Brasil
12/01/2018

Bolsonaro tem funcionária fantasma que vende açaí

FSP

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) usa verba da Câmara dos Deputados para empregar uma vizinha dele em um distrito a 50 km do centro de Angra Dos Reis (RJ).

A servidora trabalha em um comércio de açaí na mesma rua onde fica a casa de veraneio do deputado, na Vila Histórica de Mambucaba.

Segundo moradores da região, Wal, como é conhecida, também presta serviços particulares na casa de Bolsonaro, mas tem como principal atividade o "Wal Açaí".

Walderice Santos da Conceição, 49 anos, figura desde 2003 como uma dos 14 funcionários do gabinete do parlamentar, em Brasília, recebendo atualmente salário bruto de R$ 1.351,46.

  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora nesta sexta, 12 de janeiro, nas bancas

Resposta

O deputado nega usar dinheiro da Câmara para pagamentos de serviços da casa e que Walderice seja funcionária fantasma.

"Ela reporta a mim ou ao meu chefe de gabinete qualquer problema na região."

A reportagem pediu exemplo de serviços parlamentares prestados pela funcionária.

"Peraí, ela fala com o chefe de gabinete. Como é que eu vou saber? Se eu mantiver um contato diário com meus 15 funcionários, eu não trabalho."

Bolsonaro foi questionado sobre as diversas movimentações salariais que fez para Walderice em quase 15 anos.

"De vez em quando acontece: um funcionário é demitido. Aquela verba que 'sobra' então a gente destina a um [outro] funcionário, por pouquíssimo tempo."

Índice

PUBLICIDADE

18/01/2018

Lula vai usar 'contradição' de Moro em defesa no TRF

17/01/2018

Pressionado, Temer afasta vices da Caixa sob suspeita

16/01/2018

Odebrecht negocia mais 30 acordos em São Paulo

15/01/2018

Alckmin busca aliança para ter o maior tempo de TV

14/01/2018

Lava Jato tem 17 réus soltos após segunda condenação

13/01/2018

Versões de empresa e de Rocha Loures são divergentes

12/01/2018

Bolsonaro tem funcionária fantasma que vende açaí

11/01/2018

Tribunal mantém decisão que barra posse de ministra

10/01/2018

Delator aponta propina e caixa 2 de R$ 52,4 mi a Serra

Temer vai esperar STF para decidir sobre nova ministra

09/01/2018

Ministra dá verba da Câmara à tia de chefe de gabinete

08/01/2018

Caso Lula será julgado antes de sete ações da Lava Jato

07/01/2018

Patrimônio de Bolsonaro e filhos se multiplica na política

06/01/2018

Ministros que vão disputar eleição querem ficar até abril

05/01/2018

Prefeito pede Exército em julgamento de Lula no RS

04/01/2018

Filha de delator do mensalão é a nova ministra de Temer

03/01/2018

Temer recua em nomeação após pressão de Sarney

02/01/2018

Temer terá de fazer sessões semanais para dilatar uretra

01/01/2018

TSE terá composição mais 'linha-dura' durante eleição

31/12/2017

Caso Lula tem a rapidez de ações mais simples no TRF-4

30/12/2017

Delação da Odebrecht não dá explicação a 600 apelidos

29/12/2017

Pizzolato deixa cadeia sorrindo em Brasília

Cármen Lúcia suspende parte do indulto natalino de Temer

28/12/2017

Ministro do Trabalho pede demissão para se candidatar

27/12/2017

Estaleiro diz que pagou suborno no governo FHC

Ministro diz que liberar verba em troca de voto é 'ação de governo'

26/12/2017

Polícia diz que Rodrigo Maia recebeu 'caixa 3'

24/12/2017

Temer amplia indulto para condenados da Lava Jato

23/12/2017

Temer diz que será um cabo eleitoral 'substancioso'

22/12/2017

Planilhas da Odebrecht têm vazios no repasse de propina

21/12/2017

Lula diz ter tesão de 20 anos para ser candidato em 2018

20/12/2017

Presidente Temer recebe passe 'contra macumba'

Gilmar restringe condução forçada para depoimentos

19/12/2017

Marcelo mira ex-aliados ao deixar cadeia em Curitiba

18/12/2017

Delações da Lava Jato em alta congelam os processos

17/12/2017

Acordo de Marcelo prevê só duas saídas em 2,5 anos

16/12/2017

Mesmo condenado, Lula será inscrito na eleição, diz Gleisi

Só 21% dos filhos de pobres vão ao topo da pirâmide

15/12/2017

Lava Jato pressiona delator que não admite ser culpado

14/12/2017

Lula diz que vai brigar 'até as últimas consequências'

Delação da polícia é aprovada no Supremo

13/12/2017

Lula será julgado pela 2ª instância em 24 de janeiro

12/12/2017

Cúpula que defende reforma se aposentou antes dos 60

11/12/2017

Ministros usam FAB para dar carona a parentes e lobistas

10/12/2017

Alckmin assume o PSDB e poupa Temer de críticas

09/12/2017

Alckmin deverá jogar duro contra PT em discurso hoje

08/12/2017

Supremo quebra os sigilos bancário e fiscal de Aécio

07/12/2017

Com vergonha, Tiririca desiste da política

06/12/2017

Temer ameniza fala de Meirelles sobre o PSDB

05/12/2017

Para tucanos e governistas, falta habilidade a Meirelles

Mais notícias: 1 2 3 4 5 Próximo

De que você precisa?

Copyright Agora. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).