar mandato parlamentar ganha força

07/08/2017

Para Janot, delatores têm que entregar 'andar de cima'

06/08/2017

Por biografia, Maia diz que não dificultou para Temer

05/08/2017

Temer apoiou obra pedida por ruralistas antes de sessão

04/08/2017

Base de Temer encolhe 40% depois da delação da JBS

03/08/2017

Presidente quer manter o apoio para aprovar reformas

Temer usa máquina, barra denúncia e demonstra força

02/08/2017

Antes de votação, Temer afaga ruralistas e baixo clero

Moro aceita denúncia e Lula vira réu por sítio de Atibaia

01/08/2017

Por presença, Temer estimula até voto opositor e abstenção

31/07/2017

Polícia Federal vê falhas em delações da Odebrecht

30/07/2017

Para Moro, políticos não querem combater corrupção

29/07/2017

Votação de denúncia na Câmara divide Temer e Maia

28/07/2017

Ex-presidente da Petrobras e do BB é preso na Lava Jato

Temer empata com Dilma como pior avaliado

27/07/2017

Políticos repassam concessões de rádio e TV para parentes

26/07/2017

Candidatos a delator correm para fechar acordo sob Janot

25/07/2017

Brecha na legislação pode beneficiar Lula em 2018

24/07/2017

Trio de deputados assume linha de frente de Temer

Congresso deve aprovar reforma política fraca

23/07/2017

Troca-troca para salvar Temer muda comissão da Câmara

Regiões ricas geram emprego e crise castiga o Nordeste

22/07/2017

PF afirma não ver obstrução de Jucá, Renan e Sarney

21/07/2017

Delação de Valério destaca diferenças entre acordos

Lula tem aposentadoria de R$ 9 milhões bloqueada por Moro

20/07/2017

Moro bloqueia R$ 606 mil e bens do ex-presidente Lula

Com novo avião, governo reduzirá o uso do Aerolula

19/07/2017

Temer age para engordar o PMDB e abre crise com Maia

Moro nega pedidos da defesa e compara Lula a Cunha

18/07/2017

Janot diz não ter pressa para fazer nova denúncia

17/07/2017

Temer tenta abafar denúncia e dar mais ênfase às reformas

15/07/2017

Planalto libera R$ 1 bilhão a deputados e senadores

Planalto agora fala em votar denúncia só em setembro

14/07/2017

Governo manobra e derrota parecer contrário a Temer

Há uma tentativa de me tirar do jogo político, diz Lula

13/07/2017

Moro desprezou provas, diz a defesa do ex-presidente

"Lamentável que um juiz se dê ao papel de fazer política", diz Gleisi

Juiz fala em 'prudência' e não decreta prisão de petista

Nova condenação impediria uma candidatura em 2018

Aliados fecham votos pró-Temer na Câmara

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).