Brasil
22/02/2012

Sigla de Kassab equivale a 5 milhões de votos, diz TSE

Folha de S.Paulo

Estudo do Tribunal Superior Eleitoral aponta que o PSD (Partido Social Democrático) reúne políticos que disputaram vagas de deputado federal em 2010 e receberam um total de 5,1 milhões de votos.

A legenda seria a sétima maior do país se existisse à época da última eleição.

Esse dado será considerado para que o TSE conceda ou não à agremiação acesso ao dinheiro do Fundo Partidário, uma das maiores fontes de receita das siglas.

Idealizado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o PSD recebeu seu registro definitivo no ano passado. Como nunca disputou uma eleição, tem direito apenas a uma parcela mínima do fundo (R$ 18,5 mil por mês) e alguns segundos do horário eleitoral na TV e no rádio.

O partido tenta reverter a situação na Justiça Eleitoral. Se tiver sucesso, passará a receber cerca de R$ 1,6 milhão por mês do Fundo Partidário --calculado de acordo com o número de votos obtidos por candidatos a deputado federal (eleitos e não eleitos).

Em seguida, o PSD entrará com uma ação para também obter o tempo de TV, nesse caso com base no número de deputados eleitos.

A tese do partido de Kassab é simples. O TSE criou em 2007 a norma da fidelidade partidária: mandatos eletivos passaram a pertencer aos partidos. A partir daí, quem se desligou de uma legenda correu o risco de perder o cargo. Mas há exceções. Uma delas é que o político pode deixar uma sigla para fundar uma nova. "Se a própria Justiça diz que um político pode sair do partido pelo qual foi eleito e fundar um novo, parece natural que esse político leve consigo os votos que obteve", diz o secretário-geral do PSD, Saulo Queiroz.

Não há prazo para que o TSE tome a decisão final.

LEIA MAIS

sobre eleições na pág. A4

Índice

PUBLICIDADE

03/05/2016

Procurador quer investigar Aécio e senadores do PMDB

02/05/2016

STF suspende publicidade de R$ 100 milhões de Dilma

01/05/2016

Temer deve ter maioria na Câmara

Dilma anunciará redução no IR e alta do Bolsa Família

30/04/2016

Pressionado, Temer admite cortar menos ministérios

29/04/2016

Temer diz que não tentará reeleição e PSDB fecha apoio

Aliado confirma propina de R$ 52 milhões para Cunha

28/04/2016

Dilma admite a aliados que afastamento é inevitável

27/04/2016

Preso na Lava Jato confirma propina para Eduardo Cunha

Aliado de Aécio será relator do processo de impeachment

26/04/2016

Afastamento de Dilma deve ser votado em 11 de maio

PSDB deve participar de governo Temer, diz FHC

25/04/2016

Senado não tem votos para tirar Dilma

Delator diz ter entregado propina a parlamentares

24/04/2016

Dilma rebate ministros do Supremo que negaram golpe

PT vive onda de deserções e perde 1 de cada 5 prefeitos

Rio contrata empresa de ciclovia para emergências

23/04/2016

Sem citar golpe, Dilma pede que se evite um retrocesso

Vice-líderes do governo votarão por impeachment

Gari da Rocinha é 2ª vítima de queda de ciclovia no Rio

22/04/2016

Temer afirma que não é golpista nem conspirador

Câmara envia deputados aos EUA para rebater Dilma

Ciclovia entregue há 3 meses desaba e mata dois no Rio

21/04/2016

Dilma vai aos EUA para dizer que impeachment é golpe

Presidente da comissão do impeachment será do PMDB

20/04/2016

Conselho rejeita manobra contra cassação de Cunha

Renan antecipa eleição da comissão para segunda-feira

19/04/2016

Lula reclama por Tiririca ter votado pelo impeachment

Michel Temer já foi citado por dois delatores na Lava Jato

Dilma se diz injustiçada e que a luta apenas começou

Afastamento deve ser votado até 11 de maio, afirma Renan

18/04/2016

Senado deve afastar Dilma a partir do dia 10 de maio

Cardozo diz que votação na Câmara foi golpe

Impeachment de Dilma é aprovado pelos deputados

Palco de festa anti-Dilma, Paulista tem clima de Copa

Periferia tem família dividida, forró e homenagem a Moro

Governo já fala em recorrer ao Supremo contra processo

Ministérios de Temer terão nomes ligados a Lula e a FHC

Temer diz que poderia ter sido grande aliado de Dilma

17/04/2016

Dilma mente de forma rasteira, afirma Temer

Veja os sete erros que levaram Dilma a enfrentar a votação do impeachment

Lula articula ausências para tentar salvar presidente

Governo muda cargos de 18 ministérios de última hora

16/04/2016

Governo faz última ofensiva para barrar impeachment

Temer negocia ministérios e cargos em eventual governo

Dilma desiste de fala na TV contra seu afastamento

15/04/2016

Supremo rejeita recursos para suspender impeachment

Agência confirma ameaça de terrorista contra o Brasil

14/04/2016

Com PSD e PTB, oposição diz ter votos para impeachment

Dilma diz que é carta fora do baralho se perder votação

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).