Brasil
30/03/2012

Ministro do Supremo quebra sigilo bancário de senador

Folha de S.Paulo

Brasília - O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, determinou a quebra de sigilo bancário do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), por cerca dois anos, período em que ele foi flagrado em conversas telefônicas com o empresário ligado à exploração de jogos clandestinos, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira --que foi preso pela Polícia Federal.

Lewandowski é o relator do inquérito sobre Demóstenes apresentado na terça-feira pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

Gravações reveladas anteontem pelo "Jornal Nacional", da TV Globo, mostravam o nome do senador do DEM mencionado em conversas em que o bicheiro e integrantes de seu grupo discutiam cifras milionárias.

O ministro pediu ainda ao Senado a lista das emendas ao Orçamento apresentadas por Demóstenes --isso pode indicar que uma de suas linhas de investigação será analisar se o senador utilizou prerrogativas de seu cargo para favorecer Cachoeira.

Ricardo Lewandowski negou, no entanto, pedido do procurador-geral para um depoimento de Demóstenes Torres por entender que ainda não é a hora.

Carlinhos Cachoeira está preso preventivamente desde 29 de fevereiro, após a Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que desmontou uma quadrilha que explorava máquinas caça-níqueis.

O senador aparece em conversas telefônicas, interceptadas com autorização judicial, com Cachoeira.

Demóstenes admite que recebeu do empresário telefone especial para conversas entre os dois. A Polícia Federal gravou cerca de 300 diálogos entre o senador e o bicheiro.

Resposta

Brasília - Questionado sobre as gravações, o advogado do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), Antonio Castro, afirmou que elas não têm valor jurídico e são totalmente nulas. Isso porque o senador só poderia ser investigado com autorização do STF.

As defesas de Cachoeira e de outros presos pela PF não foram localizadas.

Índice

PUBLICIDADE

28/05/2015

Câmara aprova doação em eleições e fim da reeleição

27/05/2015

Cerveró pega cinco anos de prisão por lavar dinheiro

Câmara aplica primeira derrota em Cunha e rejeita distritão

26/05/2015

Lula pede para Dilma liberar R$ 8 bilhões do PAC para Haddad

Levy diz que receita prevista está distante da realidade

25/05/2015

Temer cobra apoio do PT a medidas do ajuste fiscal

24/05/2015

Distritão invalida maioria dos votos para deputado

23/05/2015

Insatisfeito, Levy falta a anúncio sobre os cortes

Governo confirma cortes, mas gastos devem aumentar

22/05/2015

Polícia prende lobista ligado a José Dirceu e empreiteira

21/05/2015

CPI quer investigar morte de ex-deputado José Janene

20/05/2015

Brasil e China fecham acordo de US$ 53 bilhões

Senado aprova indicação de Fachin para o Supremo

19/05/2015

Governo vai anunciar cortes e alta de impostos na quinta

18/05/2015

OAS teria favorecido cunhada de ex-tesoureiro do PT

17/05/2015

Meta é deixar as contas como em 2013, diz ministro da Fazenda

16/05/2015

Filho de Renan levou propina da Petrobras, afirma delator

15/05/2015

Políticos são denunciados por lavagem de dinheiro

14/05/2015

Chefe de empreiteiras assina acordo e acusa PT e PMDB

13/05/2015

Dilma comete gafes durante inauguração de obra no Rio

12/05/2015

Governo sabia de corrupção na Petrobras, afirma doleiro

11/05/2015

Empreiteiras da Lava Jato têm R$ 24 bilhões a receber

10/05/2015

Ajuste fiscal trava principais vitrines do governo Dilma

Casamento em que Dilma é madrinha tem panelaço

09/05/2015

Executivo diz que doou a Dilma por temer represália

Lula afirmou ter lidado com coisas imorais, diz Mujica

08/05/2015

Temer distribui cargos para aprovar ajuste fiscal

07/05/2015

Tribunal italiano suspende extradição de Pizzolato

06/05/2015

Banco do Brasil financiou Porsche de Val Marchiori

Programa do PT esconde Dilma e é alvo de panelaços

05/05/2015

PT afirma que vai expulsar condenados por corrupção

04/05/2015

Delatores não contaram tudo que prometiam na Lava Jato

03/05/2015

PF investiga marqueteiro de Dilma

02/05/2015

Lula diz que pode voltar se for chamado para briga

01/05/2015

Dilma não falará por não ter o que dizer, ataca Renan

30/04/2015

Após seis meses, executivos da Lava Jato são liberados

29/04/2015

Chefões de empreiteiras da Lava Jato deixam a prisão

28/04/2015

Vaccari e Duque denunciados por lavagem de dinheiro

27/04/2015

Advogado indicado ao STF atua no tribunal da mulher

26/04/2015

Impeachment será analisado com cautela, diz Aécio Neves

25/04/2015

Promotoria pede prisão de executivo do caso dos trens

Itália aprova extradição de Henrique Pizzolato ao Brasil

24/04/2015

Tribunal multa campanha de Dilma e critica ex-ministro

Petrobras pode vender parte do pré-sal

23/04/2015

Petrobras divulga prejuízo de R$ 6 bilhões com corrupção

Delatores são condenados na primeira sentença da Lava Jato

22/04/2015

Cunhada de ex-tesoureiro do PT tem prisão prorrogada

21/04/2015

Proposta de impeachment divide lideranças do PSDB

20/04/2015

Delatores citam 10 obras em que Camargo pagou propina

19/04/2015

Delator diz que construtora pagou R$ 110 milhões em propina

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).