Brasil
30/03/2012

Ministro do Supremo quebra sigilo bancário de senador

Folha de S.Paulo

Brasília - O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, determinou a quebra de sigilo bancário do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), por cerca dois anos, período em que ele foi flagrado em conversas telefônicas com o empresário ligado à exploração de jogos clandestinos, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira --que foi preso pela Polícia Federal.

Lewandowski é o relator do inquérito sobre Demóstenes apresentado na terça-feira pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

Gravações reveladas anteontem pelo "Jornal Nacional", da TV Globo, mostravam o nome do senador do DEM mencionado em conversas em que o bicheiro e integrantes de seu grupo discutiam cifras milionárias.

O ministro pediu ainda ao Senado a lista das emendas ao Orçamento apresentadas por Demóstenes --isso pode indicar que uma de suas linhas de investigação será analisar se o senador utilizou prerrogativas de seu cargo para favorecer Cachoeira.

Ricardo Lewandowski negou, no entanto, pedido do procurador-geral para um depoimento de Demóstenes Torres por entender que ainda não é a hora.

Carlinhos Cachoeira está preso preventivamente desde 29 de fevereiro, após a Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que desmontou uma quadrilha que explorava máquinas caça-níqueis.

O senador aparece em conversas telefônicas, interceptadas com autorização judicial, com Cachoeira.

Demóstenes admite que recebeu do empresário telefone especial para conversas entre os dois. A Polícia Federal gravou cerca de 300 diálogos entre o senador e o bicheiro.

Resposta

Brasília - Questionado sobre as gravações, o advogado do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), Antonio Castro, afirmou que elas não têm valor jurídico e são totalmente nulas. Isso porque o senador só poderia ser investigado com autorização do STF.

As defesas de Cachoeira e de outros presos pela PF não foram localizadas.

Índice

PUBLICIDADE

13/12/2017

Lula será julgado pela 2ª instância em 24 de janeiro

12/12/2017

Cúpula que defende reforma se aposentou antes dos 60

11/12/2017

Ministros usam FAB para dar carona a parentes e lobistas

10/12/2017

Alckmin assume o PSDB e poupa Temer de críticas

09/12/2017

Alckmin deverá jogar duro contra PT em discurso hoje

08/12/2017

Supremo quebra os sigilos bancário e fiscal de Aécio

07/12/2017

Com vergonha, Tiririca desiste da política

06/12/2017

Temer ameniza fala de Meirelles sobre o PSDB

05/12/2017

Para tucanos e governistas, falta habilidade a Meirelles

04/12/2017

Temer reúne Maia e centrão para discutir eleições de 2018

02/12/2017

PIB de 0,1% garante a 3ª alta seguida da economia

01/12/2017

Alckmin tenta empréstimo bilionário em ano eleitoral

30/11/2017

Temer pressiona o PSDB a apressar saída do governo

29/11/2017

Fortalecido, Alckmin terá de encarar novas barreiras

28/11/2017

PSDB sela acordo e Alckmin assumirá comando da sigla

27/11/2017

Ministros privilegiam seus redutos durante viagens

26/11/2017

Temer tenta destravar fila de projetos no Congresso

25/11/2017

Juiz desconfia de agressão falsa e transfere Garotinho

24/11/2017

Maioria do STF quer limitar foro, mas decisão é adiada

23/11/2017

Temer recua após 'nomear' o deputado da dancinha

22/11/2017

Tribunal manda deputados do Rio de volta para cadeia

21/11/2017

'Uma mala' não prova nada, diz diretor da PF sobre Temer

20/11/2017

Cotado a ministério foi aliado de bicheiro, aponta relatório

19/11/2017

Após 6 meses, delação da JBS investiga poucos políticos

18/11/2017

Assembleia tira a cúpula do PMDB do Rio da cadeia

17/11/2017

Cacique do PMDB do Rio, Picciani se entrega à polícia

16/11/2017

Ministro Picciani direcionou licitação, diz marqueteiro

15/11/2017

Ação atinge deputados do Rio

Ministro do Supremo rejeita delação e questiona a PGR

14/11/2017

Tucano deixa Cidades e inicia saída do partido do governo

13/11/2017

Evento do PSDB paulista tem coro de 'fora, Aécio'

12/11/2017

Mercado vê Bolsonaro como opção contra Lula em 2018

11/11/2017

Parlamentares ganham a semana toda de feriadão

10/11/2017

Sob pressão, Aécio retira Tasso do comando tucano

09/11/2017

Após pressão, Temer decide trocar o diretor-geral da PF

08/11/2017

Ex-procurador orientou JBS em delação, indica e-mail

07/11/2017

Prova contra o presidente Temer foi forjada, diz Cunha

06/11/2017

Fiscalização vê caixa preta e manobra fiscal de Alckmin

05/11/2017

Bolsonaro e Marina podem ter menos TV que Enéas

04/11/2017

Dez prefeitos de capitais podem concorrer em 2018

03/11/2017

Fugas ao exterior criam obstáculo para ação de Moro

02/11/2017

Dodge vê repasse ilegal da Odebrecht para Aloysio

01/11/2017

Gilmar barra transferência de Cabral a presídio federal

31/10/2017

Pesquisa aponta que 22% dos brasileiros são pobres

30/10/2017

Nova lei deverá tornar mais difícil renovação da Câmara

28/10/2017

Aliados de Temer querem logo a reforma ministerial

27/10/2017

Governo não tem mais votos para projetos, afirma Maia

Temer libera 40% a mais a deputado que votou com ele

26/10/2017

Deputados barram segunda denúncia contra presidente

Temer é levado a hospital para desobstruir a bexiga

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).