Brasil
22/02/2012

Sigla de Kassab equivale a 5 milhões de votos, diz TSE

Folha de S.Paulo

Estudo do Tribunal Superior Eleitoral aponta que o PSD (Partido Social Democrático) reúne políticos que disputaram vagas de deputado federal em 2010 e receberam um total de 5,1 milhões de votos.

A legenda seria a sétima maior do país se existisse à época da última eleição.

Esse dado será considerado para que o TSE conceda ou não à agremiação acesso ao dinheiro do Fundo Partidário, uma das maiores fontes de receita das siglas.

Idealizado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o PSD recebeu seu registro definitivo no ano passado. Como nunca disputou uma eleição, tem direito apenas a uma parcela mínima do fundo (R$ 18,5 mil por mês) e alguns segundos do horário eleitoral na TV e no rádio.

O partido tenta reverter a situação na Justiça Eleitoral. Se tiver sucesso, passará a receber cerca de R$ 1,6 milhão por mês do Fundo Partidário --calculado de acordo com o número de votos obtidos por candidatos a deputado federal (eleitos e não eleitos).

Em seguida, o PSD entrará com uma ação para também obter o tempo de TV, nesse caso com base no número de deputados eleitos.

A tese do partido de Kassab é simples. O TSE criou em 2007 a norma da fidelidade partidária: mandatos eletivos passaram a pertencer aos partidos. A partir daí, quem se desligou de uma legenda correu o risco de perder o cargo. Mas há exceções. Uma delas é que o político pode deixar uma sigla para fundar uma nova. "Se a própria Justiça diz que um político pode sair do partido pelo qual foi eleito e fundar um novo, parece natural que esse político leve consigo os votos que obteve", diz o secretário-geral do PSD, Saulo Queiroz.

Não há prazo para que o TSE tome a decisão final.

LEIA MAIS

sobre eleições na pág. A4

Índice

PUBLICIDADE

01/04/2015

Cortes no Orçamento podem chegar a até R$ 80 bilhões

31/03/2015

Petrobras propõe aumentar salário de diretores em 13%

30/03/2015

Joaquim Levy tenta impedir votação de ajuste fiscal

Juiz da Lava Jato defende prisão após 1ª condenação

29/03/2015

Ministro Joaquim Levy critica Dilma Rousseff em evento

De cada 10 aliados, 3 votam contra a presidente Dilma

28/03/2015

Crescimento do governo Dilma é o menor desde Collor

27/03/2015

Quadrilha frauda R$ 6 bilhões de multas da Receita Federal

26/03/2015

Governo ganha tempo para negociar dívidas dos Estados

25/03/2015

PMDB critica ajuste e obriga Dilma a renegociar dívidas

24/03/2015

Ex-diretor da Petrobras e tesoureiro do PT viram réus

23/03/2015

Procuradoria-geral quer investigar doações legais

22/03/2015

Pagamentos a Dirceu eram propina, dizem empreiteiras

21/03/2015

Dilma envia projeto de lei que eleva imposto de empresas

Procuradoria quer penas mais duras para corruptos

20/03/2015

Delatores dizem que mais 4 gerentes recebiam propina

O sujo e o mal lavado

19/03/2015

Presidente da Câmara anuncia queda de ministro

Em crise, governo anuncia pacote contra a corrupção

18/03/2015

Empresa de Dirceu ganhou R$ 29 milhões de empreiteiras

17/03/2015

Tesoureiro do PT denunciado por lavagem de dinheiro

Dilma admite erros e pede trégua para aprovar ajuste

15/03/2015

Documento reforça suspeita de propina em campanha

Acidente com ônibus mata 32

Oposição decide aderir em bloco a protesto anti-Dilma

Ministro propõe cobrar imposto sobre heranças

14/03/2015

Protesto critica governo, mas rejeita impeachment

Ex-juiz do caso Eike confessa desvio de R$ 836 mil

13/03/2015

Movimentos criticam cortes e pressionam o governo

12/03/2015

Justiça repatria R$ 182 milhões de contas de delator na Suíça

Oposição anuncia apoio a manifestações contra Dilma

11/03/2015

Dilma é vaiada em feira e pede calma a empresários

10/03/2015

Cunha acusa procurador de proteger senador petista

09/03/2015

População protesta durante pronunciamento de Dilma

Governo ignora ataques para retomar aliança com PMDB

08/03/2015

Cunha afirma que governo quer um 'sócio na lama'

Tabela de propinas causava brigas no PP, diz delator

07/03/2015

STF autoriza investigação de 49 políticos de 6 partidos

Inquérito mira conta de campanha de Dilma em 2010

06/03/2015

CPI convoca ex-presidentes da Petrobras e delatores

05/03/2015

Supremo acaba com pena e Genoino ganha liberdade

Procurador quer investigar dois ex-ministros de Dilma

04/03/2015

Senado rejeita proposta e adia aumento de impostos

03/03/2015

Após críticas, presidente da Câmara retira bolsa-esposa

02/03/2015

Lista de procurador da Lava Jato deve ter 40 políticos

01/03/2015

Caminhoneiro morre após ser atropelado em protesto

28/02/2015

Caminhões fecham rodovias estaduais para evitar multa

Dois executivos da Camargo Corrêa aceitam fazer delação

27/02/2015

Greve de caminhoneiros continua e governo endurece

26/02/2015

Governo promete segurar preço do diesel por seis meses

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).