Brasil
30/03/2012

Ministro do Supremo quebra sigilo bancário de senador

Folha de S.Paulo

Brasília - O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, determinou a quebra de sigilo bancário do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), por cerca dois anos, período em que ele foi flagrado em conversas telefônicas com o empresário ligado à exploração de jogos clandestinos, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira --que foi preso pela Polícia Federal.

Lewandowski é o relator do inquérito sobre Demóstenes apresentado na terça-feira pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

Gravações reveladas anteontem pelo "Jornal Nacional", da TV Globo, mostravam o nome do senador do DEM mencionado em conversas em que o bicheiro e integrantes de seu grupo discutiam cifras milionárias.

O ministro pediu ainda ao Senado a lista das emendas ao Orçamento apresentadas por Demóstenes --isso pode indicar que uma de suas linhas de investigação será analisar se o senador utilizou prerrogativas de seu cargo para favorecer Cachoeira.

Ricardo Lewandowski negou, no entanto, pedido do procurador-geral para um depoimento de Demóstenes Torres por entender que ainda não é a hora.

Carlinhos Cachoeira está preso preventivamente desde 29 de fevereiro, após a Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que desmontou uma quadrilha que explorava máquinas caça-níqueis.

O senador aparece em conversas telefônicas, interceptadas com autorização judicial, com Cachoeira.

Demóstenes admite que recebeu do empresário telefone especial para conversas entre os dois. A Polícia Federal gravou cerca de 300 diálogos entre o senador e o bicheiro.

Resposta

Brasília - Questionado sobre as gravações, o advogado do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), Antonio Castro, afirmou que elas não têm valor jurídico e são totalmente nulas. Isso porque o senador só poderia ser investigado com autorização do STF.

As defesas de Cachoeira e de outros presos pela PF não foram localizadas.

Índice

PUBLICIDADE

28/09/2016

Gleisi e Paulo Bernardo viram réus por corrupção

PF suspeita de propina em obras do metrô de São Paulo

27/09/2016

Moro liga Lula a terreno de empreiteira como propina

26/09/2016

Candidatos ricos são maiores doadores de campanhas

Decisão da Justiça permite candidatura de Temer em 2018

25/09/2016

Faltas de deputados que disputam eleição triplicam

24/09/2016

Lula afirma que PF o tratou como bandido em operação

Líder em Curitiba, Greca afirma que vomitou ao sentir cheiro de pobre

23/09/2016

Guido Mantega é suspeito de cobrar propina para o PT

22/09/2016

Estão com medo de que eu volte, diz Lula em campanha

21/09/2016

Acusado de corrupção, Lula será julgado por Sergio Moro

De surpresa, Câmara tenta salvar acusados de caixa 2

20/09/2016

Empreiteiro admite propina para Dilma e Temer em 2014

19/09/2016

Ação contra Lula se choca com delator

18/09/2016

Petrobras vende empresas para reduzir dívida

Denúncia contra Lula na Lava Jato usa dados de delação cancelada

17/09/2016

PT pede para candidatos a prefeito defenderem Lula

PT tenta encontrar cargo para acomodar ex-presidente Dilma

16/09/2016

Ação contra ex-presidente foi baseada em delações

Lula chora e cobra pedido de desculpas da Lava Jato

15/09/2016

Lava Jato acusa Lula de comandar corrupção

Faltam provas contra Lula, dizem advogados

14/09/2016

Até igreja recebeu propina da Petrobras, diz empreiteiro

Michel Temer anuncia plano de privatizações

13/09/2016

Por 450 votos a 10, Câmara cassa mandato de Cunha

Políticos viram alvo na posse de Cármen Lúcia no Supremo

12/09/2016

Manifestantes contra Temer voltam a protestar em SP

Minha cassação fortalece discurso de golpe, diz Cunha

11/09/2016

Caso Cunha caminha para encerramento após 355 dias

10/09/2016

Temer demite advogado-geral e nomeia mulher

09/09/2016

Supremo afirma que Lula tenta prejudicar a Lava Jato

Maia garante votação contra Cunha na segunda

08/09/2016

Temer é vaiado na abertura de Paraolimpíada e em desfile

Eduardo Cunha perde votos e deve ser cassado

07/09/2016

Lava Jato é prorrogada até setembro do ano que vem

Dilma se muda de Brasília e vai morar em Porto Alegre

06/09/2016

Maiores fundos de pensão do Brasil viram alvo da PF

Cassação de Cunha é a única pauta da Câmara até eleição

05/09/2016

Milhares protestam contra Temer e pedem nova eleição

PF liga PMDB a propinas de Belo Monte

04/09/2016

Atos contra impeachment são inexpressivos, diz Temer

03/09/2016

Dilma diz que dividir votação do impeachment foi estranho

Temer tenta passar imagem de estabilidade

02/09/2016

Dilma pede que votação do impeachment seja anulada

Ministros atacam votação que ajudou Dilma no Senado

01/09/2016

Economia do Brasil tem pior queda mundial

Dilma se veste de vermelho e declara guerra aos rivais

Temer diz que não vai tolerar ser chamado de golpista

Anistia para Dilma pode ajudar Cunha em cassação

Dilma Rousseff é cassada, mas mantém direitos políticos

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).